Mulher condenada a pagar mais de R$ 40 mil a vítima de agressão

A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) modificou sentença da Comarca de Várzea da Palma e condenou uma mulher a indenizar outra, que foi agredida por ela, em R$ 1.190,97 por danos materiais, em R$ 20 mil por danos morais e em R$ 20 mil por danos estéticos.

A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) modificou sentença da Comarca de Várzea da Palma e condenou uma mulher a indenizar outra, que foi agredida por ela, em R$ 1.190,97 por danos materiais, em R$ 20 mil por danos morais e em R$ 20 mil por danos estéticos. Devido às graves lesões, a vítima perdeu o olho direito.

Segundo a autora da ação, em fevereiro de 2007, na porta de um supermercado, foi agredida com tapas, puxões de cabelo e borrifos de amônia no rosto. Ela foi hospitalizada e precisou extrair o olho direito devido a queimaduras no órgão. Com isso, a vítima passou a usar prótese.

A agressora, em sua defesa, alegou que as duas, um ano antes, tiveram um desentendimento que já tinha sido judicializado. Quando chegou ao supermercado, teria sido atacada verbal e fisicamente, por isso, teria pegado o primeiro objeto que viu e jogado no rosto da outra mulher. A ré alegou legítima defesa.

Esse argumento não convenceu o juiz da 1ª Vara Cível, Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Várzea da Palma, que fixou o valor da indenização por danos materiais com despesas médicas e indenizações de R$ 5 mil por danos morais e R$ 5 mil por danos estéticos.

Diante dessa decisão, a vítima recorreu, pleiteando a majoração do valor. O relator, desembargador Rui de Almeida Magalhães, entendeu que o valor estipulado era insuficiente para compensar a vítima, por isso, aumentou o valor. O magistrado destacou, em seu voto, que a agressora não conseguiu provar a legítima defesa. Os desembargadores Marcelo Pereira da Silva e Maurício Cantarino votaram de acordo com o relator.

Mulher condenada a pagar mais de R$ 40 mil a vítima de agressão
A acusada foi condenada a indenizar vítima de agressão que teve grave lesão no olho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Emenda que amplia salário será votada
Emenda que amplia salário será votada
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Cidade terá programa Governança Corporativa
Cidade terá programa Governança Corporativa
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Prefeitura presta contas na Câmara
Prefeitura presta contas na Câmara
Zema exalta posse de montes-clarense no TSE
Congresso destaca apoio do Governo às prefeituras
Estado apresenta soluções inovadoras para municípios
Vereadores pedem fim do lixão no bairro Canelas
Deputada do PL vai assumir Secretaria no governo Zema
TRE trabalha com foco nas eleições municipais
Último FPM de maio tem aumento de 20%
Deputados aprovam revisão dos salários para servidores
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste