[views count="1" print="0"]

SES-MG investe na ampliação da Rede de Atenção Psicossocial

SES-MG investe R$470 mil para novos Centros de Atenção Psicossocial em 19 municípios do Norte de Minas. Ampliação visa atender demanda pós-pandemia. Saiba mais.

Dezenove municípios que compõem a macrorregião de saúde do Norte de Minas estão sendo contemplados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG) com a disponibilização de R$ 470 mil para a implantação de novos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) nas modalidades I e Infanto-Juvenil. A implantação dos novos centros está prevista na Deliberação 4.441 da Comissão Intergestores Bipartite do Sistema Único de Saúde (CIB-SUS) e na Resolução 9.121, publicadas dia 10 de novembro.

A referência técnica em saúde mental na Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros (SRS), Alcina Mendes Brito explica que “o recurso disponibilizado pela SES-MG é para o município implantar o serviço. Posteriormente, a Secretaria de Estado da Saúde deverá publicar nova resolução definindo a alocação de recurso financeiro para o custeio dos serviços por um período de doze meses, até que o Ministério da Saúde publique a habilitação dos novos CAPS. A ampliação da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) é importante, tendo em vista o aumento dos adoecimentos psicossociais pós pandemia, especialmente entre o público infanto-juvenil”.

Em todo o Estado, o investimento da SES-MG é superior a R$ 2,2 milhões na implantação de 96 novos CAPS. Aliado à ampliação da Rede de Atenção Psicossocial, o investimento objetiva viabilizar o atendimento qualificado da população de forma territorializada e implantar serviços com estrutura adequada para o atendimento dos usuários da rede.

Para cada CAPS infanto-juvenil é destinado investimento de R$ 30 mil. Já para a implantação dos CAPS na modalidade I estão sendo disponibilizados R$ 20 mil. A previsão é de que os recursos sejam repassados aos fundos municipais de saúde até dezembro deste ano.

A definição das localidades que receberão os novos Centros de Atenção Psicossocial levou em conta os serviços pactuados no Plano de Ação da RAPS a serem implantados em 2023 e 2024; serviços com pactuação em CIB até outubro deste ano e serviços implantados neste ano que ainda não foram habilitados pelo Ministério da Saúde.

Na área de atuação da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros está prevista a implantação de cinco CAPS infanto-juvenil. Os municípios contemplados são: Bocaiúva; Coração de Jesus; Francisco Sá; Jaíba e Taiobeiras.

Ainda na área de jurisdição da SRS de Montes Claros serão implantados CAPS I em Espinosa; Mato Verde e Santo Antônio do Retiro.

Quatro municípios da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Januária vão implantar novos CAPS infanto-juvenil: Brasília de Minas; Manga; São Francisco e Januária. Já em Lontra, Montalvânia, São João das Missões, Ubaí e Urucuia serão instalados cinco CAPS I.

Também em Santa Fé de Minas e Ibiaí, que integram a área de atuação da GRS de Pirapora, estão previstos a implantação de dois CAPS I.

SERVIÇOS – Os Centros de Atenção Psicossocial são pontos de atenção estratégicos da Rede de Atenção Psicossocial. Unidades que prestam serviços de saúde de caráter aberto e comunitário, constituído por equipe multiprofissional que atua sobre a ótica interdisciplinar e realiza prioritariamente atendimento às pessoas com sofrimento ou transtorno mental, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial.

Os CAPS infanto-juvenil atendem crianças e adolescentes que apresentam prioritariamente intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas, e outras situações clínicas que impossibilitem estabelecer laços sociais e realizar projetos de vida. Essa modalidade de CAPS é indicada para municípios ou regiões com população acima de 150 mil habitantes.

Já os CAPS I atendem pessoas de todas as faixas etárias que apresentam prioritariamente intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas. É indicado para municípios ou regiões de saúde com população entre 15 mil a 70 mil habitantes.

SES-MG investe na ampliação da Rede de Atenção Psicossocial
Rede de Atenção Psicossocial será ampliada no Norte de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

COMITÊ DEFINE AÇÕES DE PROTEÇÃO DAS CRIANÇAS E DOS ADOLESCENTES
Comitê define ações de proteção das crianças e dos adolescentes
Secretaria anuncia retorno das aulas do Proerd
Secretaria anuncia retorno das aulas do Proerd
Presidente da AL defende moradias populares
Presidente da AL defende moradias populares
Senado analisa projeto que isenta comprador de custas de cartório
Senado analisa projeto que isenta comprador de custas de cartório
Governo começa a pagar Cartão Pipa
Governo começa a pagar Cartão Pipa
População de Pirapora recebe mais 200 Cartões Feira
População de Pirapora recebe mais 200 Cartões Feira
Conselho Tutelar denuncia falta de apoio da Prefeitura
Conselho Tutelar denuncia falta de apoio da Prefeitura
Bolsa Família paga R$ 18 milhões a 26,7 mil famílias em M. Claros
Bolsa Família paga R$ 18 milhões a 26,7 mil famílias em M. Claros
Somente 20% das brasileiras conhecem a Lei Maria da Penha
Vereador garante aplicação de lei em benefício de deficientes
Comissão aprova inclusão de jovens de 18 a 21 anos no Bolsa Família
Ipsemg oferecerá serviço de Assistência Domiciliar
Cliente vai ser indenizado por erro na entrega de ternos
Sejusp e OAB firmam parceria para atendimentos em unidades prisionais
Prefeitura garante continuidade da merenda na transição de ano
Comitê avalia situação da população de rua
BANNER 2
Escola supera marca de quase 700 mil certificações
Jovem preso com drogas em Janaúba
PC conclui inquérito sobre desvio de verbas públicas
Acusado de matar jovem no dia do aniversário pega 16 anos de prisão
Jovem baleado pula muro de casa e é socorrido por populares