[views count="1" print="0"]

Zema mostra tecnologia para revolucionar mercado de baterias

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) deve iniciar no próximo trimestre, em Araxá, no Alto Paranaíba, a produção de materiais para nova geração de baterias, que utilizam solução avançada capaz de impulsionar a transição energética global.

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) deve iniciar no próximo trimestre, em Araxá, no Alto Paranaíba, a produção de materiais para nova geração de baterias, que utilizam solução avançada capaz de impulsionar a transição energética global. Largamente produzido no Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha, o lítio é fundamental para a produção de baterias com maior tempo de duração.

A tecnologia foi apresentada ao governador Romeu Zema, do Novo, na sede da Toshiba, na cidade japonesa de Kawasaki, empresa que desenvolveu o novo método em parceria com a CBMM. O encontro fez parte do primeiro dia de compromissos do governador no Japão. Ele também se reuniu com a Mitsui e Oji Holdings.

Em 2018, a CBMM formalizou parceria com a Toshiba Corporation para o desenvolvimento de baterias de lítio com ânodos de óxidos mistos de nióbio e titânio, para uso principalmente em veículos elétricos, dos de passeio às máquinas pesadas. Esse é um avanço para atrair mais empresas interessadas em fabricar as cargas elétricas em Minas Gerais, fortalecendo a cadeia produtiva de lítio, nióbio e outros elementos.

Abundante no Norte de Minas e no Vale do Jequitinhonha, o lítio é um elemento essencial para a produção de baterias de longa duração. Assim como o nióbio – com 80% da produção mundial concentrada em Minas Gerais – o lítio também se destaca no objetivo de eletrificação, por suas propriedades. Entre as vantagens dessa nova tecnologia que combina os dois minerais estão, por exemplo, maior durabilidade das baterias e carregamento ultrarrápido.

Segundo Rogério Ribas, gerente executivo do Programa de Baterias da CBMM, a parceria com a Toshiba resultou na aplicação do óxido de nióbio nas baterias de íons de lítio, fornecendo características especiais para esse componente. A nova bateria apresenta uma densidade volumétrica duas vezes superior às oferecidas por baterias convencionais (que utilizam ânodos com grafite), contribuindo, assim, para a redução do tamanho dos packs de baterias, diminuindo peso e o espaço ocupado nos veículos.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Fernando Passalio, a nova tecnologia desenvolvida no estado pode resolver um dos grandes gargalos para a popularização dos veículos elétricos, que é o tempo de recarga.

CADEIA PRODUTIVA – A nova planta de óxidos da CBMM terá capacidade produtiva de 3 mil toneladas por ano de óxidos mistos para baterias, aplicáveis em tecnologias de carregamento ultrarrápido e seguro, de alta potência e maior vida útil, movimentando toda a cadeia produtiva do lítio. A produção vai começar com escala menor, mas as novas baterias já devem estar disponíveis no mercado até o fim do ano que vem.

Para o CEO da Invest Minas, João Paulo Braga, a fábrica de matéria-prima para as baterias potencializa a atração de investimentos para o estado. “Certamente, será uma tecnologia que chamará a atenção de montadoras de todo o mundo. E, para elas, é muito melhor estar próximo de quem extrai o lítio e que produz as baterias, o que resulta em ganhos fiscais e de competitividade. Minas Gerais se tornará ainda mais atrativa para empresas que querem atuar na cadeia do lítio e da transição energética global”, ressaltou Braga.

EXPERTISE – A CBMM possui parceria com a Volkswagen Caminhões e Ônibus para aplicar e testar, em ônibus elétricos, as baterias desenvolvidas com a Toshiba. O CEO da Companhia Brasileira de Lítio (CBL), Vinícius Alvarenga, espera crescimento ainda maior do mercado com a evolução tecnológica.

“A CBMM tem histórico de grandes investimentos em pesquisa e desenvolvimento. Por isso vemos essa tecnologia com ótimos olhos para o mercado de lítio”, afirmou. A CBL opera desde 1991 e é a mais antiga empresa de extração de lítio em Minas, com cerca de 700 empregados no Vale do Jequitinhonha.

O governador Romeu Zema também cumpriu duas agendas em Tóquio. Ele se reuniu com dirigentes da Mitsui, empresa que atua com comércio e investimentos em energia, infraestrutura, alimentos, varejo e outros. Foram apresentadas as possibilidades abertas com o Vale do Lítio para agregar valor a produtos essenciais na transição energética.

Também em Tóquio, o governador se reuniu com diretores da Oji Holdings que atua em Minas Gerais por meio da Cenibra, uma das maiores exportadoras de celulose do mundo. Foram discutidas possibilidades de expansão da empresa. A empresa também apresentou ao governador o desenvolvimento de embalagens sustentáveis, produzidas a partir da celulose, sem utilização de plástico

Zema mostra tecnologia para revolucionar mercado de baterias
Romeu Zema apresenta as potencialidades de Minas Gerais a empresários japoneses

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Vices firmam aliança para eleições municipais
Vices firmam aliança para eleições municipais
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Deputado libera recursos para mobilidade urbana
Deputado libera recursos para mobilidade urbana
Câmara defende atenção à saúde e infraestrutura
Câmara defende atenção à saúde e infraestrutura
Maurício recebe convites para disputar a Prefeitura
Maurício recebe convites para disputar a Prefeitura
Deputado vê omissão com recursos hídricos
Deputado vê omissão com recursos hídricos
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
TSE vai iniciar análise das resoluções na terça
Governo pagará parcelas da dívida com os municípios
Assembleia recebe vetos parciais ao PPAG e ao Orçamento de 2024
Prefeituras recebem segundo decênio do FPM de fevereiro
Programa Jovem Senador 2024 já recebe inscrições
Projeto define regras para proteger aposentado no crédito consignado
Câmara aprova PL que institui a Semana de Prevenção ao Bullying
BANNER 2
Governo autoriza contratação de 68 profissionais para o HU
PC prende padrasto por abusos cometidos contra enteada
Homem desaparece em Espinosa
Cão ajuda PM a encontrar drogas
Preso acusado de espancamento no Santo Inácio por causa de dívida em boteco