Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche

Com a identificação de quatro amostras detectadas para Febre de Oropouche por meio de análise laboratorial realizada pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs Minas) está alertando os municípios para a necessidade do reforço das ações de vigilância epidemiológica e de saúde, bem como a notificação de casos suspeitos em até 24 horas.

Com a identificação de quatro amostras detectadas para Febre de Oropouche por meio de análise laboratorial realizada pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs Minas) está alertando os municípios para a necessidade do reforço das ações de vigilância epidemiológica e de saúde, bem como a notificação de casos suspeitos em até 24 horas. Na segunda-feira (27), o Cievs Regional de Montes Claros repassou às secretarias municipais de saúde alerta epidemiológico emitido pelo Cievs Minas.

No dia 23 de maio, a Funed informou ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde a identificação de quatro amostras detectáveis para Oropouche, através de ensaios RT- -qPCR, a partir da análise de 93 amostras aleatórias, que apresentavam resultados não detectáveis para dengue e chikungunya. Dentre os quatro casos identificados, dois estão localizados em Ipatinga; um no município de Gonzaga (região de Governador Valadares) e um em Congonhas (região de Barbacena). Os casos estão sendo investigados pelo Cievs Minas.

A coordenadora do Cievs Regional de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes explica que “a Febre Oropouche compõe a lista de doenças de notificação obrigatória. Por isso, qualquer caso suspeito da doença deve ser comunicado ao Cievs em até 24 horas, por meio dos e-mails cievsregional.moc@saude.mg.gov. br; notifica-se@saude.mg.gov.br ou pelo telefone de plantão (31) 99744-6983. Além disso, os serviços de saúde devem preencher ficha no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan)”.

Ainda de acordo com a coordenadora, as medidas de prevenção e controle visam diminuir a proliferação de mosquitos, incluindo a eliminação de focos onde eles se reproduzem e descansam, como áreas úmidas e ricas em matéria orgânica. A limpeza urbana e o uso de repelentes são essenciais para o controle do vetor.

De acordo com informe semanal emitido no dia 21 de maio pelo Centro de Operações de Emergências (COE) Dengue e outras Arboviroses, neste ano foram identificadas no país 5.530 amostras com resultados detectáveis para o vírus Oropouche. A maior parte dos casos teve como local provável de infecção municípios de estados da região Norte. A região amazônica, considerada endêmica, concentrou 91,4% dos casos. A transmissão autóctone foi registrada na Bahia, Piauí, Espírito Santo e Santa Catarina. Há casos em investigação no Paraná, Rio de Janeiro, Maranhão e Mato Grosso.

A DOENÇA

A Febre Oropouche é causada por um arbovírus e tem como vetores os mosquitos do gênero Culicoides, sendo o principal Culicoides paraenses, conhecido como “maruim ou mosquito pólvora”. As larvas do mosquito se desenvolvem em vários ambientes com probabilidade de permanecerem úmidos (florestas tropicais, margens de rios, solos úmidos e buracos de árvores). Isso favorece a alimentação das larvas em períodos secos. Os caules de bananeiras também favorecem a proliferação de um grande número de mosquitos, enquanto as cascas de cacau foram consideradas o segundo habitat mais propício à proliferação de vetores.

Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
No início desta semana, o Cievs Regional de Montes Claros repassou alerta epidemiológico às secretarias municipais da região

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
População de Jaíba recebe reforço na saúde
População de Jaíba recebe reforço na saúde
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Saúde lança campanha de prevenção ao uso de cigarros eletrônicos no País
Semana de formação do Projeto Integra Chagas movimenta profissionais
Governo recebe aeronaves que vão reforçar transporte de órgãos vitais e a segurança
Laudo aponta morte de menina por parada cardiorrespiratória
Exames de câncer bucal serão realizados no Major Prates
Aprovado projeto sobre uso de bactéria para controle do mosquito da dengue
Salas de Vacinação em Montes Claros
Governo antecipa parcelas da dívida com municípios
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste