Operação Integrada promove fiscalização preventiva em barragens

O Governo de Minas realizou, de 22 a 26 de abril, a 7ª edição da Operação Especial Preventiva Integrada de Fiscalização de Barragens.

O Governo de Minas realizou, de 22 a 26 de abril, a 7ª edição da Operação Especial Preventiva Integrada de Fiscalização de Barragens. A ação conjunta promoveu vistorias preventivas em 21 barragens e suas zonas de autossalvamento. Dessas estruturas, 19 são de rejeitos da mineração/indústria e outras duas de acumulação de água, duas no município de Monte Azul, Norte de Minas.

A cada ano, duas fiscalizações preventivas são realizadas, uma no primeiro semestre, ao fim do período chuvoso, e outra no segundo semestre, antes do início do período chuvoso. O objetivo desta operação foi detectar possíveis anomalias em decorrência do período chuvoso, além de vistoriar as estruturas a montante que estão em nível de emergência. A edição anterior da operação especial foi realizada em outubro de 2023.

Este é mais um instrumento da política de segurança de barragens do Governo de Minas na prevenção de novos desastres. As ações são coordenadas pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e integram também esforços da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMAmb), Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil (Compdec).

Foram fiscalizados dois tipos de barragens: as destinadas à acumulação ou à disposição final ou temporária de rejeitos e resíduos industriais ou de mineração; e as barragens de água, que se enquadram na Política Nacional de Segurança de Barragens.

Os resultados parciais apontam problemas de conservação e manutenção em quatro estruturas, como surgências e trincas de canaleta. São elas: Barragem de Rejeitos da Serra da Fortaleza Mineração e Metalurgia; Barragem 7 da Mina de Ferrous Viga, da Vale S.A.; Barragem Sul Superior, da Mina de Águas Claras, da Vale S.A.; Barragem Solo Mole, da Usina de Ouro Branco, da Gerdau Açominas S.A.

De acordo com o diretor de Gestão de Barragens e Recuperação de Áreas de Mineração e Indústria da Feam, Roberto Gomes, a operação tem caráter preventivo e as constatações de campo motivarão uma série de notificações aos empreendedores para que procedam a devida manutenção da estrutura e garantam o pleno funcionamento dos dispositivos hidráulicos.

Até o momento, a Serra da Fortaleza Mineração e Metalurgia será autuada por não apresentar o Relatório de Inspeção Semestral, requisitado pela Portaria Feam 699/2023; e por apresentar a auditoria de segurança fora dos padrões estabelecidos pelo Decreto 48.140/2021.

No contexto da operação, o Corpo de Bombeiros Militar mapeou possíveis ameaças e riscos associados às barragens e coletou informações para o desenvolvimento de um plano de ação emergencial. O plano visa identificar previamente rotas de fuga, tempos de deslocamento e sistemas de alerta e alarme, além de priorizar o resgate de eventuais vítimas em áreas prioritárias. As ações reafirmam o papel da corporação em aumentar a resiliência aos desastres, desenvolvendo a gestão do risco nas comunidades.

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), disponibiliza diversos canais de denúncias ambientais e conta com o apoio da sociedade para monitorar e denunciar práticas evidentes ou suspeitas de irregularidades ambientais.

Veja abaixo a lista completa de estruturas fiscalizadas: Angical e José Custódio, no município de Monte Azul na região note-mineira.

Mina de Fazendão – Barragem Mosquito – Catas Altas

Mina de Brucutu – Barragem Norte/Laranjeiras – São Gonçalo do Rio Baixo

Minas de Brucutu – Barragem Torto – São Gonçalo do Rio Baixo

Minas de Água Limpa – Barragem Diogo – Rio Piracicaba

Minas de Água Limpa – Barragem Elefante – Rio Piracicaba Minas de Águas Clara – Sul Superior – Barão de Cocais

Mina Casa de Pedra Congonhas

De Fábrica – Forquilha – Ouro Preto

Mina de Fábrica – Forquilha II – Ouro Preto

Mina de Fábrica – Forquilha III- Ouro Preto

Errous Viga – Barragem 7 – Jaceaba

Mina do Pico – Barragem Maravilhas II – Itabirito

Mina do Pico – Barragem Cianita II – Itabirito

Mina de Abóboras – Barragem Vargem Grande – Nova Lima

Mina de Abóboras – Dique II – Nova Lima

Barragem de Rejeitos – Fortaleza de Minas

Barragem de Água – Fortaleza de Minas

Mina Serra Azul – Barragem Serra Azul – Itatiaiuçu – Usina de Ouro Branco e Barragem Solo Mole – Ouro Branco]

Operação Integrada promove fiscalização preventiva em barragens
Objetivo da operação nas barragens foi detectar possíveis anomalias em decorrência do período chuvoso, além de vistoriar estruturas em nível de emergência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Congresso da AMM reúne prefeitos
Congresso da AMM reúne prefeitos
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Dirigentes se reúnem para votar porte de arma para advogados
Ocorrências de queimadas mais que dobraram em um mês em MG
Posto do Sine disponibiliza 92 vagas de empregos na cidade
CBM anuncia concurso com 329 vagas em Minas
Comunidades recebem Programa Água Doce
Município adia início do prazo de inscrições para o dia 1º de julho
Adolescente chama bombeiros ao ver cobra em refrigerador
Sudene quer criar Rede para fomentar inovação na região
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste