[views count="1" print="0"]

Encontro discutirá mudanças climáticas

Unicef e Amams promovem evento com adolescentes para mostrar agravamento da situação

O auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) sediará nessa quarta-feira, o Encontro de Adolescentes de Minas Gerais para discutir os impactos das mudanças climáticas. O evento é realizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em parceria com a Amams e tem como pauta a “Gincana Nucas pelo Clima e pela Alimentação Saudável.” Na programação da Gincana e da Campanha, está prevista atividade de socialização para partilha das experiências e aprofundamento no tema Mudanças Climáticas & Arboviroses.

O presidente da Amams, José Nilson Bispo de Sá, o “Nilsinho”, prefeito de Padre Carvalho, salienta que o Unicef tem credibilidade mundial para abordar temas como estes, pois lembra que os adolescentes da atualidade sofrerão os impactos das mudanças ambientais, ainda mais numa região castigada pela seca, por isto a Amams defende uma política de barramentos para segurar as águas das chuvas e, com isto, garantir água pra consumo humano. O projeto das barraginhas tramita no Ministério Público de Minas Gerais para receber recursos do fundo estadual do MP e ainda na Codevasf, para construir 1 milhão delas na região.

O Selo Unicef tem como proposta que os municípios devam trabalhar para que a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes seja um compromisso de toda a sociedade, não apenas da administração municipal (prefeitura ou algumas secretarias). Por isso, o Unicef recomenda a criação da Comissão Intersetorial do Selo Unicef, que deve incluir os seguintes integrantes: articulador(a) municipal; mobilizadores(as) de Adolescentes, de Educação, de Saúde e de Assistência Social; órgãos estratégicos da administração municipal, como as Secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social, Cultura, Esporte, Lazer e Comunicação; representação do CMDCA e do Conselho Tutelar; organizações da sociedade civil com experiência na área de promoção e defesa dos direitos da infância e da adolescência; lideranças adolescentes; Núcleo de Cidadania de Adolescentes (NUCA); lideranças comunitárias; e comunicadores. É importante que essa comissão faça uma articulação com os órgãos dos sistemas de Segurança e Justiça.

Nesta etapa na Amams o encontro será realizado com os Nucas que é o Núcleo de Cidadania de Adolescentes (NUCA) que tem um papel fundamental neste processo de mobilização, buscando promover participação e protagonismo social. Este evento contará com a presença da Lina Raquel, que ofertara oficina junto aos adolescentes no intuito de contribuir no processo de mobilização vinculado a pauta. O selo Unicef ocorre para monitorar como os municípios estão investindo de políticas públicas voltadas para o público infanto juvenil, o qual implica também nos indicadores sociais na garantia da defesa e proteção da criança e adolescentes.

Essa atividade integra a agenda do Selo Unicef, edição 2021-2024, e dialoga com os encaminhamentos e discussões da Conferência das Partes (COP), os quais são o resultado da Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas. “O diálogo entre Unicef, adolescentes e jovens busca formas para garantir e fortalecer políticas públicas que protejam os direitos humanos e o desenvolvimento sustentável. O aumento do calor, as cheias e secas dos rios, a poluição, o aumento do nível do mar, a extinção de espécies e outros efeitos das mudanças climáticas afetam de forma mais grave os quilombolas, os indígenas, os ribeirinhos e os mais vulneráveis. É essa população que necessita estar envolvida nessa discussão para que País avance no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e na ação ambiental global”, explica Mário Volpi, coordenador do Selo Unicef e chefe da Divisão de Desenvolvimento e Participação de Adolescentes do Unicef Brasil.

O encontro apresentará uma metodologia para as mudanças climáticas, com ênfase nos temas de soberania alimentar, segurança hídrica, gênero, raça e etnia, e participação de adolescentes e jovens na Agenda Climática. Para Lucinete Bezerra, coordenadora de projetos da Visão Mundial, o encontro presencial dos Nucas é um momento para capacitar as potencialidades dos adolescentes. “Esse encontro é um momento especial para os adolescentes, pois, por ser muito esperado por eles, preparamos uma programação com uma metodologia voltada para a troca de experiências de forma didática e lúdica, para que eles possam levar esse aprendizado para suas famílias, escolas e comunidades”, explica Lucinete.

Além disso, cada município poderá atualizar o Plano de Ação Integrado do Nuca, bem como apresentar os desafios da maratona #EntreNoClimaUnifec, a plataforma UReport e a iniciativa 1 Milhão de Oportunidades. “As mudanças climáticas com certeza é um tema relevante para debater e construir possíveis soluções com os adolescentes dos Nucas, pois se trata de uma realidade que já implica nessa geração. No entanto, esses adolescentes também são uma grande potência para ajudar a minimizar esses impactos, pois conseguem ser multiplicadores de conhecimentos, bem como são detentores de grandes ideias capazes de fazer grandes transformações”, afirmou Lourrana Souza, mobilizadora de adolescentes de Jordão.

O Núcleo de Cidadania de Adolescentes (Nuca) integra a metodologia do Selo Unicef, que reúne uma rede — plural, diversa e representativa — de adolescentes. É um espaço composto por meninas e meninos, entre 12 e 17 anos, sob a coordenação de um mobilizador de adolescentes, indicado pela gestão municipal. Nesta edição do Selo Unicef, o Nuca é estimulado a desenvolver ações que envolvam os temas: mudanças climáticas; prevenção da gravidez não intencional na adolescência; enfrentamento do racismo e das violências; e o empoderamento de meninas e promoção da igualdade de gênero, além de discutir questões indispensáveis sobre seus direitos, implementam ações e levam suas reivindicações à gestão pública municipal.

Encontro discutirá mudanças climáticas
O auditório da Amams será palco de debate sobre impacto das mudanças climáticas com adolescentes nesta quarta-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Moradores promovem protesto na MGC-122 neste sábado
Moradores promovem protesto na MGC-122 neste sábado
Crédito do BNB para as micro e pequenas empresas subiu 23%
Crédito do BNB para as micro e pequenas empresas subiu 23%
Câmara da Mulher Empreendedora realiza Café Conexão na terça-feira
Câmara da Mulher Empreendedora realiza Café Conexão na terça-feira
Rede Dr. Laser projeta loja na cidade
Rede Dr. Laser projeta loja na cidade
Barragem do Rio Juramento atinge 100% da capacidade
Barragem do Rio Juramento atinge 100% da capacidade
Cidade aparece bem no Censo do Saneamento
Cidade aparece bem no Censo do Saneamento
XIX Seminário da Mulher Empresária será realizado pela CDL de Montes Claros
XIX Seminário da Mulher Empresária será realizado pela CDL de Montes Claros
Governo acelera programa de regularização fundiária
Governo acelera programa de regularização fundiária
Rotary presta homenagens ao comemorar 30 anos
Dino toma posse como ministro do STF
Cartórios eleitorais do interior estão com telefones alterados
Caixa lança concurso com 2 vagas apenas para M. Claros
ADI questiona artigo do Código de Ética e Disciplina dos Militares de Minas Gerais
Várzea da Palma divulga chamada pública
Prazo para solicitar ou renovar Fies no BNB termina no dia 29
Receita alerta microempreendedor sobre erro na declaração anual
BANNER 2
Rotary presta homenagens ao comemorar 30 anos
Dino toma posse como ministro do STF
Carreta carregada de gesso tomba na Serra de Francisco Sá
Perseguição da PM termina em prisão e recuperação de caminhonete em Patis
Justiça Federal determina retorno de montes-clarense para tratamento em MG