[views count="1" print="0"]

Empresas ativas chegam 47,9 mil

Montes Claros abriu mais de 8,8 mil firmas de janeiro a outubro e superávit é de 2,9 mil

Montes Claros encerrou o mês de outubro com 47.978 empresas ativas, sendo 46.314 matrizes e 1.664 filiais. Do total, 44.414 são microempresas, 1.508 empresas de pequeno porte e 2.056 outras constituições. De janeiro a outubro, 8.877 empresas foram abertas, 8.709 das quais matrizes e 168 filiais. Somente em outubro, foram 704 empresas abertas em Montes Claros, 691 das quais matrizes e 13 filiais. Na contramão, em todo o ano, 5.901 empresas foram extintas, sendo 5.778 matrizes e 123 filiais. Assim, o município tem superávit de 2.976 empresas abertas em 2023.

Em outubro, o tempo de abertura de empresas em Montes Claros foi de 1 dia e 5 horas, enquanto o de viabilidade de empresas foi de 10 horas e o de registros de firmas de 18 horas. Já no acumulado do ano, o tempo de abertura de empresa foi de 20 horas, de viabilidade de 9 horas e o de registro de 11 horas. Os dados foram extraídos do Mapa de Empresas, do Governo Federal, que considera empresas de todos os portes, inclusive os microempreendedores individuais (MEIs), ao contrário da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg).

Com 33.588 firmas constituídas em Montes Claros, a modalidade de Empresário Individual lidera o ranking de empresas ativas por natureza jurídica, seguida por Sociedade Limitada (13.836), Sociedade Anônima (364), Cooperativa (65), Consórcio de Sociedades (62), Sociedade em Conta de Participação (29), Empresa Pública (20), Sociedade de Economia Mista (13) e Saciedade em Comandita Simples (1). O Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios lidera o ranking de empresas ativas por atividade, com 2.661 firmas.

Na segunda posição, vem o ramo de Cabeleireiros, manicure e pedicure, com 1.901 empresas, seguido pelo Promoção de vendas (1.693), Obras de alvenaria (1.328), Lanchonete, casas de chá, de sucos e similares (1.246), Comércio varejista de bebidas (995), Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns (960), Atividade médica ambulatorial restrita a consultas (877) e Restaurantes e similares (841).

Em seguida, vêm os ramos de Construção de edifícios (759), Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente (754), Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, municipal (753), Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza (732), Fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar (725), Instalação e manutenção elétrica (674), Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional (646), Outras atividades de ensino não especificadas anteriormente (640), treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial (603) e milhares de outras empresas.

MINAS GERAIS

Minas Gerais fechou outubro com 2.327.407 empresas ativas, das quais 2.234.250 matrizes e 93.157 filiais. No ano, foram abertas 358.954 firmas, sendo 350.153 matrizes e 8.801 filiais. No período, 206.582 empresas foram extintas, das quais 201.118 matrizzes e 5.464 filiais. No ano, o tempo de abertura de empresas em Minas Gerais foi de 1 dia e 5 horas, o de viabilidade de 16 horas e o de registro de 13 horas. No Estado, em outubro, foram abertas 34.768 firmas, das quais 33.895 matrizes e 873 filiais. Na contramão, 19.160 foram extintas, sendo 18.615 matrizes e 545 filiais. No mês, o tempo de abertura de empresas em Minas Gerais foi de 1 dia e 9 horas, o de viabilidade de 16 horas e o de registro de empresas é de 17 horas.

No âmbito da Jucemg, município abriu 120 empresas em outubro

Minas Gerais encerrou o mês de outubro com um total de 6.944 novas empresas abertas em todas as regiões do Estado, o que representa aumento de 1,21% em relação ao mês anterior (6.861 empresas). Se comparado ao mesmo mês do ano passado, a alta alcança 18,54%, já que em outubro de 2022 Minas abriu 5.858 novos negócios. Os dados integram o relatório de registros mercantis da Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg), divulgado no último dia 10/11.

O estudo da Jucemg considera empresas de qualquer porte, com exceção dos MEIs (microempreendedores individuais), cujas inscrições são realizadas diretamente no Portal do Empreendedor do Governo Federal, sem passar pelas juntas comerciais estaduais. A Jucemg é responsável pelos registros mercantis como abertura, alterações e encerramentos de empresas no estado.

ACUMULADO DO ANO

Segundo o relatório da autarquia, no acumulado do ano já são 72.661 novas firmas em todas as regiões, volume 9,61% maior que em igual período de 2022 (66.291 empresas). As dez cidades que mais abriram empresas em Minas em outubro, conforme a Jucemg, foram Belo Horizonte (1.803), Uberlândia (426), Contagem (232), Juiz de Fora (223), Uberaba (142), Montes Claros (120), Divinópolis (113), Ipatinga (96), Governador Valadares (95) e Nova Lima (94).

O levantamento aponta também que 3.914 empresas encerraram atividades em outubro, elevação de 12,93% em relação a setembro (3.466 baixas) e de 16,25% na comparação com outubro do ano passado (3.367 baixas). No acumulado do ano, as extinções somam 41.356 registros, contra 38.812 verificados nos mesmos meses do ano passado (alta de 6,55%).

Empresas ativas chegam 47,9 mil
MONTES CLAROS se aproxima de 50 mil empresas ativas, o que pode ser alcançado neste ano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Governo investe mais de R$ 17 mi na defesa agropecuária
Governo investe mais de R$ 17 mi na defesa agropecuária
Pequenos negócios geraram 9 em cada 10 empregos
Pequenos negócios geraram 9 em cada 10 empregos
Mulheres formam 70% do público do Crediamigo em Minas Gerais
Mulheres formam 70% do público do Crediamigo em Minas Gerais
BDMG reduz as taxas de financiamento para micro e pequenas empresas
BDMG reduz as taxas de financiamento para micro e pequenas empresas
Aplicações do Banco do Nordeste aumentam 25% em Minas Gerais
Aplicações do Banco do Nordeste aumentam 25% em Minas Gerais
Estado registra saldo superior a 140 mil empregos
Estado registra saldo superior a 140 mil empregos
País fechou 2023 com geração de 1.483.598 postos de trabalho
País fechou 2023 com geração de 1.483.598 postos de trabalho
Sebrae abre edital para credenciar empresas de consultoria em Minas
Sebrae abre edital para credenciar empresas de consultoria em Minas
Cerca de 8 milhões de empresas poderão usar o Desenrola
Sicoob estima liberar R$ 7 bi em crédito rural
Banco Central eleva expectativa da inflação
Governo se alia ao Serasa para ampliar o alcance
Inflação de janeiro fica em 0,42%
Projeto cria programa nos moldes do Desenrola Brasil para empresas
Energia solar atinge mais de R$ 184 bi em investimentos
Produção da indústria fecha com alta de 0,2%
BANNER 2
Rotary repassa recursos ao Lar Padre Henrique
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
PF recaptura condenado a 96 anos que participou da Chacina de Unaí
Mulher baleada no rosto e braço em São João do Paraíso com 38
Retido ônibus com mercadorias avaliada sem R$ 200 mil na BR-135 em Montes Claros