Lote sujo preocupa moradores e comerciantes

Moradores e comerciantes estão reclamando da falta de fiscalização do município em relação a um grande terreno localizado na Avenida das Palmeiras esquina com a Rua Santos, bairro de mesmo nome.

Moradores e comerciantes estão reclamando da falta de fiscalização do município em relação a um grande terreno localizado na Avenida das Palmeiras esquina com a Rua Santos, bairro de mesmo nome. O local serve mais como depósito de lixo e mato no passeio e também dentro do lote, que tem uma casa antiga ameaça cair a qualquer momento – colocando em risco a vida de vizinhos e transeuntes.

Foco de mosquito da dengue, o terreno está com o muro antigo de laje quebrado, o que facilita a entrada de pessoas em vulnerabilidade social e descarte de resíduos sólidos e materiais, que podem servir como criadouros do mosquito Aeds aegypti, além da proliferação de animais peçonhentos.

Há anos, que o lote serve como depósito de lixo e o mato está alto, denunciam alguns comerciantes de bares e mercearias. Localizado nas imediações do 10º Batalhão de Polícia Militar e Colégio Tiradentes, passarela da Avenida Deputado Plínio Ribeiro, comerciantes reclamam que até agora a situação não foi resolvida e esperam que a prefeitura possa notificar o proprietário a fim de que tome providências sobre o problema antigo e de saúde pública.

Nessa quinta-feira (18) de manhã, nenhum morador soube informar à reportagem do NOVO JORNAL DE NOTÍCIAS, quem é o dono do imóvel. A prefeitura prometeu através da Secretaria de Serviços Urbanos (SSU) resolver a situação de abandono do lote.

Lote sujo preocupa moradores e comerciantes
A situação de lote na esquina da Avenida das Palmeiras e Rua Santos é crítica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Copasa investe R$ 10 milhões em obras de abastecimento de água
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Polícia Civil vai investigar incêndio em universidade
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Sebrae Minas e APACS realizam 1º Seminário da Cachaça em Salinas
Congresso da AMM reúne prefeitos
Congresso da AMM reúne prefeitos
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Setenta mulheres são capacitadas para montagem de trackers solares
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Copasa garante recursos para universalizar saneamento
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Sexagenário desaparecido é encontrado em Bocaiúva
Dirigentes se reúnem para votar porte de arma para advogados
Ocorrências de queimadas mais que dobraram em um mês em MG
Posto do Sine disponibiliza 92 vagas de empregos na cidade
CBM anuncia concurso com 329 vagas em Minas
Comunidades recebem Programa Água Doce
Município adia início do prazo de inscrições para o dia 1º de julho
Adolescente chama bombeiros ao ver cobra em refrigerador
Sudene quer criar Rede para fomentar inovação na região
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste