[views count="1" print="0"]

Parlamentares apresentam a Lula proposta sobre dívida

O presidente da Assembleia de Minas, deputado Tadeu Martins Leite, o Tadeuzinho, do MDB, reuniu-se nessa terça-feira com o presidente Lula, do PT.

O presidente da Assembleia de Minas, deputado Tadeu Martins Leite, o Tadeuzinho, do MDB, reuniu-se nessa terça-feira com o presidente Lula, do PT. Durante o encontro, foi apresentada proposta construída por parlamentares e técnicos do Senado e da ALMG para solucionar a dívida de Minas Gerais com a União, que hoje está em torno de R$ 160 bilhões. O encontro, no Palácio do Planalto, em Brasília, foi articulado pelo presidente do Congresso Nacional, o senador Rodrigo Pacheco, do PSD. A reunião teve a presença do ministro das Minas e Energia, Alexandre Silveira, do PSD.

O presidente da AL considerou positiva a reunião com o presidente da República, que teria mostrado boa vontade de resolver a dívida de Minas com a União da melhor forma, atendendo aos interesses de ambas as partes. Para Tadeu Martins Leite, a união de forças das lideranças de Minas independente de questões políticas e partidárias é essencial para o bom êxito das articulações, que visam facilitar a resolução do problema, que considera hoje uma das prioridades do estado.

A proposta apresentada a Lula consta da transferência de empresas e também de ativos do estado referentes a processos ambientais à União para abatimento da dívida. De acordo com Tadeu Martins Leite, a alternativa ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), que tramita na Assembleia Legislativa seria apresentada ao governador Romeu Zema, do Novo, na tarde dessa terça-feira, em Brasília, em reunião com Rodrigo Pacheco e ele. Se o chefe do Executivo mineiro der o sinal verde, a proposta terá continuidade, devendo ser discutida pelo governo de Minas com o governo Federal.

O presidente da Assembleia Legislativa refirmou que o RRF não resolve o problema, apenas o posterga, frisando que ao final do tempo de vigência de 9 anos, a dívida ultrapassaria os R$ 200 milhões. Ele chama atenção para o fato de que os resultados de adesão de outros estados como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul não são positivos como se imaginava e que eles continuam reclamando de crise fiscal.

TRAMITAÇÃO DE PROJETO – Enquanto as reuniões visando a busca de alternativas à dívida, a AL adiou a votação do parecer sobre o Projeto de Lei (PL) 1.202/19, que autoriza o Estado a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF). O relator da matéria na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (FFO) da Assembleia Legislativa, deputado Zé Guilherme, do PP, distribuiu seu parecer em avulso (cópias) aos demais integrantes em reunião na tarde dessa terça-feira.

O parecer de Zé Guilherme, que também preside o colegiado, é favorável à matéria na forma de novo texto (substitutivo nº 5). Segundo o parlamentar anunciou na reunião, foi celebrado acordo entre parlamentares da base de governo e entre os que se opõem ao RRF para que o PL 1.202/19 retorne à pauta da comissão na próxima terça-feira, 28.

Segundo o relator em seu parecer, a sugestão de novo substitutivo para o PL 1.202/19 destina- -se apenas a aprimorar a técnica legislativa do texto e para incluir dispositivo visando assegurar expressamente o cumprimento do disposto no inciso X do caput do artigo 37 da Constituição Federal. Esse novo dispositivo está expresso no novo artigo 9º do substitutivo nº 5. O trecho citado da Constituição Federal assegura a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos, por meio de lei específica, observada a iniciativa privativa em cada caso, sempre na mesma data e sem distinção de índices.

De resto, o novo texto sugerido pelo relator na FFO mantém, segundo o parecer distribuído em cópias, as alterações promovidas pelo substitutivo nº 4 (outros três foram enviados pelo próprio governador, para atualizar a proposição em virtude de mudanças na legislação relacionada ao RRF), apresentado anteriormente na análise do PL 1.202/19 pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Parlamentares apresentam a Lula proposta sobre dívida
Rodrigo Pacheco e Tadeu Martins Leite apresentaram a Lula proposta sobre a dívida de Minas com a União

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

FABIANO VEM REESTRUTURAR PROGRESSISTAS PARA ELEIÇÕES
Fabiano vem reestruturar Progressistas para eleições
Prefeitura tem mais de R$ 364 mi em caixa
Prefeitura tem mais de R$ 364 mi em caixa
Governador de Minas Gerais promove mudança na equipe
Governador de Minas Gerais promove mudança na equipe
Projeto Jequitaí será licitado na Bolsa de Valores
Projeto Jequitaí será licitado na Bolsa de Valores
Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Vices firmam aliança para eleições municipais
Vices firmam aliança para eleições municipais
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Relatório do Código Eleitoral deve prever fim da reeleição
STF invalida regra sobre distribuição de sobras eleitorais
Prefeitos convocados para nova mobilização nacional
Prefeituras vão receber capacitação com foco em projetos sustentáveis
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
TSE vai iniciar análise das resoluções na terça
Governo pagará parcelas da dívida com os municípios
Assembleia recebe vetos parciais ao PPAG e ao Orçamento de 2024
BANNER 2
Escola supera marca de quase 700 mil certificações
Jovem preso com drogas em Janaúba
PC conclui inquérito sobre desvio de verbas públicas
Acusado de matar jovem no dia do aniversário pega 16 anos de prisão
Jovem baleado pula muro de casa e é socorrido por populares