Frota chega a 246,7 mil veículos

Montes claros ocupa o 6º lugar no ranking mineiro geral, 7º no de automóveis e 3º no de motos

Entre o fechamento de dezembro 2023/início de janeiro e o encerramento de março, a frota de veículos emplacados em Montes Claros avançou 1,06%. Percentualmente, parece um crescimento muito tímido. Porém, quantitativamente, são mais 2.599 automotores licenciados na cidade trafegando pelas vias da urbe norte-mineira, sem contar os veículos emplacados em outras praças pelo Brasil afora. Do total de automotores emplacados em Montes Claros no primeiro trimestre, 972 são motocicletas/motonetas e 916 são automóveis. A cidade-mãe do Norte de Minas fechou o período de janeiro a março com frota própria de 246.720 veículos.

Os dados são da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), vinculada ao Ministério dos Transportes. Do total de veículos emplacados em Montes Claros alcançados em março, 103.590 são automóveis e 98.507 são da linha de duas rodas. A diferença pró-carros de passeio entre fevereiro e março caiu de 5.110 unidades para 5.083, revelando o reaquecimento das vendas de motocicletas e motonetas, após o crescimento do transporte por aplicativo feitos por carros, levando-se em consideração também o aumento dos congestionamentos, uma vez que, com motos, os condutores têm mais facilidades de driblar os nós viários.

MOTO APP

Vale destacar ainda que o mesmo transporte por aplicativo também está utilizando motocicletas, ajudando a sacramentar Montes Claros como detentora da terceira maior frota da linha de duas rodas, atrás apenas de Belo Horizonte, com 313.562 unidades; e Uberlândia, com 131.210 motos. Entretanto, de todos os acidentes de trânsito ocorridos em Montes Claros neste, 42% envolvem motocicletas.

No ranking quantitativo de veículos emplacados na capital simbólica do Norte de Minas, após os automóveis e motocicletas, vêm as caminhonetes, com 19.430 unidades; seguidas pelas camionetas, com 7.208 automotores; 5.403 caminhões; 5.398 reboques; 2.627 utilitários; 1.277 ônibus; 1.046 semireboques; 857 caminhões-tratores; 527 ciclomotores; 527 microônibus; 200 triciclos; 110 outros modelos; 15 tratores de rodas; e 7 side-cars.

RANKING MINEIRO

Montes Claros detém a sexta posição no ranking mineiro de maiores frotas emplacadas nos municípios, com 246.720 automotores. Belo Horizonte lidera com 2.653.618 veículos; seguido por Uberlândia (523.776), Contagem (352.991), Juiz de Fora (301.587), Uberaba (253.889), Montes Claros, Betim (232.773), Ipatinga (164.861), Divinópolis (160.935), Governador Valadares (157.680), Sete Lagoas (151.099), Ribeirão das Neves (128.434) e Patos de Minas (127.571).

AUTOMÓVEIS – Em relação aos automóveis, o ranking mineiro é liderado por Belo Horizonte (1.723.946), Uberlândia (270.624), Contagem (205.952), Juiz de Fora (190.963), Betim (135.495), Uberaba (133.327), Montes Claros (103.590), Ipatinga (92.565), Divinópolis (87.952), Sete Lagoas (79.859), Ribeirão das Neves (77.440), Governador Valadares (68.688) e Patos de Minas (55.500 automóveis).

O ranking de motos também é liderado por Belo Horizonte (313.562), seguida por Uberlândia (131.210), Montes Claros (98.507), Uberaba (64.288), Contagem (61.961), Governador Valadares (59.887), Juiz de Fora (50.461), Ipatinga (42.701), Patos de Minas (41.416), Betim (40.959), Divinópolis (40.439), Sete Lagoas (36.496) e Ribeirão das Neves (31.336).

NORTE DE MINAS

No Norte de Minas, além de Montes Claros, o ranking as maiores frotas de veículos emplacados nos municípios é liderado por Janaúba, com 41.944 automotores. Em seguida, vêm Pirapora (31.141), Januária (28.605), Taiobeiras (27.916), Bocaiúva (27.245), Porteirinha (23.847), Salinas (22.817), São Francisco (20.147), Jaíba (19.339), Espinosa (18.845), Várzea da Palma (18.096), Brasília de Minas (14.649), Rio Pardo de Minas (13.792), Buritizeiro (11.713) e Francisco Sá (9.387).

O ranking dos automóveis no Norte de Minas, além de Montes Claros, é liderado por Pirapora, com 12.914 unidades. Em seguida, vêm Janaúba (12.674), Bocaiúva (12.048), Taiobeiras (8.821), Januária (8.372), Salinas (7.699), Várzea da Palma (6.912), Porteirinha (6.893), São Francisco (6.358), Brasília de Minas (5.989), Jaíba (5.920), Espinosa (5.082), Buritizeiro (4.354), Rio Pardo de Minas (4.167) e Francisco Sá (3.643).

DOMÍNIOS DAS MOTOS

No Norte de Minas, nove municípios têm mais motos do que automóveis: Janaúba, Januária, Espinosa, Jaíba, Porteirinha, Rio Pardo de Minas, São Francisco, Taiobeiras e Salinas. O ranking da linha de duas rodas é liderado por Janaúba (21.757), Januária (15.633), Porteirinha (13.360), Taiobeiras (12.576), Pirapora (12.216), Espinosa (11.307), Salinas (10.871), São Francisco (10.700), Jaíba (9.886), Bocaiúva (9.353), Rio Pardo de Minas (7.611), Várzea da Palma (6.874), Brasília de Minas (6.278), Buritizeiro (4.658) e Francisco Sá (3.601 motos).

Vendas de veículos avançam em Minas Gerais no 1º quadrimestre

O mercado de veículos seminovos e usados em Minas Gerais está aquecido. Considerando todos os segmentos analisados (automóveis, motos, comerciais leves e pesados e outros), o crescimento da venda no acumulado dos quatro primeiros meses de 2024 foi de 7,1% frente ao mesmo intervalo do exercício anterior. Foram 607.645 unidades comercializadas no Estado de janeiro a abril, conforme dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto).

Considerando as vendas totais, os resultados foram positivos nas demais análises feitas pela federação. Em abril deste ano frente igual mês de 2023, o avanço na comercialização foi de 31,4%. E na comparação com março, o incremento foi de 19,8%. Presidente da Associação dos Revendedores de Veículos de Minas Gerais (Assovemg), Glenio Leonardo de Oliveira Junior explica que vários fatores foram responsáveis pelo desempenho positivo da venda de veículos em Minas Gerais, entre eles, o aumento na geração de postos de trabalho no Estado e a redução nos últimos meses da taxa básica de juros, a Selic.

De fato, o emprego vem crescendo no Estado. Somente em março, Minas Gerais abriu 40,8 mil postos de trabalho com carteira assinada. O resultado foi o melhor para o mês desde 2020, quando iniciou a nova metodologia do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e representa alta em relação aos meses de janeiro e fevereiro deste ano, quando foram geradas 11,6 mil e 35,9 mil vagas, respectivamente.

Ainda conforme o Caged, no acumulado do primeiro trimestre de 2024, Minas gerou 88,4 mil empregos com carteira assinada, o maior volume para este intervalo desde 2021. E no último dia 8, o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), reduziu a meta para a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual. Com isso, a Selic passou para 10,50% ao ano. Foi o sétimo corte consecutivo, desde o início do afrouxo que começou em agosto de 2023, quando a taxa estava a 13,75% ao ano. Desde então, todos os ajustes haviam sido de meio ponto percentual.

SEMINOVOS

O dirigente destaca o desempenho na comercialização por tempo de uso da categoria de seminovos, que contabilizou alta de 28,9% no primeiro quadrimestre de 2024 ante o mesmo período do ano anterior, totalizando 117.680 unidades. “Entre outras vantagens dos seminovos está a garantia de fábrica”, observa. Além dos fatores macroeconômicos positivos, Oliveira Junior observa que o preço alto dos veículos novos contribui para que o consumidor opte pelos seminovos, que são mais acessíveis.

Os seminovos também registraram crescimento em abril frente a igual mês de 2023. A alta na comercialização foi de 46,5%. O avanço foi verificado na comparação com março, com elevação nas vendas de 25,1%.

Ainda na divisão por tempo de uso, em seguida, se destaca a venda dos chamados “usados jovens” (veículos de quatro a oito anos), com elevação de 5,6% na comercialização no 1º quadrimestre do ano. Nesse período, os “usados maduros” (nove a 12 anos) tiveram o menor resultado, com alta de 0,3%. E os classificados como “velhinhos” (com 13 anos ou mais) apresentaram crescimento na comercialização em Minas Gerais de 2,9%.

Considerando os automóveis, as vendas no 1º quadrimestre cresceram 6,7% frente ao mesmo intervalo de 2023, totalizando 355.413. Os comerciais leves também tiveram expansão (9,8%), bem como a comercialização das motos (8,3%). Já os comerciais pesados tiveram recuo de 3,3% na comercialização no período, assim como os outros (-1,7%).

No País, segundo relatório da Fenauto, as vendas em abril também tiveram resultados positivos e cresceram 11,3% em relação ao mês de março, além de serem 26,6% superiores ao mesmo mês de 2023. Com esse resultado, o acumulado de veículos comercializados no quadrimestre chegou a 4.840.992 de unidades, um resultado 10% maior do que o acumulado no mesmo período de 2023. Para o presidente da Assovemg, diante do cenário econômico atual, as perspectivas são de crescimento nas vendas mês a mês, podendo superar, no País, a marca recorde dos 15 milhões de veículos. (Juliana Gontijo, Diário do Comércio).

Frota chega a 246,7 mil veículos
NÚMERO de motos se aproxima de 100 mil e de automóveis supera a casa das 103 mil unidades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Congresso da AMM reúne prefeitos
Congresso da AMM reúne prefeitos
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Dirigentes se reúnem para votar porte de arma para advogados
Ocorrências de queimadas mais que dobraram em um mês em MG
Posto do Sine disponibiliza 92 vagas de empregos na cidade
CBM anuncia concurso com 329 vagas em Minas
Comunidades recebem Programa Água Doce
Município adia início do prazo de inscrições para o dia 1º de julho
Adolescente chama bombeiros ao ver cobra em refrigerador
Sudene quer criar Rede para fomentar inovação na região
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste