Operação desmonta esquema de entrada ilegal de itens em presídios

O Ministério Público de Minas Gerais, por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Regional Governador Valadares e da 11ª Promotoria Criminal da cidade deflagraram nessa quinta-feira (19), a Operação "Espelho Meu".

O Ministério Público de Minas Gerais, por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Regional Governador Valadares e da 11ª Promotoria Criminal da cidade deflagraram nessa quinta-feira (19), a Operação “Espelho Meu”.

O objetivo é apurar a facilitação do ingresso de aparelhos celulares e outros objetos proibidos em estabelecimento prisional, crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, tráfico ilícito de drogas e facilitação de fuga praticados por integrantes de organização criminosa. No Norte de Minas foram cumpridos mandados apenas em Francisco Sá. As outras cidades em Minas foram Governador Valadares, Ponte Nova e Belo Horizonte, e nas cidades de Vitória e Serra, no Espírito Santo.

Segundo o MP, conforme as investigações, a organização criminosa contribui, mediante pagamento, para o ingresso de aparelhos celulares, drogas e outros itens proibidos no sistema prisional, além do uso e comércio deles pelos detentos. A facilitação para o ingresso envolve servidores públicos, presos integrantes de organizações criminosas, outros escolhidos como “faxinas” nos pavilhões, além de familiares dos envolvidos.

Ainda conforme a investigação, os presos com acesso aos aparelhos, continuavam a comandar o tráfico de drogas e crimes violentos e ainda lucravam com aluguéis ou revendas dos celulares a outros detentos da unidade prisional. Foram cumpridos, 17 mandados de busca e apreensão e 1 afastamento de função pública, determinados pelo Juízo da Terceira Vara Criminal da Comarca de Governador Valadares.

OPERAÇÃO “ESPELHO MEU” – Os aparelhos celulares de grande valor comercial são apelidados pelos presos de “espelho”, daí o nome da operação, segundo o MP. Participaram da operação as polícias Militar, Civil e a Corregedoria da Secretaria de Estado e Justiça e Segurança Pública do Estado de Minas Gerais, o Gaeco/BH, o Gaeco/ Ipatinga e o Gaeco do Espírito Santo.

A operação contou ainda com seis promotores de justiça dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo, 53 policiais militares, 1 policial civil, 23 policiais penais e 12 policiais militares do Estado do Espírito Santo, além do apoio do helicóptero da PM, Pégasus e de cães.

Operação desmonta esquema de entrada ilegal de itens em presídios
Operação Espelho Meu apura facilitação do ingresso de aparelhos celulares e outros objetos em estabelecimento prisional, além de outros crimes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Pedestre fica ferido ao ser atropelado por carro
Pedestre fica ferido ao ser atropelado por carro
Vítimas de acidente em estradas federais caem 60% em Minas Gerais
Vítimas de acidente em estradas federais caem 60% em Minas Gerais
Criminosos rendem motorista de coletivo e tentam incendiar veículo
Criminosos rendem motorista de coletivo e tentam incendiar veículo
Casos de ‘stalking’ crescem 40% em um ano em Minas Gerais
Casos de ‘stalking’ crescem 40%em um ano em Minas Gerais
Homem condenado a 166 anos por abusos sexuais contra quatro filhas
Homem condenado a 166 anos por abusos sexuais contra quatro filhas
PRF faz operação com 800 policiais nas rodovias de MG
PRF faz operação com 800 policiais nas rodovias de MG
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
Forças de segurança protestam por reajuste
Cegonheira apreendida e motorista detido por direção perigosa na 251
Assaltantes levam mochila com R$ 38 mil
Bandidos invadem casa em Janaúba e roubam R$ 100 mil
Criminosos fingem ajudar motociclista para assaltá-lo
PC investiga suposto envenenamento de duas irmãs de 3 e 6 anos em Jaíba
Operação Corpus Christi nas rodovias do Norte de Minas
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste