Mercado de milho retoma movimento de alta

A boa demanda voltada ao cenário externo, combinada da desvalorização do real frente ao dólar, contribuíram para sustentar as cotações ao longo do mês e fizeram com que os produtores voltassem a retrair as fixações de venda do cereal.

A boa demanda voltada ao cenário externo, combinada da desvalorização do real frente ao dólar, contribuíram para sustentar as cotações ao longo do mês e fizeram com que os produtores voltassem a retrair as fixações de venda do cereal.

No lado da ponta compradora, os últimos dias foram marcados por maiores consultas quanto a preços, muito embora as negociações tenham se mantido bastante travadas, uma vez que os consumidores alegaram estar bem supridos de ofertas.

No cenário internacional, o destaque ficou com o início ainda lento da colheita de milho nos Estados Unidos, por conta das chuvas em boa parte do cinturão produtor. Agora é preciso aguardar se haverá um movimento natural de pressão nas cotações do cereal na Bolsa de Mercadorias de Chicago, com a ampliação da oferta global, uma vez que a China também inicia o período de colheita de sua safra.

O valor médio da saca de milho no Brasil foi cotado a R$ 55,61 na quinta-feira (28), alta de 4,81% frente aos R$ 53,06 registrados no fechamento de agosto. No mercado disponível ao produtor, o preço do milho em Cascavel, Paraná, foi cotado a R$ 54, avanço de 5,88% frente aos R$ 51 praticados no final do mês passado. Em Campinas/CIF, a cotação ficou em R$ 62, aumento de 10,71% frente aos R$ 56 praticados no final de agosto. Na região da Mogiana paulista, o cereal foi cotado a R$ 57, ganho de 16,33% frente aos R$ 49 praticados no fechamento do mês passado.

Em Rondonópolis, Mato Grosso, a cotação da saca ficou em R$ 45, avanço de 4,65% frente aos R$ 43 praticados no final de agosto. Já em Erechim, Rio Grande do Sul, o preço avançou 1,61% ao longo do mês, passando de R$ 62 para R$ 63 na venda.

Em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, o preço na venda subiu 3,92%, de R$ 51 para R$ 53 a saca. E em Rio Verde, Goiás, o preço na venda permaneceu subiu 11,11% ao longo de setembro, passando de R$ 45 para R$ 50.

O line-up, a programação de embarques nos portos brasileiros, indicou que poderão ser exportadas 9,706 milhões de toneladas de milho em setembro, conforme levantamento no mercado. Desse total, 6,531 milhões de toneladas de milho já foram embarcadas.

Para outubro estão programados embarques de 7,413 milhões toneladas de milho. Entre fevereiro/ 23 e janeiro/24, o line-up sinaliza embarques acumulados de 36,884 milhões de toneladas do cereal.

Mercado de milho retoma movimento de alta
O mercado do produto finalizou o mês com preços aquecidos tanto no cenário interno quanto nos portos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Comércio espera um aumento de 5% nas vendas do Dia das Mães
CDL reforça a importância de comprar no comércio local
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Três franquias miram Montes Claros
Três franquias miram Montes Claros
Governo foca micro e pequenas empresas
Governo foca micro e pequenas empresas
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Pequenos agricultores repassam alimentos para a merenda escolar
BNB detalha soluções para micro e pequenas empresas em encontros
Apiário de Riachinho produz mel para o mercado norte-mineiro
Salário médio dos trabalhadores em Montes Claros é de R$ 2,5 mil
I Encontro do Café será realizado nesta segunda
Emater realizará seminário sobre fruticultura no dia 3
Mercado estima PIB de 1,9%, revela boletim Focus
Setor de seguros cresce no Brasil
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito