Presidente da Amams defende desenvolvimento econômico

O presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) e prefeito de Padre Carvalho, José Nilson Bispo de Sá, o “Nilsinho”, participou na última sexta-feira, na Câmara Municipal de Salinas, de audiência pública para discutir sobre os benefícios da extração do lítio, mineral estratégico à transição energética mundial e sobre a reativação da Ferrovia Bahia-Minas.

O presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) e prefeito de Padre Carvalho, José Nilson Bispo de Sá, o “Nilsinho”, participou na última sexta-feira, na Câmara Municipal de Salinas, de audiência pública para discutir sobre os benefícios da extração do lítio, mineral estratégico à transição energética mundial e sobre a reativação da Ferrovia Bahia-Minas. A realização do evento foi uma iniciativa do deputado Gil Pereira, do PP, presidente da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Ao se manifestar na oportunidade, o presidente da Amams defendeu emprego e renda para a região. “O nosso foco deve ser o desenvolvimento econômico, a geração de emprego e renda para a nossa população, que é prioridade neste momento de grandes perspectivas com a exploração do lítio e de outros minérios. O lítio é uma riqueza cobiçado por vários países. Todos nós, prefeitos, deputados, vereadores, empresários e investidores devemos nos unir em prol do desenvolvimento econômico. Devemos preparar o nosso povo com cursos profissionalizantes para absorver as vagas de empregos que irão surgir. Os municípios devem estar preparados para essa nova realidade de Salinas e região”, disse.

O dirigente municipalista também enfatizou a necessidade de melhor infraestrutura como a reativação da ferrovia Bahia-Minas, a duplicação da BR 251, que segundo ele, é uma demanda protocolada pela Amams que foi incluída no novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. Além disso, Nilsinho citou o investimento da Sam Metais nos municípios de Padre Carvalho, Josenópolis e Grão Mogol, que pode gerar 6 mil empregos diretos com a exploração de minério.

Ele alertou sobre a burocracia que impede o início da atividade da empresa devido a lenta liberação da licença ambiental. “Devemos cobrar do governo estadual mais agilidade, a lentidão do desbloqueio da licença ambiental é o único impedimento para que a Sam comece o Projeto Bloco 8 na região. Também defendo que cerca de 30% do minério fique na região para atrair mais empresas, e que seja elaborado o plano diretor de cada município para que o crescimento seja ordenado”, finalizou.

O presidente da OAB de Salinas, Edivan Rodrigues dos Santos, mais conhecido por “Dudu”, agradeceu a todos e considerou que a audiência foi muito produtiva. “Foi com muita alegria que solicitei do deputado Gil Pereira a realização dessa audiência pública, evento importante para o esclarecimento da população de Salinas. Estou satisfeito com o sucesso do evento e agradeço as presenças das autoridades e comunidade. Só temos que agradecer, pois discutir a reativação da Ferrovia Bahia-Minas e o lítio abre maior perspectiva com mais crescimento para a nossa região, estes foram os objetivos, alcançados com sucesso. Agradeço também ao presidente da Amams e prefeito de Padre Carvalho, “Nilsinho”, sua participação acrescentou muito nas propostas apresentadas e teve um peso importante no nosso evento”, disse.

Além do presidente da Amams, também estiveram presentes na audiência pública os deputados Arlen Santiago, do Avante e Gil Pereira, do PSD, o prefeito de Salinas Joaquim Neres Xavier Dias, mais conhecido por Kinca, prefeitos e vereadores da região de Salinas e do Alto Rio Pardo, investidores, empresários e lideranças políticas envolvidas no Vale do Lítio.

Presidente da Amams defende desenvolvimento econômico
Presidente da Amams, José Nilson Bispo de Sá defende implantação de projetos na região

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Comércio espera um aumento de 5% nas vendas do Dia das Mães
CDL reforça a importância de comprar no comércio local
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Três franquias miram Montes Claros
Três franquias miram Montes Claros
Governo foca micro e pequenas empresas
Governo foca micro e pequenas empresas
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Pequenos agricultores repassam alimentos para a merenda escolar
BNB detalha soluções para micro e pequenas empresas em encontros
Apiário de Riachinho produz mel para o mercado norte-mineiro
Salário médio dos trabalhadores em Montes Claros é de R$ 2,5 mil
I Encontro do Café será realizado nesta segunda
Emater realizará seminário sobre fruticultura no dia 3
Mercado estima PIB de 1,9%, revela boletim Focus
Setor de seguros cresce no Brasil
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito