[views count="1" print="0"]

Governador promete fiscalizar obstáculos impostos pela Cemig

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), se comprometeu a apurar os supostos casos de concorrência desleal e os eventuais obstáculos impostos pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) para os projetos de microgeração de energia.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), se comprometeu a apurar os supostos casos de concorrência desleal e os eventuais obstáculos impostos pela Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) para os projetos de microgeração de energia.

A promessa foi feita durante um encontro do executivo com representantes do INEL (Instituto Nacional de Energia Limpa) e do MSL (Movimento Solar Livre). As duas associações entregaram ao governador três documentos técnicos que apontam a necessidade de fiscalização de atos administrativos em processos de GD (geração distribuída) na Cemig.

Os documentos solicitam ajustes urgentes e necessários na conduta da distribuidora de energia em relação aos abusos regulatórios em projetos de GD.

Além disso, destacam os obstáculos impostos pela Cemig na análise de processos de conexão para instalação de projetos de energia solar em Minas Gerais.

Outro ponto levantado pelas associações foram as eventuais ações da distribuidora, que caracterizam uma possível prática de concorrência desleal, resultando em fechamento de centenas de empresas e perda de vários empregos em todo Estado mineiro.

Marina Meyer Falcão, diretora do INEL, destacou que o encontro com o governo de Minas Gerais representou mais uma tentativa de diálogo das entidades representativas do setor de energia renováveis acerca dos interesses da GD no Estado.

“A atuação discricionária e arbitrária, sem respaldo técnico da Cemig na negação e no cancelamento de novos projetos de microgeração e minigeração de energia tem custado milhares de empregos e gerando impactos desastrosos no setor de energia solar e consequentemente na geração de emprego e renda em toda Minas Gerais”, afirmou ela.

Nesse sentido, a executiva do Instituto pontuou também que o encontro buscou dar ciência ao governador Romeu Zema a respeito da atuação da Cemig no segmento de GD, considerada desleal por parte das entidades que movimentam o setor de energia solar.

“Como autoridade máxima do Estado, o governador deve apurar os fatos e intervir em prol da Livre concorrência e do livre mercado. Caso o governo não se manifeste, vamos buscar uma consulta do caso junto ao CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica)”, ressaltou Marina.

Governador promete fiscalizar obstáculos impostos pela Cemig
Representantes do MSL e do INEL ao lado do governador Romeu Zema (ao centro)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Governo investe mais de R$ 17 mi na defesa agropecuária
Governo investe mais de R$ 17 mi na defesa agropecuária
Pequenos negócios geraram 9 em cada 10 empregos
Pequenos negócios geraram 9 em cada 10 empregos
Mulheres formam 70% do público do Crediamigo em Minas Gerais
Mulheres formam 70% do público do Crediamigo em Minas Gerais
BDMG reduz as taxas de financiamento para micro e pequenas empresas
BDMG reduz as taxas de financiamento para micro e pequenas empresas
Aplicações do Banco do Nordeste aumentam 25% em Minas Gerais
Aplicações do Banco do Nordeste aumentam 25% em Minas Gerais
Estado registra saldo superior a 140 mil empregos
Estado registra saldo superior a 140 mil empregos
País fechou 2023 com geração de 1.483.598 postos de trabalho
País fechou 2023 com geração de 1.483.598 postos de trabalho
Sebrae abre edital para credenciar empresas de consultoria em Minas
Sebrae abre edital para credenciar empresas de consultoria em Minas
Cerca de 8 milhões de empresas poderão usar o Desenrola
Sicoob estima liberar R$ 7 bi em crédito rural
Banco Central eleva expectativa da inflação
Governo se alia ao Serasa para ampliar o alcance
Inflação de janeiro fica em 0,42%
Projeto cria programa nos moldes do Desenrola Brasil para empresas
Energia solar atinge mais de R$ 184 bi em investimentos
Produção da indústria fecha com alta de 0,2%
BANNER 2
Rotary repassa recursos ao Lar Padre Henrique
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
PF recaptura condenado a 96 anos que participou da Chacina de Unaí
Mulher baleada no rosto e braço em São João do Paraíso com 38
Retido ônibus com mercadorias avaliada sem R$ 200 mil na BR-135 em Montes Claros