[views count="1" print="0"]

Projeto social de Jiu-Jitsu e Judô carece de ajuda para se manter em pé

Um projeto social de Jiu-Jitsu e Judô em Montes Claros nascido em 2016 precisa de ajuda e mesmo assim tem sobressaído com a conquista de vários campeões e vice-campeões mirins mundiais e coleciona vários títulos brasileiros.

Um projeto social de Jiu-Jitsu e Judô em Montes Claros nascido em 2016 precisa de ajuda e mesmo assim tem sobressaído com a conquista de vários campeões e vice-campeões mirins mundiais e coleciona vários títulos brasileiros. O projeto social Cássio Werneck, que forma gratuitamente crianças e adolescentes na modalidade esportiva de 5 a 15 anos e com idades variadas venceu mais um campeonato realizado no último dia 8/10, na cidade, revelando oito campeões ao ser promovido pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJI).

“Gosto muito de treinar com meus colegas. Treinei bastante para vencer, mas não imaginei que ia ganhar. Fiquei muito feliz”, diz Erick Luan Gonçalves, 7 anos; um dos vencedores na importante competição. Ele passou a treinar com o apoio da mãe, Érika Gonçalves, que já tinha uma filha matriculada no projeto. Os dois participaram da competição no final de semana e ambos trouxeram medalhas para casa. Emanuelly Fiuza tem 10 anos e treina desde os quatro.

PIRAPORA – Dessa vez, não pode participar da competição por falta de patrocínio. “Eu e o pai dela fomos atrás, porém, infelizmente não conseguimos a tempo o dinheiro da inscrição. Agora estamos lutando para que ela participe do campeonato de judô que vai acontecer em Pirapora, neste sábado (21), relata Leonilda Fiuza, a mãe da garota que é destaque nas duas modalidades esportivas, jiu-jitsu e judô, oferecidas pelo projeto, que tem como vice-presidente Washington Lopes.

O professor Helmer Ramos Oliveira, analista, acadêmico de Direito, professor do curso que faz e também leciona Geografia, presidente do projeto social Cássio Werneck, assumiu a função ao ser escolhido para um mandato de cinco anos, depois da morte dele, que dá nome ao CT. Para ele, as tentativas para conseguir apoio têm sido constantes todos os meses e muitas das vezes ele tira o dinheiro para a despesas do próprio bolso e são competições importantes que elevam o nome de Montes Claros para o mundo e o Brasil, afirma. O projeto foi formalizado em 2018, mas ainda não tem sede própria para abrigar os alunos, que têm muitas regras e disciplina, explica Helmer Oliveira, ao NOVO JORNAL DE NOTÍCIAS.

O treinamento ocorre na sede da Associação dos Moradores do Conjunto José Carlos de Lima, cedido por um período de quatro anos e não possui sede própria. A equipe de crianças e adolescentes já disputou torneios em Rio das Ostras – no Rio de Janeiro. Em 2019, ainda no início da pandemia da covid-19, a equipe montes-clarense teve oito campeões brasileiros de judô e há parcerias com todas as academias em Minas Gerais, informa.

Ele lembra ainda que fora os torneios locais que eles dão show por aqui. “Para se ter ideia, nós enviamos para essa competição no início deste mês, nove atletas. Tivemos oito atletas com medalha de ouro, que se tornaram campeões brasileiros, e um atleta que se sagrou-se vice- -campeão brasileiro”, destaca.

Apesar do talento comprovado dos alunos, em 2020, após a morte do fundador eles pensaram em desistir. Contudo, Helmer Oliveira, que na época, era secretário, insistiu e atuou para que a sociedade montes-clarense reconheça os de fato os talentos de Montes Claros.

“A entidade possui o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) na Receita Federal com registro social de entidade filantrópica e selo de utilidade pública para quatro anos prorrogado para mais quatro anos. Penso que apesar de ser projeto social, a divulgação ajuda a trazer benefícios e quem sabe, investimento”, prevê, mas vê a necessidade de as pessoas conhecerem o projeto aqui na cidade”, justifica.

Para a luta em Pirapora, ele conta com a ajuda de um amigo morador da cidade ribeirinha, que se dispôs a custear o lanche dos atletas e continua em dificuldades apesar de estar correndo atrás do comércio e pessoas que se interessem em ajudar o projeto avançar com mais atletas e parceiros, destaca ao NJN.

Qualquer doação pode ser feita na sede da Associação, na Rua Cândido Canela, 22, Conjunto Habitacional José Carlos de Lima. Doações podem também ser feitas via PIX, através da chave (38) 99140-8310, em nome de Helmer Marcus Ramos Oliveira, ou pelo cel: (38) 99833-8898 (zap).

Projeto social de Jiu-Jitsu e Judô carece de ajuda para se manter em pé

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Coelho e Galo brigam por classificação
Coelho e Galo brigam por classificação
América tem aproveitamento melhor de quando foi campeão
América tem aproveitamento melhor de quando foi campeão
Atlético terá quatro desfalques no clássico
Atlético terá quatro desfalques no clássico
Triangular de vôlei agitou a quadra do Bairro São João
Triangular de vôlei agitou a quadra do Bairro São João
Clássico América x Atlético terá juiz de fora
Clássico América x Atlético terá juiz de fora
Cruzeiro estreia contra o Souza na Paraíba
Cruzeiro estreia contra o Souza na Paraíba
Cruzeiro divulga relacionados para estreia na Copa do Brasil
Cruzeiro divulga relacionados para estreia na Copa do Brasil
Grandes ainda correm risco de eliminação
Grandes ainda correm risco de eliminação
Associação Jaíba Olímpica firma parceria com a Vale S/A
Com novo técnico, América vai tentar ser campeão após 7 anos
Itabirito vende o mando de campo e pegará o Atlético em Brasília/DF
Atlético pode repatriar Bernard
Fernando é demitido do cargo de técnico da Seleção Brasileira
Sedese divulga sedes dos Jemg
América passa por mudanças na zaga, calcanhar de Aquiles em 23
I Feira Empreendedora da Escola Caio Martins aconteceu em Januária
BANNER 2
Rotary presta homenagens ao comemorar 30 anos
Dino toma posse como ministro do STF
Carreta carregada de gesso tomba na Serra de Francisco Sá
Perseguição da PM termina em prisão e recuperação de caminhonete em Patis
Justiça Federal determina retorno de montes-clarense para tratamento em MG