[views count="1" print="0"]

Governo prorroga situação de emergência

Governador em exercício, José Arthur assinou decreto de prorrogação do estado de emergência

A seca atinge sua fase mais crítica no segundo semestre de cada ano, em que rios e córregos secam, com a falta de água para consumo humano e de animais e prejuízos irreparáveis à economia regional. Por conta disso, lideranças cobram do poder público estadual e federal, ações concretas para amenizar os efeitos da seca. Agora, atendendo à reivindicação regional, o governo do Estado prorrogou o decreto de estado de emergência nos municípios castigados pelo fenômeno.

A medida foi tomada pelo desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, no exercício das funções de governador do Estado, que assinou o Decreto Nº 532, que declara Situação de Emergência por 180 dias em 90 municípios, sendo 60 deles do Norte de Minas, em razão das áreas afetadas pela seca. Ele alega que considerando que os danos e os prejuízos oriundos da seca permanecem afetando alguns municípios, apesar do início do período chuvoso em outubro de 2023; que as chuvas da última temporada não foram suficientes para solucionar a falta de água potável para consumo humano, principalmente nas regiões Norte, Noroeste, Mucuri e Jequitinhonha, reduzindo o padrão de qualidade de vida da população afetada, com prejuízos na agricultura e na pecuária; e que compete ao Estado a preservação do bem-estar da população nas regiões atingidas por eventos adversos causadores de desastres, para, em regime de cooperação, combater e minimizar os efeitos das situações de anormalidade.

Destaca que, apesar das ações adotadas pelos municípios e pelo Estado, há necessidade da atuação de todos os integrantes do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil nas ações de resposta ao desastre; que o parecer da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) de Minas Gerais relatando a ocorrência do desastre é favorável à declaração de situação de emergência; que o desastre de seca ocorre de forma gradual e o término da vigência do Decreto NE nº 246, de 10 de maio de 2023, publicado em 11 de maio de 2023, poderá ocasionar sérios prejuízos aos municípios com a interrupção das ações de resposta à seca por meio da operação de Transporte e Distribuição de Água Potável.

A situação de anormalidade é válida para as áreas comprovadamente afetadas por seca, incluídas nos Formulários de Informações do Desastre (Fide), registrados no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID) pelos municípios relacionados. A declaração de situação de anormalidade de que trata este decreto está de acordo com os critérios estabelecidos pela Portaria Federal nº 260, de 2 de fevereiro de 2022, do Ministério do Desenvolvimento Regional e, em consequência desta declaração, passa a produzir os efeitos jurídicos no âmbito da jurisdição estadual. Fica autorizada a mobilização dos integrantes do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, no âmbito do Estado, para prestar apoio complementar aos municípios atingidos, mediante a coordenação do Gabinete Militar do Governador e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, em articulação com todos os setores do Estado e com a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

0s 60 municipios do Norte de Minas são: Berizal, Bocaiúva, Bonito de Minas , Botumirim, Buritizeiro, Campo Azul, Capitão Enéas, Catuti, Chapada Gaúcha, Cônego Marinho, Cristália, Curral de Dentro, Engenheiro Navarro, Espinosa, Francisco Dumont, Francisco Sá, Fruta de Leite, Gameleiras, Glaucilândia, Grão Mogol, Guaraciama, Ibiaí, Ibiracatu, Icaraí de Minas, Indaiabira, Itacambira, Itacarambi, Jaíba, Januária, Japonvar, Jequitaí, Josenópolis, Juramento, Juvenília, Lontra, Luislândia, Mamonas, Manga, Mato Verde, Mirabela, Montalvânia, Monte Azul, Montezuma, Ninheira, Novorizonte, Olhos-D’água, Padre Carvalho, Pai Pedro, Pintópolis, Pirapora, Porteirinha, Riacho dos Machados, Rubelita, Santa Cruz de Salinas, Santo Antônio do Retiro, São Francisco, São João das Missões, São João do Pacuí, Serranópolis de Minas, Taiobeiras, Ubaí, Urucuia, Vargem Grande do Rio Pardo, Várzea da Palma, Varzelândia e Verdelândia.

Governo prorroga situação de emergência
Governador em exercício, José Arthur assinou decreto de prorrogação do estado de emergência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

FABIANO VEM REESTRUTURAR PROGRESSISTAS PARA ELEIÇÕES
Fabiano vem reestruturar Progressistas para eleições
Prefeitura tem mais de R$ 364 mi em caixa
Prefeitura tem mais de R$ 364 mi em caixa
Governador de Minas Gerais promove mudança na equipe
Governador de Minas Gerais promove mudança na equipe
Projeto Jequitaí será licitado na Bolsa de Valores
Projeto Jequitaí será licitado na Bolsa de Valores
Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Vices firmam aliança para eleições municipais
Vices firmam aliança para eleições municipais
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Relatório do Código Eleitoral deve prever fim da reeleição
STF invalida regra sobre distribuição de sobras eleitorais
Prefeitos convocados para nova mobilização nacional
Prefeituras vão receber capacitação com foco em projetos sustentáveis
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
TSE vai iniciar análise das resoluções na terça
Governo pagará parcelas da dívida com os municípios
Assembleia recebe vetos parciais ao PPAG e ao Orçamento de 2024
BANNER 2
Escola supera marca de quase 700 mil certificações
Jovem preso com drogas em Janaúba
PC conclui inquérito sobre desvio de verbas públicas
Acusado de matar jovem no dia do aniversário pega 16 anos de prisão
Jovem baleado pula muro de casa e é socorrido por populares