Cidade continua com alto risco para transmissão de doenças

A Prefeitura de Montes Claros realizou, entre os dias 30 de outubro a 10 de novembro, o quarto Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) do ano de 2023.

A Prefeitura de Montes Claros realizou, entre os dias 30 de outubro a 10 de novembro, o quarto Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) do ano de 2023. O LIRAa demonstra que a cidade está com um índice de infestação de 5,96%, ou seja, a cada 100 casas pesquisadas pelos agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), seis continham focos do mosquito da dengue. Embora o município tenha realizado diversas ações de combate ao Aedes agypti e campanhas de conscientização com a população, os números mostram um pequena estagnação em relação ao LIRAa do mesmo período do ano passado, que apresentou um índice de infestação de 5,7%.

A situação em Montes Claros ainda é considerada de alto risco para transmissão de arboviroses, já que, segundo os parâmetros do Ministério da Saúde, o índice inferior a 1% é classificado como baixo risco, 1% a 3,9% médio risco, e acima de 3,9% alto risco de infestação. Os locais em que foram encontrados criadouros do Aedes aegypti com maior frequência foram:

* Depósitos móveis: vasos com plantas aquáticas, frascos com água, pratos de suporte para plantas, recipientes de degelo de geladeiras, bebedouros de animais, reservatório de climatizadores: 55,46%.

* Depósitos ao nível do solo: Armazenamento de água para consumo doméstico (barril, tina, tonel, tambor, depósito de barro, tanque, poço, cisterna, cacimba, etc): 16,02%.

* Depósitos fixos: tanques de alvenaria, depósitos em obras, piscinas, sanitários em desuso, caixas de passagens, ralos, canaletas e peças arquitetônicas:15,20%.

É importante ressaltar que o controle de um inseto tão domiciliado quanto o Aedes aegypti, haja vista que 97,04% dos focos foram encontrados nas residências, depende fundamentalmente da participação da população, que deve estar mobilizada e consciente de suas responsabilidades para reduzir o risco de doenças transmitidas pelo Aedes, pois a Prefeitura tem realizado todas as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde para controlar essas doenças em nossa cidade. Qualquer pessoa pode denunciar focos do mosquito através dos telefones 2211-4400 ou 0800 283 3330 (Disque Dengue).

As principais recomendações para evitar a proliferação do Aedes aegypti são:

• Providenciar limpeza periódica (1 vez por semana) e vedação dos tambores, tanques e qualquer outro tipo de reservatório a nível do solo, e usar toda a água reservada em período menor que o ciclo de reprodução (7 dias) do mosquito;

• Limpar periodicamente os ralos e caixas de passagens, bem como providenciar nivelamento correto e usar telas quando necessário;

• Destinar o lixo para coleta pública;

• Escoar a água dos pratos de plantas;

• Limpar e drenar calhas e lajes, principalmente em períodos que antecedem e durante as chuvas. Se possível, ajustar o nivelamento, proporcionando uma queda de água apropriada;

• Tratamento adequado em piscinas, mesmo que não estejam em uso;

• Limpar periodicamente lotes vagos de sua responsabilidade, bem como quintais de residências e dependências dos imóveis comerciais, indústrias e outros. Atividades para controle que estão sendo realizadas no município:

• Inspeções domiciliares para eliminação mecânica e química de criadouros do mosquito, incluindo os “dias D”, com o intuito de recolher o maior número possível de materiais inservíveis;

• Atividades educativas para orientar a população sobre como evitar focos do vetor;

• Aplicação de inseticida espacial para eliminação dos insetos adultos em locais onde ocorreram casos suspeitos de arboviroses;

• Sensibilização das instituições público-privadas, parceiros no Comitê Municipal de Combate à Dengue e Mobilização Social.

APESAR dos mutirões de limpeza, a cidade continua com alto índice de infestação do mosquito Aedes Aegypti

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
HDG promove vacinação contra a gripe para colaboradores
HDG promove vacinação contra a gripe para colaboradores
Região ganha reforço de leitos e CAPS
Região ganha reforço de leitos e CAPS
Jaíba recebe Selo Prata pelo alcance de metas do PNI
Jaíba recebe Selo Prata pelo alcance de metas do PNI
SES-MG e Ministério destinam R$ 89,9 milhões a municípios
SES-MG e Ministério destinam R$ 89,9 milhões a municípios
Hospital Aroldo Tourinho realiza Semana da Enfermagem
Hospital Aroldo Tourinho realiza Semana da Enfermagem
Deputado culpa Prefeitura pela crise na saúde
Deputado culpa Prefeitura pela crise na saúde
Hospitais do Norte de Minas propõem abertura de 141 leitos pediátricos
Hospitais do Norte de Minas propõem abertura de 141 leitos pediátricos
Salas de Vacinação em Montes Claros
Governo antecipa parcelas da dívida com municípios
Município entrega duas unidades de saúde
Vereador vê benefício para o Independência
Abertas inscrições para processo seletivo da SES-MG
Cenário aponta em média 14 pessoas diagnosticadas com a doença no Estado
Norte de Minas ainda não foi contemplado com a vacina
Serviços de atenção especializada vão receber mais de R$ 21 milhões
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito