Casos de dengue aumentam 96,52%

Pelo menos sete unidades da Federação já decretaram situação de emergência em saúde pública por causa da explosão de casos de dengue, doença causada pela picada do mosquito Aedes aegypti, assim como a febre chikungunya e o vírus zika.

Pelo menos sete unidades da Federação já decretaram situação de emergência em saúde pública por causa da explosão de casos de dengue, doença causada pela picada do mosquito Aedes aegypti, assim como a febre chikungunya e o vírus zika. São elas: Minas Gerais, Acre, Goiás, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Distrito Federal. Balanço divulgado nessa quarta-feira (28) pelo Ministério da Saúde mostra ainda que 154 municípios também decretaram emergência em razão dos casos de dengue. O decreto permite solicitar recursos extras para o combate à doença.

No Norte de Minas, decretaram situação de emergência os municípios de Montes Claros, São Francisco, Patis, Engenheiro Navarro, Botumirim, Bocaiúva, Glaucilândia, Ibiaí, Várzea da Palma, Lassance, Pirapora, Ponto Chique e Chapada Gaúcha. De acordo com a secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente, Ethel Maciel, as portarias do Governo Federal com os repasses específicos para esses casos começaram a ser publicadas na terça-feira (27/2), “já com dinheiro na conta”.

MONTES CLAROS

Em Montes Claros, os casos de dengue tiveram um aumento de 96,52% em uma semana, de acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG), na última segunda-feira (26/2). Saltou de 2.698 do último dia 19 para 5.302 nesta semana. Os casos de febre chikungunya também tiveram um aumento de 28,33%, passando de 120 para 154. Os registros de zika subiram de 4 para 6.

A situação também é preocupante em outros municípios do Norte de Minas. Em Januária, até segunda-feira, foram registrados 1.726 casos de dengue e 82 de chikungunya. Em Bocaiúva, foram 1.238 casos de dengue, com registro de um óbito de uma moça de 19 anos, além de 9 casos da febre. Grande número de casos de dengue também foram registrados em Salinas (917), Urucuia (707), Brasília de Minas (665), Lassance (551), São Francisco (490), Pirapora (405), Japonvar (383), Janaúba (370) e centenas de casos em outras cidades da região.

Em relação à febre chikungunya, além de Montes Claros e Januária, grande número de registro foi feito em Lassance (197), Pintópolis (99), Pirapora (95), Luislândia (85), Japonvar (31), Brasília de Minas (29), São João da Ponte (23), Capitão Enéas e Janaúba (18).

MINAS GERAIS

Até segunda-feira (26/2), Minas Gerais registrou 311.063 casos prováveis (casos notificados, exceto os descartados) de dengue. Desse total, 108.027 casos foram confirmados para a doença. Há 35 óbitos confirmados pela doença no Estado e 176 estão em investigação. Em relação à febre chikungunya, foram registrados 33.833 casos prováveis da doença, dos quais 21.688 foram confirmados.

Sete óbitos foram confirmados pela em Minas Gerais e 21 estão em investigação. Quanto ao vírus zika, foram registrados 54 casos prováveis. Foram confirmados seis casos da doença e não há óbitos confirmados.

Minas Gerais chegou a 101 cidades em situação de emergência por conta da epidemia de dengue. A lista de municípios foi atualizada na segunda-feira (26). O decreto permite a contratação de serviços de assistência à população de forma mais rápida. O aumento de localidades acompanha o salto no número de casos e mortes da doença no Estado. Já mais de 108 mil doentes. Já os óbitos somam 35 confirmados, três a mais que o último boletim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Saúde repassa R$ 2,4 milhões para a prevenção de doenças
Saúde repassa R$ 2,4 milhões para a prevenção de doenças
HDG conscientiza colaboradores sobre a segurança no trabalho
HDG conscientiza colaboradores sobre a segurança no trabalho
Santa Casa Montes Claros recebe oficina de libras
Santa Casa Montes Claros recebe oficina de libras
Ministério destina R$ 23,3 mi à região
Ministério destina R$ 23,3 mi à região
Deputada repassa R$ 500 mil em emenda ao HDG
Deputada repassa R$ 500 mil em emenda ao HDG
Maçonaria busca apoio para o Hospital do Trauma
Maçonaria busca apoio para o Hospital do Trauma
Abril Verde e Azul é realizado na Santa Casa
Abril Verde e Azul é realizado na Santa Casa
Setor de endemias promove palestra na Apae de Monte Azul
Setor de endemias promove palestra na Apae de Monte Azul
Quase 4 bilhões de pessoas correm risco de infecção pelo mosquito Aedes
CRAS realiza campanha nas escolas da sede e zona rural para conscientizar mulheres
Guerra contra o Aedes aegypti chega ao Planalto nesta quinta
Comissão de Saúde é favorável a uso de bactéria no combate à dengue
Unicef faz apelo aos municípios para a vacinação dos estudantes
Consumo de serviços de saúde avança 10,3% após pandemia
Inscrições para o Concurso da Saúde terminam nesta quinta
Mutirão de Prevenção do Câncer será nesta sexta
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos