[views count="1" print="0"]

Unimontes coordena projeto da Rede Primeira Infância

Municípios mineiros foram divididos em cinco grupos para acompanhamento e assessoramento

A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), celebrada como instituição de Integração Regional, e, cumprindo o seu papel social junto a diversas comunidades, dará início ao acompanhamento/assessoramento de 19 municípios do Norte e Noroeste de Minas Gerais, Vale do Jequitinhonha e Vale do Mucuri, para a elaboração do Diagnóstico da Primeira Infância e a elaboração dos Planos Municipais da Primeira Infância.

Em 31/3/2023, a Rede Primeira Infância (REPI/MG) lançou o Edital da Campanha “50 Planos Municipais pela Primeira Infância de Minas Gerais”. Embora a campanha tenha sido para 50 municípios, a REPI recebeu mais de cem inscrições de municípios mineiros para receber apoio técnico para a elaboração e aprovação dos Planos Municipais pela Primeira Infância (PMPIs). Esta iniciativa advém de uma articulação de organizações, movimentos, coletivos, universidades e pessoas físicas que atuam com a promoção dos direitos das crianças de 0 a 6 anos, criada em novembro de 2022.

Este trabalho da REPI está dividido em cinco grupos, sendo que o Grupo I, agrega o Norte de Minas e é composto pelas cidades de Coração de Jesus, Cristália, Espinosa, Fruta de Leite, Guaraciama, Itacambira, Itacarambi, Lassance, Mato Verde, Montes Claros, Pedras de Maria da Cruz, Várzea da Palma, Varzelândia. O Noroeste de Minas é representado por Buritis. No Vale do Jequitinhonha, as cidades participantes sãoAraçuaí, Couto de Magalhães de Minas, Jordânia, Turmalina. O Vale do Mucuri terá a participação de Setubinha. O Grupo I será coordenado pelas professoras da Unimontes: a assessora do Reitoria, Jussara Maria de Carvalho Guimarães; Leni Maria Silva Pereira; Geusiane Pereira Silva Nascimento, e representando o Consórcio Intermunicipal da Área Mineira da Sudene (Cimans), Karla Eriely Pereira Magalhães.

“A Unimontes agrega a esta Rede ações importantes referentes ao acompanhamento de todo o processo de elaboração do diagnóstico da Primeira Infância, bem como da implantação, operacionalização, implementação, avaliação e monitoramento dos Planos Municipais da Primeira Infância nos municípios citados”, ressalta a coordenadora do grupo e professora Jussara Maria de Carvalho Guimarães.

Ainda de acordo com a professora Jussara Guimarães, inicialmente será elaborado o Diagnóstico Situacional da Primeira Infância que é uma ferramenta que reúne indicadores populacionais, socioeconômicos, de saúde, educação, assistência social e cultura, além de dados e informações sobre a rede de serviços disponíveis no município. A realização do Diagnóstico deve ser acompanhada pela Comissão Municipal instituída para tal, em articulação com profissionais da rede de serviços. Após a realização do diagnóstico, iniciará a elaboração dos Planos Municipais pela Primeira Infância – PMPIs, seguindo quatro eixos estratégicos:

• I. Garantir as condições para a articulação intersetorial dos programas, projetos e ações para o atendimento integral na primeira infância.

• II. Garantir a todas as crianças na primeira infância educação, cuidados e estímulos que contribuam para seu desenvolvimento integral.

• III. Garantir a proteção e dar condições para o exercício dos direitos e da cidadania na primeira infância.

• IV. Garantir o direito à vida, à saúde e à boa nutrição a gestantes e crianças na primeira infância.

Os representantes dos municípios estão participando de um curso de formação iniciado em 11/9/2023 que vai até o dia 5/12/2023. Em novembro, haverá atividades remotas e um encontro presencial, promovido pela Unimontes, Cimans e a Rede Mineira da Primeira Infância cuja Secretaria Executiva é composta pelo Movimento BH pela Infância, pela Unifenas e pela UNCME-MG. Além da Secretaria Executiva, há coordenações regionais para o acompanhamento das ações de implantação dos Planos Municipais pela Primeira Infância – PMPI.

POLÍTICAS PÚBLICAS – Este processo está alicerçado e em consonância com a Lei nº 13.257 de 8 de março de 2016, que estabelece princípios e diretrizes para a formulação e a implementação de políticas públicas para a primeira infância e em atenção à especificidade e à relevância dos primeiros anos de vida no desenvolvimento infantil e no desenvolvimento do ser humano. Em 6/10/2022, aconteceu a cerimônia de lançamento da Rede Mineira Da Primeira Infância (REPI/MG), representando um foro de articulação aberto à participação de organizações e pessoas que atuam direta ou indiretamente na promoção, proteção, defesa e garantia dos direitos de crianças de até seis anos de idade, como etapa inicial do desenvolvimento da pessoa humana.

A Plataforma “Observa” mostra que 99% dos municípios mineiros ainda não conseguiram elaborar e aprovar seus PMPIs, mesmo após sete anos do Marco Legal da Primeira Infância. Em Minas Gerais, apenas dois municípios têm o seu Plano Municipal pela Primeira Infância aprovados – PMPI do município de Jequitinhonha (plano aprovado em 2014) e PMPI do município de Alfenas (plano aprovado em 2022).

Unimontes coordena projeto da Rede Primeira Infância
Embora a campanha tenha sido para 50 municípios, foram mais de cem inscrições de municípios mineiros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Unimontes abre inscrições para o programa de assistência a alunos
Unimontes abre inscrições para o programa de assistência a alunos
Estimativa do salário-educação para o município é de R$ 15,7 mi
Estimativa do salário-educação para o município é de R$ 15,7 mi
Município inicia a implantação do Ensino em Tempo Integral
Município inicia a implantação do Ensino em Tempo Integral
Prefeitura e UnifipMoc - Afya assinam acordo que garante desconto para servidores e dependentes
Prefeitura e UnifipMoc - Afya assinam acordo que garante desconto para servidores e dependentes
Governo do estado autorizou concurso na Unimontes para a contratação de 321 novos professores para a instituição
Governo autoriza concurso na Unimontes
Concurso da Educação abre 1.440 vagas
Concurso da Educação abre 1.440 vagas
Município investe em qualificação para o aperfeiçoamento da Ensino
Município investe em qualificação para o aperfeiçoamento do Ensino
SME amplia o Ensino em Tempo Integral
SME amplia o Ensino em Tempo Integral
Januária prorroga prazo por um ano para contratação
Cidade realizará uma seletiva dos Jogos Escolares de Minas
Senac abre inscrições para 11 cursos profissionalizantes
Pirapora abre Ano Escolar 2024 com Jornada Pedagógica
Aberta seleção para coordenador de curso na UAB
MP faz recomendação à Prefeitura de Ninheira
Campus Salinas com vagas abertas
IFNMG-Campus Januária abre inscrições para ocupação de vagas remanescentes
BANNER 2
Governo autoriza contratação de 68 profissionais para o HU
PC prende padrasto por abusos cometidos contra enteada
Homem desaparece em Espinosa
Cão ajuda PM a encontrar drogas
Preso acusado de espancamento no Santo Inácio por causa de dívida em boteco