Sine garante inserção no mercado de trabalho

Em quatro anos, postos do órgão em Minas fizeram mais de 4,7 milhões de atendimentos

As 133 unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Minas garantiram, de janeiro de 2019 a dezembro do ano passado, 4.765.182 atendimentos aos trabalhadores. Coordenados no estado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedese), os postos do Sine têm papel fundamental na adoção de políticas públicas para assegurar a inserção ou reinserção de pessoas no mercado formal de trabalho, emissão de Carteiras de Trabalho Digital e até mesmo a postagem do seguro-desemprego, para facilitar a liberação desse recurso o mais rápido possível para o trabalhador que se encontra desempregado.

Neste período, foram feitos 1.031.618 de encaminhamentos de trabalhadores às 402.225 vagas disponibilizadas pelas empresas, o que garantiu a colocação de 92.494 pessoas no mercado formal de trabalho. Só neste ano, de janeiro a junho, as 133 unidades do Sine fizeram 527.947 atendimentos, o que assegurou uma vaga de emprego com carteira assinada a 12.719 pessoas. Ao todo, nesses seis meses, foram feitos 183.597 encaminhamentos às 70.972 vagas oferecidas pelas empresas nos postos do Sine.

SELEÇÃO – Nas próprias unidades do Sine no estado é feita a inscrição do trabalhador que se encontra desempregado e as empresas podem disponibilizar as vagas para colocação. Nesses espaços também, o empresário pode inclusive fazer o processo de seleção para tentar garantir tempo e agilidade no preenchimento da vaga.

Nos últimos anos, a Sedese tem intensificado também o trabalho de busca ativa junto ao empresariado de cada região para tentar ampliar o número de oportunidades de emprego nas unidades do Sine. Nos municípios ou regiões onde existem os postos, as equipes se reúnem com representantes das empresas para que elas possam fazer todo o processo de seleção por meio do Sine. Além disso, a Secretaria tem investido na qualificação de gestores e funcionários das unidades do Sine em Minas, para permitir, cada vez mais, um atendimento humanizado e de qualidade aos trabalhadores que precisam recorrer aos postos em busca de algum dos serviços disponibilizados nas unidades.

Arthur Hélio Albergaria Campos, subsecretário de Inclusão Produtiva, Trabalho, Emprego e Renda da Sedese, salienta que os postos do Sine são a porta de entrada do trabalhador no mercado formal de trabalho. Além da capacitação de gestores e funcionários das unidades do Sine para um atendimento mais humanizado, ele salienta que é importante a qualificação de trabalhadores para facilitar o acesso às vagas disponibilizadas pelas empresas.

“Nos últimos quatro anos, o Governo de Minas vem atraindo investimentos de grandes empresas para o nosso estado. Com isso, aumentamos, e muito, os postos de trabalho, sendo um dos estados que mais gerou empregos. Queremos aumentar a oferta de capacitação para esses trabalhadores, para que a gente amplie a mão de obra qualificada e consiga ocupar ainda mais as vagas de empregos ofertadas em nosso Estado”, enfatizou, lembrando que a Sedese tem investido ainda na modernização das unidades do Sine em Minas e na digitalização dos serviços.

MAIS FACILIDADE – Para reduzir custos e permitir mais agilidade no acesso às vagas disponibilizadas pelas empresas, a Sedese lançou, em fevereiro do ano passado, o Painel de Vagas do Sine. Por meio desta ferramenta, o trabalhador não precisa mais perder tempo e dinheiro para ir aos postos do Sine verificar as vagas existentes no dia a dia. Basta acessar o painel por meio de um computador ou mesmo Smartphone e fazer a busca pela vaga que procura no mercado de trabalho. A ferramenta permite, por exemplo, selecionar os postos de trabalho oferecidos pelas empresas por região, município ou mesmo por unidades do Sine. Desta forma, o trabalhador já sai de casa sabendo que em determinado posto há a vaga que procura.

Todas as vagas de emprego estão disponíveis no Portal Emprega Brasil. Os interessados também podem se cadastrar no aplicativo Sine Fácil, disponível para os aparelhos celulares com sistemas operacionais Android ou iOS. O atendimento presencial de intermediação de mão de obra nas unidades pode ser feito também por meio de agendamento pela internet.

PONTE DIGITAL – Com a pandemia de covid que atingiu o país a partir de março de 2020, muitos serviços do Sine passaram a ser acessados de forma digital. Pensando em auxiliar os trabalhadores nesse processo, a Sedese lançou o projeto Ponte Digital, por meio do qual uma equipe da Secretaria auxilia os trabalhadores a acessar, de forma fácil e ágil, serviços como carteira de trabalho digital, habilitação ao seguro-desemprego, e até mesmo as próprias vagas de emprego oferecidas pelas empresas.

Atualmente, o Ponte Digital já está implantado em 15 unidades do Sine e se encontra em fase de implementação em outras 11 unidades. De 2001 até agora, o projeto já garantiu o atendimento a 2.635 trabalhadores, sendo 513 somente neste ano até junho. A intenção da Sedese é levar essa oportunidade aos municípios que ainda não possuem Sine no Estado.

Segundo a diretora de Monitoramento e Articulação de Oportunidades de Trabalho da Sedese, Amanda Siqueira Carvalho, durante o período de pandemia de covid e o consequente isolamento social, a Secretaria buscou ampliar a oferta de serviços on-line para os trabalhadores, como o suporte de vagas de emprego e o projeto Ponte Digital.

“Essas iniciativas são de extrema importância para viabilizar e agilizar o acesso dos trabalhadores aos serviços de intermediação de mão de obra e seguro-desemprego ofertados pelo Sine. Para além dessa política, o Governo de Minas, tem trabalhado continuamente na atração de investimentos, o que possibilita a abertura de empregos diretos e indiretos nos municípios mineiros. Nesse sentido, nós apontamos a importância do Sine para atender as demandas do mercado”, salienta, lembrando que a eficiência na colocação de trabalhadores contribui também para o crescimento econômico do estado.

Sine garante inserção no mercado de trabalho
Os postos do Sine são a porta de entrada para a inserção e reinserção no cada vez mais competitivo mercado de trabalho em Minas Gerais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Passageiros ficam feridos após veículo passar por quebra-molas
Passageiros ficam feridos após veículo passar por quebra-molas
Nariz vence o sexto Torneio de Purrinha do Bar Casa de Gegê
Nariz vence o sexto Torneio de Purrinha do Bar Casa de Gegê
PM salva bebê engasgado com leite em Serranópolis de Minas
PM salva bebê engasgado com leite em Serranópolis de Minas
Endividamento de famílias chega a 77,4%
Endividamento de famílias chega a 77,4%
Menino de 5 anos morre afogado em um tanque
Menino de 5 anos morre afogado em um tanque
Confraria Amigos da Bola mata saudades com reprise de filme
Confraria Amigos da Bola mata saudades com reprise de filme
Município registra calor de 39ºC e umidade do ar pode cair para 10%
Município registra calor de 39ºC e umidade do ar pode cair para 10%
Vereador e moradores celebram chegada do asfalto ao Vera Cruz
Vereador e moradores celebram chegada do asfalto ao Vera Cruz
No data was found
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito