[views count="1" print="0"]

Comissão cobra recursos para Estrada da Produção

Governo anuncia ações para atender reivindicações das lideranças do Norte de Minas

O governador Romeu Zema, do Novo, sancionou no mês passado, a Lei 24.503, que altera a destinação de recursos de programa estadual dirigido à manutenção da malha rodoviária para asfaltar preferencialmente a Estrada da Produção, o trecho de 60 quilômetros da LMG-631 entre São João da Ponte e Capitão Enéas, que apresenta precária condição de tráfego. O governo do Estado anuncia ações para atender a demanda das lideranças da região, no tocante ao asfaltamento desta estrada.

Parlamentares e lideranças da região cobraram nessa quinta-feira, em audiência pública da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a liberação de recursos para a obra e a efetiva pavimentação da estrada. A citada teve origem em projeto do deputado Ricardo Campos, do PT, aprovado pela Assembleia em setembro, que altera a norma que instituiu o Programa Usuário Ativo: Informação, Segurança e Economia (Uaise), criado em 2020 para incentivar os usuários a fornecerem informações para o aperfeiçoamento das rodovias mineiras.

Originalmente, os recursos para promoção de lançamento do programa, provenientes da concessão do trecho da BR-135 entre Curvelo (Região Central) e Montes Claros (Norte de Minas), seriam destinados ao trecho que liga Itacarambi a Manga, também na região. No entanto, esse trecho foi federalizado e, com a entrada em vigor da Lei 24.503, passou a ter prioridade a Estrada da Produção.

Também autor do requerimento para a audiência dessa quinta, o deputado Ricardo Campos destacou que a pavimentação do trecho, importante para o escoamento da produção agrícola, vai impulsionar o desenvolvimento da região e já conta com orçamento e autorização legislativa para sair do papel.

Para garantir as obras, o parlamentar anunciou a intenção de incluir o asfaltamento do trecho nos projetos orçamentários em tramitação na Assembleia, o Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e a Lei Orçamentária Anual (LOA). “Há todas as condições políticas, administrativas e legais para essa obra, que vai mudar a realidade do Norte de Minas”, ressaltou o prefeito de São João da Ponte, Danilo Veloso, do PT.

Representando a prefeitura de Montes Claros, cidade-polo da região, o procurador-geral do município, Otávio Rocha Machado lembrou a importância estratégica da Estrada da Produção, importante ligação ao Projeto Jaíba, o maior projeto de irrigação da América Latina. Deputados e moradores da região pedem a liberação de recursos para asfaltamento do trecho entre São João da Ponte e Capitão Enéas na LMG-631, conhecida como Estrada da Produção.

PREOCUPAÇÃO COM ESTRADAS – O presidente da Comissão de Participação Popular, deputado Marquinho Lemos, do PT, e o deputado federal Paulo Guedes, do PT, criticaram as condições das rodovias mineiras, especialmente nas regiões mais pobres, o Norte de Minas e os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri.

Para Paulo Guedes, o Governo de Minas tem dívida histórica com essas regiões, sempre relegadas a segundo plano. Ele citou quatro obras na Região Norte incluídas no acordo com a Vale para reparação da tragédia de Brumadinho (RMBH) que não foram concluídas ou sequer iniciadas: as pontes ligando São Francisco a Pintópolis, São Romão a Ubaí e Manga a Matias Cardoso, além da pavimentação entre Urucuia e Pintópolis.

PROJETO DA ESTRADA – Assessor do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem do Estado (DER-MG), Rodrigo Colares admitiu que as estradas mineiras não se encontram em condições ideais, mas garantiu que a recuperação da malha rodoviária é prioridade do governo.

O Provias, pacote de obras rodoviárias do governo, prevê investimentos de R$ 4 bilhões, salientou, sendo R$ 950 milhões para o Norte de Minas e outros R$ 500 milhões para os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri. Especificamente sobre a Estrada da Produção, ele disse que o projeto executivo está sendo revisto, com o início dos trabalhos de topografia, e que deve ser finalizado no final do primeiro semestre do ano que vem. Caso alcance esse objetivo, o governo poderá realizar a licitação do trecho ainda em 2024.

Comissão cobra recursos para Estrada da Produção
Solenidade de entrega de obras e de regularização de propriedades do Projeto Jaíba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

FABIANO VEM REESTRUTURAR PROGRESSISTAS PARA ELEIÇÕES
Fabiano vem reestruturar Progressistas para eleições
Prefeitura tem mais de R$ 364 mi em caixa
Prefeitura tem mais de R$ 364 mi em caixa
Governador de Minas Gerais promove mudança na equipe
Governador de Minas Gerais promove mudança na equipe
Projeto Jequitaí será licitado na Bolsa de Valores
Projeto Jequitaí será licitado na Bolsa de Valores
Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Prefeitura anuncia mais um pacote de obras
Vices firmam aliança para eleições municipais
Vices firmam aliança para eleições municipais
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Pacheco garante emenda de R$ 2 milhões para Patis
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Relatório do Código Eleitoral deve prever fim da reeleição
STF invalida regra sobre distribuição de sobras eleitorais
Prefeitos convocados para nova mobilização nacional
Prefeituras vão receber capacitação com foco em projetos sustentáveis
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
TSE vai iniciar análise das resoluções na terça
Governo pagará parcelas da dívida com os municípios
Assembleia recebe vetos parciais ao PPAG e ao Orçamento de 2024
BANNER 2
Escola supera marca de quase 700 mil certificações
Jovem preso com drogas em Janaúba
PC conclui inquérito sobre desvio de verbas públicas
Acusado de matar jovem no dia do aniversário pega 16 anos de prisão
Jovem baleado pula muro de casa e é socorrido por populares