SES e Cosems garantem que regulação médica não sofrerá alterações na região

O fluxo de regulação médica pré-hospitalar e hospitalar em urgência não sofrerá alterações no Norte de Minas, mesmo depois da publicação do Decreto 4.785, realizado dia 3 de maio pela Prefeitura de Montes Claros.

O fluxo de regulação médica pré-hospitalar e hospitalar em urgência não sofrerá alterações no Norte de Minas, mesmo depois da publicação do Decreto 4.785, realizado dia 3 de maio pela Prefeitura de Montes Claros. O decreto restringe o encaminhamento de pacientes de outros municípios para atendimento na rede hospitalar local.

“Ressalta-se que o município de Montes Claros é polo da macrorregião Norte e, dessa forma, possui os maiores prestadores hospitalares da região, assim como a disponibilidade dos serviços de alta complexidade.

Para tanto, recebe recursos federais por meio da Programação Pactuada Integrada (PPI), assim como estaduais, por meio das diversas políticas pactuadas, como o Valora Minas, para manter a oferta de serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS)”, destaca nota conjunta publicada no dia 4 de maio pelo secretário de estado da Saúde, Fábio Baccheretti Vitor e pelo presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems), Edivaldo Farias da Silva Filho.

“Primeiramente, é imprescindível considerar o aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – (SRAG) em crianças e adolescentes em todo o país, não sendo diferente no Estado de Minas Gerais, que está atravessando um período de sazonalidade para o vírus e crescimento das solicitações de internações em pediatria”, pontua a nota.

Diante do Decreto 4.785, a SES-MG e o Cosems lembram que a regulação estadual atua na rede pública de saúde em urgência e emergência e segue o preconizado pela Deliberação 3.941, da Comissão Intergestores Bipartite do Sistema Único de Saúde (CIB-SUS), publicada dia 21 de setembro de 2022.

Dentre as responsabilidades estabelecidas na normativa consta a regulação médica pré-hospitalar e hospitalar em urgência; o controle dos leitos disponíveis nos municípios; a padronização das solicitações por meio de protocolos e o estabelecimento das referências intermunicipais e interestaduais, cabendo ao Estado a regulação das urgências intermunicipais, respeitando prioritariamente a PPI; o Plano Diretor de Regionalização (PDR) e o desenho das redes de atenção à saúde.

“No entanto, esses instrumentos são norteadores para o acesso de urgência e emergência, não sendo, em hipótese alguma, um limitador, especialmente em situações de emergência em saúde pública ou calamidade”, observam o secretário de saúde e o presidente do Cosems.

A nota reforça que “o Sistema Estadual de Regulação Assistencial em Urgência e Emergência é de competência da SES-MG, por meio das Centrais Regionais de Regulação Assistencial (CRRA), que regulam as solicitações de transferências e internações”.

Fábio Baccheretti e Edivaldo Farias explicam ainda que “o fluxo de regulação do acesso à urgência e emergência possui a finalidade de viabilizar o acesso aos leitos hospitalares e recursos assistenciais no âmbito do Sistema Único de Saúde – (SUS). Ao dar entrada em estabelecimentos de saúde habilitados para esse tipo de atendimento, o mesmo irá inserir a solicitação de transferência/internação via sistema SUSfácil, contendo o laudo do paciente munido de informações detalhadas sobre o quadro clínico. Após registrada, essa solicitação será recebida pela Central Regional de Regulação Assistencial, que dará início à busca por leito que melhor atenda à condição de saúde do paciente na macrorregião de origem e/ou em todo o território mineiro, encerrando a atividade regulatória ao ofertar o acesso do usuário ao serviço adequado.

“A Central Regional de Regulação Assistencial do Estado continuará realizando a regulação do acesso à assistência de urgência e emergência de forma equânime e sem barreiras, funcionando os sete dias da semana, 24 horas”, reafirmam Fábio Baccheretti e Edivaldo Farias.

“A SES-MG e o Cosems tem trabalhado conjuntamente para reverter o cenário atual, tendo sido publicado, no último dia 29, o Plano de Ação Estadual para o Enfrentamento de Doenças Respiratórias na Área da Pediatria e continuamos estudando estratégias para melhorar a oferta de leitos de forma imediata para todos os usuários do Sistema Único de Saúde”.

SES e Cosems garantem que regulação médica não sofrerá alterações na região
A publicação do Decreto 4.785 restringe o encaminhamento de pacientes de outros municípios para atendimento na rede hospitalar local

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
População de Jaíba recebe reforço na saúde
População de Jaíba recebe reforço na saúde
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Saúde lança campanha de prevenção ao uso de cigarros eletrônicos no País
Semana de formação do Projeto Integra Chagas movimenta profissionais
Governo recebe aeronaves que vão reforçar transporte de órgãos vitais e a segurança
Laudo aponta morte de menina por parada cardiorrespiratória
Exames de câncer bucal serão realizados no Major Prates
Aprovado projeto sobre uso de bactéria para controle do mosquito da dengue
Salas de Vacinação em Montes Claros
Governo antecipa parcelas da dívida com municípios
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste