Cidade chega a 45,8 mil empresas ativas

Montes Claros fechou o primeiro bimestre com 45.844 empresas ativas, sendo 44.177 matrizes e 1.667 filiais. Dessas, 42.244 são microempresas, 1.529 são empresas de pequenos portes e 2.071 outras.

Montes Claros fechou o primeiro bimestre com 45.844 empresas ativas, sendo 44.177 matrizes e 1.667 filiais. Dessas, 42.244 são microempresas, 1.529 são empresas de pequenos portes e 2.071 outras. Minas Gerais encerrou o período com 2.282.091 firmas constituídas, das quais 2.188.432 são matrizes e 93.659 filiais. Em fevereiro, 782 empresas foram abertas em Montes Claros, sendo 762 matrizes e 14 filiais. Na contramão, 515 firmas foram extintas, sendo 503 matrizes e 12 filiais. Entretanto, a cidade obteve o saldo de 267 empresas abertas. No mês, o tempo de abertura de firma em Montes Claros foi de um dia e seis horas, o tempo de viabilidade de empresa foi de 13 horas e o de registro 17 horas.

No primeiro bimestre, 1.599 empresas foram abertas no município, sendo 1.576 matrizes e 23 filiais. Na contramão, 1.117 firmas foram extintas, das quais 1.086 matrizes e 31 filiais. No acumulado do ano, o superávit é de 482 empresas constituídas. O ramo de Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios segue na liderança de empresas ativas por Atividade Econômica, com 2.460 firmas.

Por natureza jurídica, a categoria Empresário Individual lidera com 31.247 empresas ativas, seguida pelo Sociedade Limitada (14.034), Sociedade Anônima (370), Consórcio de Sociedades (65), Cooperativa (64), Sociedade em Conta de Participação (29), Empresa Pública (21), Sociedade de Economia Mista (13) e Sociedade em Comandita Simples (1).

ATIVIDADE ECONÔMICA

O ranking de empresas ativas por Atividade Econômica é o seguinte: Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (2.460), Cabeleireiros, manicure e pedicure (1.786), Promoção de vendas (1.549), Obras de alvenaria (1.208), Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares (1.093), Atividade médica ambulatorial restrita a consultas (931), Comércio varejista de bebidas (900), Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – minimercados, mercearias e armazéns (893), Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, municipal (786), Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente (783). Neste ano, a vacinação contra a gripe foi antecipada. Ao contrário dos outros anos, em que a campanha era iniciada nos meses de abril e maio, neste ano a aplicação das doses foi iniciada em março. Assim, as pessoas que fazem parte do público-alvo já podem procurar uma das salas de vacinação do município para se imunizar. A vacina tem nova versão, com proteção para os três tipos de vírus da influenza predominantes na população: dois do tipo A (H1N1 e H3N2) e dois do tipo B (linhagens Victoria e Yamagata). É importante destacar que, ao procurar uma das mais de 20 salas de vacinação do município, os interessados devem levar um documento de identidade e o cartão de vacina. As pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais devem apresentar relatório médico. PÚBLICO-ALVO Os grupos que podem se vacinar são os seguintes: Crianças de Vacina contra a gripe já está disponível na rede municipal A Secretaria Municipal de Educação (SME), por meio do Programa de Educação Ampliada em Tempo Integral (PEATI), promoveu, na manhã de segunda-feira (25/3), uma palestra com o tema “Disciplina e Memorização: chaves para o sucesso no aprendizado”, ministrada pelo professor Cornélio Augusto. A abordagem foi realizada no auditório da Escola Técnica e contou com a participação de cerca de 400 estudantes do 8º e 9º ano de dez escolas municipais, que acompanharam atentos a explanação do professor. A palestra também contou com a presença do vice-prefeito Guilherme Guimarães, da secretária municipal de Educação, professora Rejane Veloso Rodrigues, servidores da SME e dos professores que acompanharam os alunos. “É um conteúdo importante para os estudantes, especialmente dos anos finais, que têm à frente o desafio do ensino médio, a preparação para o Enem e outros processos de seleção, e precisam aprimorar a capacidade cognitiva e a memorização”, explica Rejane Veloso. A gerente de Ensino em Tempo Integral, Kátia Simone de Almeida Melo Rei, explica que, além de um momento motivacional, a palestra foi uma oportunidade para apresentar aos estudantes, de maneira leve e envolvente, diferentes formas de usar a memorização em favor da aprendizagem. “Os estudantes foram incentivados a utilizar o que lhes é mais próximo e afetivo como referência para o que é importante a ser memorizado e apreendido”, completa. Com formação em Comércio Exterior, ao longo dos últimos 32 anos o professor Cornélio Augusto memorizou milhares de versículos e livros inteiros da Bíblia, palavra por palavra, e declama de forma dramatizada os textos que memorizou. Durante a palestra, ele ensinou técnicas e dicas para facilitar a memorização e encorajou os alunos a praticarem, utilizando textos bíblicos e também fragmentos literários de Guimarães Rosa. “Todos podem ser o que sonharem se tiverem foco, disciplina e comprometimento. E as técnicas de memorização ajudam muito na realização desses sonhos”, destacou. O vice-prefeito Guilherme Guimarães destacou a importância de diversificar as experiências e formas de abordagem para a formação integral do estudante. “A palavra muitas vezes nos convence, mas o exemplo é que nos arrasta para o Disciplina e memorização pautam palestra para escolas municipais Construção de edifícios (754), Restaurantes e similares (721), Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza (698), Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional (666), Instalação e manutenção elétrica (651), Outras atividades de ensino não especificadas anteriormente (622), Fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar (621), Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial (584), Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal (542), Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores (478), Outras atividades auxiliares dos transportes terrestres não especificadas anteriormente (452), Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores (446), Comércio varejista de produtos alimentícios em geral ou especializado em produtos alimentícios não especificados anteriormente (426), Bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, sem entretenimento (414), Serviços de pintura de edifícios em geral (404) e milhares de empresas nos mais diversos ramos.

Cidade chega a 45,8 mil empresas ativas
COMÉRCIO varejista de artigos do vestuário e acessórios lidera número de empresas ativas | GEORGE NANDE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

O Governo de Minas atingiu, em abril, a marca de R$ 409 bilhões em investimentos atraídos para o estado desde 2019. Ao todo, foram 709 projetos formalizados em pouco mais de 5 anos, com potencial para gerar mais de 200 mil empregos diretos em pelo menos 269 municípios mineiros. Os principais empreendimentos realizados foram nas áreas de mineração, infraestrutura, energia solar e nos setores ferroviário e automotivo, respectivamente. O Norte de Minas se destaca em investimentos em energia solar, com a implantação de grandes usinas, que geram centenas de postos de trabalho. O Estado recebeu R$ 75 bilhões em investimentos em energia solar fotovoltaica, com parte expressiva na região, através da instalação de usinas para a produção deste tipo de energia, que fortalecem a economia, com a geração de mais empregos. Desta forma, o Norte de Minas contribui para o estado de mantenha em primeiro lugar em nível nacional na geração desta matriz energética. O governo estadual tem incentivado a exploração da solar, cujo crescimento supera às expectativas, sobretudo nos municípios norte-mineiros. Somente em 2024, já foram formalizados 34 novos projetos – somando R$ 21 bilhões em investimentos e mais de 8 mil empregos diretos -, frutos, dentre outros, do trabalho desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede-MG) e sua vinculada agência Invest Minas. O governador Romeu Zema, do Novo, salienta que o Estado está cada vez mais aberto e com menos burocracia para quem deseja trazer ou expandir os negócios em Minas. “As empresas estão percebendo este momento que Minas está vivendo, de mais apoio a quem empreende e gera riqueza, e vindo se instalar aqui. Essa política eficaz auxilia inclusive na melhoria de vida das pessoas, oferecendo cada vez mais trabalho e dignidade à população mineira”, enfatiza. O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, afirma que este é um fenômeno que não se repetiu em nenhum outro lugar do Brasil. “Antes de 2019, a média anual na atração de investimentos girava em torno de R$ 11 bilhões. De 2019 em diante, na gestão do governador Romeu Zema e do vice-governador Professor Mateus, com dados fechados em fevereiro deste ano, Minas Gerais atraiu um total de R$ 409 bilhões. Ou seja, uma média anual de mais de R$ 80 bilhões em investimentos”, destaca. Fernando Passalio acrescenta que o cenário positivo é fruto do alinhamento entre governo estadual e municípios, a fim de garantir ambientes juridicamente seguros para os investidores e prósperos para a população. FERTILIZANTES - Um dos setores que apresenta grande tendência de crescimento é o de fertilizantes, estando em segundo lugar na lista dos mais promissores de 2024. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Minas Gerais ocupa o primeiro lugar nacional na produção de fertilizantes, com 8,4 milhões de toneladas (Mt), o que representa 62,5% do total nacional. O parque produtor de fertilizantes em Minas Gerais inclui empresas mineradoras/produtoras de matérias-primas, que fornecem produtos intermediários; empresas misturadoras/vendedoras de fertilizantes; e produtoras que atuam como misturadoras e no campo da química. Em grande parte, os complexos industriais estão concentrados, principalmente, nas regiões de Patos de Minas e Uberaba. “É importante destacar que o setor de fertilizantes é estratégico para o Brasil, uma vez que reduz a dependência nacional da importação do produto. As regiões do Alto Paranaíba e do Triângulo Mineiro são grandes polos deste setor. Além de possuírem as jazidas dos nutrientes, têm também benefícios logísticos, devido à proximidade de grandes áreas de produção agrícola”, destaca o presidente da Invest Minas, João Paulo Braga. Eurochem, Mosaic, Nutrien, Yara, Verde Fertilizantes, KP Fértil são empresas que recentemente investiram na região. A planta da Eurochem, por exemplo, irá produzir 15% da produção nacional de fertilizantes fosfatados. OUTROS DESTAQUES - A área de minerais críticos ocupa o terceiro lugar, levando desenvolvimento para regiões como o Vale do Jequitinhonha e Mucuri, por meio do Vale do Lítio. De 2019 até hoje, foram atraídos R$ 9,8 bilhões em investimentos nessa área, sendo aproximadamente 32% desse montante (R$ 3,2 bilhões) formalizados no ano passado, como é o caso da Sigma Mineração e da MG LIT. Em quarto lugar, vem o setor de fármacos, com destaque especial para o Sul de Minas, atraindo grandes empresas como a Medley, Eudora (do grupo O Boticário), Eurofarma, Carestream, União Química, Biotronik e Cellera.
Estado atrai R$ 75 bi em energia solar
Estado consolida liderança nacional em energia solar
Estado consolida liderança nacional em energia solar
Grão Mogol vira exemplo de transformação do turismo
Grão Mogol vira exemplo de transformação do turismo
Lançamento da 29ª edição da Fenics será na próxima terça
Lançamento da 29ª edição da Fenics será na próxima terça
Hipolabor investirá mais R$ 40 milhões
Hipolabor investirá mais R$ 40 milhões
Agricultores atingidos pela seca começam a colher feijão na região
Agricultores atingidos pela seca começam a colher feijão na região
Entidades se reúnem com subsecretário de Estado
Entidades se reúnem com subsecretário de Estado
Cidade teve mais 487 empresas abertas
Cidade teve mais 487 empresas abertas
Emater realizará seminário sobre fruticultura no dia 3
Mercado estima PIB de 1,9%, revela boletim Focus
Setor de seguros cresce no Brasil
Secretaria apresenta políticas públicas do setor agropecuário
Novo Nordisk e Elétron formatam contrato para usina de R$ 245 mi
Poupança tem entrada líquida de R$ 1,3 bi
Fucam recebe capacitação em fruticultura e apicultura
“Comunidade Empreendedora” faz mapeamento no Cidade Cristo Rei
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos