[views count="1" print="0"]

Fundação Palmares certifica comunidade quilombola

A comunidade Barra do Tejuco, no município de Januária, Norte de Minas, foi certificada nesta segunda-feira (30) como quilombola pela Fundação Cultural Palmares. A portaria que reconhece o direito auto declaratório foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U).

A comunidade Barra do Tejuco, no município de Januária, Norte de Minas, foi certificada nesta segunda-feira (30) como quilombola pela Fundação Cultural Palmares. A portaria que reconhece o direito auto declaratório foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U).

Segundo o Censo 2022, a comunidade Barra do Tejuco é uma das localidades, presentes em 1.696 municípios brasileiros que abrigam 0,65% da população brasileira autodeclarada quilombola. De acordo com a contagem do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa população soma atualmente 1.327.802 pessoas.

O direito à autodefinição para essa população é previsto na Convenção nº 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e garante o direito à certificação emitida pela Fundação Cultural Palmares, sem que haja necessidade de conferência.

Para acessar esse direito, as comunidades só precisam iniciar o processo, por meio de um formulário, disponível no site da instituição e apresentar ata da reunião, ou assembleia, que tratou da autodeclaração, junto com a assinatura da maioria dos participantes e um breve relato histórico sobre a comunidade.

A certificação e reconhecimento desse direito garante aos integrantes da comunidade diplomada o acesso às políticas públicas voltadas para essa população, além de permitir o início do processo de demarcação do território, pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

POETISA FARÁ EXPOSIÇÃO NESTE MÊS
Poetisa fará exposição neste mês
Projetos da Lei Paulo Gustavo começam a ser executados
Projetos da Lei Paulo Gustavo começam a ser executados
Deputado critica falta de apoio à cultura
Deputado critica falta de apoio à cultura
Marcelo Guimarães expõe “Cores Vivas” no Museu
Marcelo Guimarães expõe “Cores Vivas” no Museu
Coral Viva Voz participa de missa sertaneja na Praça de Eventos
Coral Viva Voz participa de missa sertaneja na Praça de Eventos
Montes-clarense lança o livro Parangolares que homenageia artista plástico falecido tragicamente
Montes-clarense lança o livro Parangolares que homenageia artista plástico falecido tragicamente
Cineasta reinicia produção de filme sobre Zé Côco do Riachão
Cineasta reinicia produção de filme sobre Zé Côco do Riachão
LIVRO AROLDO
Livro Parangolares homenageia artista plástico montes-clarense
Semdecult participa de I Chá com Bordado
Filme “U omi qui casô cua mula” será apresentado nesta sexta
Inscrições para participar do evento na capital mineira seguem até o final do mês
Programa Minas para Sempre avança e contempla dez projetos
Drama “Faça a coisa certa” encerra as sessões do Cinema Comentado
Cinemaracas exibirá filme sobre negritude e o combate ao racismo
Mostra Sesc de Cinema começa em Montes Claros na terça-feira
Livro sobre o nascimento do SUS será lançado na cidade-mãe hoje
BANNER 2
Escola supera marca de quase 700 mil certificações
Jovem preso com drogas em Janaúba
PC conclui inquérito sobre desvio de verbas públicas
Acusado de matar jovem no dia do aniversário pega 16 anos de prisão
Jovem baleado pula muro de casa e é socorrido por populares