Plano Estratégico de Análise e municipalização do CAR irão impulsionar a regularização ambiental

Para acelerar, descentralizar e dar mais eficiência às análises do Cadastro Ambiental Rural - CAR, o Instituto Estadual de Florestas (IEF) desenvolve novos projetos para 2024, com foco na capacitação de gestores públicos.

Para acelerar, descentralizar e dar mais eficiência às análises do Cadastro Ambiental Rural – CAR, o Instituto Estadual de Florestas (IEF) desenvolve novos projetos para 2024, com foco na capacitação de gestores públicos. Impulsionado pelos avanços das análises do CAR feitas no Estado – já são cerca de 10 mil desde agosto de 2023 –, o IEF deve lançar, ainda no primeiro semestre de 2024, o Plano Estratégico de Análise do CAR e iniciar a municipalização das análises entre os municípios interessados.

O cadastro ambiental rural é um registro público nacional obrigatório a imóveis rurais, que permite aos produtores a regularização ambiental de seus imóveis. Esses dados formam uma base para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico, e combate ao desmatamento para a gestão pública.

O Plano Estratégico de Análise do CAR, que está em fase de elaboração, visa estabelecer diretrizes até 2030 para orientar gestores públicos e proporcionar transparência à sociedade. A ideia, de acordo com o coordenador do CAR no IEF, César Donato, é a integração com outros projetos estaduais em andamento, como o Minas Contra o Desmatamento e o Programa PRA Produzir Sustentável, que tem como base o Programa de Regularização Ambiental (PRA), além da integração com a construção de planos municipais específicos para regiões sensíveis, como a Mata Atlântica e o Cerrado. Além disso, o Plano Estratégico visará regiões de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) no estado, com vistas a incentivar boas práticas socioambientais e fomentar a gestão ambiental local, com potencial de melhorar também a economia da região.

“A intenção é ampliar a atuação dentro dessas áreas. Estamos buscando adesão de diversas instituições para apoiar o produtor rural no atendimento das notificações geradas pelas análises dos cadastros. Ainda, trabalhamos para dar suporte aos gestores públicos nas análises, subsidiando a integração do CAR com a construção dos Planos Municipais de Conservação da Mata Atlântica (PMMA) e do Cerrado (PMCC), e vários outros programas e projetos na área de meio ambiente. Nosso objetivo é proporcionar uma gestão ambiental eficiente”, comenta César.

Segundo ele, a maioria das análises já finalizadas está nas áreas desses programas. E, como o CAR é instrumento de desenvolvimento socioambiental, que permite, por exemplo, que um produtor rural com o cadastro analisado consiga, inclusive, desconto e prazos diferenciados no financiamento rural, o objetivo é intensificar as análises nas áreas desses programas ou nas propriedades que já aderiram, de forma voluntária, ao Programa de Regularização Ambiental (PRA).

Nossa intenção é que o produtor rural atenda a notificação e possa colher os frutos de ter sua propriedade rural regularizada. Além dos benefícios ambientais que o produtor obtém com a regularização, hoje, com o Plano Safra, o produtor pode ter uma redução de até 0,5% na taxa de juros do crédito rural, além de obter o Selo Verde de sua propriedade e não ter restrições para a comercialização de sua produção. A maioria das notificações emitidas dependem de soluções simples e podem ser respondidas rapidamente por meio da Central do Proprietário/ Possuidor do CAR”, diz.

Outra iniciativa do IEF para 2024 é a municipalização da análise do CAR, para a qual o planejamento prevê a capacitação de alguns municípios, começando por aqueles que possuem convênios com o Instituto. “Em breve, gestores municipais serão convidados a participar do projeto, e aqueles interessados terão a oportunidade de realizar a análise dos CARs em seus territórios”, diz César, acrescentando que o intuito é descentralizar o processo, permitindo que os municípios assumam a responsabilidade pela análise do CAR e, consequentemente, agilizem a regularização ambiental de suas regiões.

Para o sucesso das iniciativas, há parcerias com instituições nacionais, regionais e internacionais. “Elas não se limitam à fase de análise, mas também incluem apoio no pós-análise. O foco é garantir que os produtores rurais recebam suporte contínuo para responder às notificações e efetivar a regularização de seus imóveis rurais”, explica.

Atualmente, o governo busca parcerias com sindicatos, cooperativas e prefeituras para fornecer o suporte necessário aos produtores rurais. A colaboração com entidades como o Sistema Senar, Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), é uma das estratégias destacadas para alcançar efetividade na comunicação e no apoio aos produtores durante o processo de regularização ambiental.

No início de janeiro, o IEF divulgou o quinto edital de notificação de análises do CAR no estado e de convocação para que os proprietários façam a adesão ao PRA, o primeiro de 2024. Esta edição contém a análise de 2.502 cadastros, analisados entre os dias 1º e 31 de dezembro de 2023. Como resultado, são oito CARs validados sem pendência, um CAR convocado para adesão ao PRA e 2.493 CARs com pendências, ou seja, pendentes de retificação ou entrega de documentos. No acumulado dos cinco editais já publicados, e considerando o ano de 2023, o IEF finalizou o ano com 4.892 análises publicadas.

Plano Estratégico de Análise e municipalização do CAR irão impulsionar a regularização ambiental
IEF irá lançar novos projetos em 2024 com foco na capacitação de gestores públicos para apoio aos produtores rurais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Cachoeiras e montanhas encantam turistas na região
Cachoeiras e montanhas encantam turistas na região
Onça-parda encontrada morta na rodovia MGC-135
Onça-parda encontrada morta na rodovia MGC-135
Programa Copaíbas promoveu encontro de gestores das Unidades de Conservação
Programa Copaíbas promoveu encontro de gestores das Unidades de Conservação
Sudene defende a inclusão da Caatinga na Constituição
Sudene defende a inclusão da Caatinga na Constituição
Operação aplica mais de R$ 614 mil em multas em Januária
Operação aplica mais de R$614 mil em multas em Januária
SEMMA investe na conscientização de alunos
SEMMA investe na conscientização de alunos
Governo reforça compromisso com a sustentabilidade
Governo reforça compromisso com a sustentabilidade
Estado entrega 81 novos carros para unidades regionais do IEF
Defesa Civil faz alerta para nova onda de calor em Minas Gerais
Simpósio acontecerá em Salvador
Membros do CBHSF participam do encontro de comitês em BH
Dnocs participa de evento de apresentação do prognóstico de chuvas e seca no semiárido
Encontro dos Comitês de Bacias Hidrográficas acontece em Capitólio
Prefeitura vai elaborar plano para a preservação da fauna
Sudene firma parceria para combater a desertificação
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos