Câmara aprova projetos voltados à saúde pública

Durante a reunião ordinária da Câmara Municipal, nessa terça-feira pela manhã, os vereadores aprovaram projeto do vereador Elair Gomes, do MDB, que institui o mês ‘Moc em Movimento’, que visa estimular e promover atividade física, incentivo à alimentação saudável, combate ao sobrepeso e obesidade, bem como a prevenção de doenças relacionadas ao sedentarismo.

Durante a reunião ordinária da Câmara Municipal, nessa terça-feira pela manhã, os vereadores aprovaram projeto do vereador Elair Gomes, do MDB, que institui o mês ‘Moc em Movimento’, que visa estimular e promover atividade física, incentivo à alimentação saudável, combate ao sobrepeso e obesidade, bem como a prevenção de doenças relacionadas ao sedentarismo.

De acordo com o texto, em Montes Claros há casos de sedentarismo, obesidade e doenças relacionadas, o que torna fundamental a regularização de políticas públicas para orientação adequada sobre os riscos do sedentarismo. O legislador destaca que o projeto de lei prevê a realização de palestras e campanhas educativas, bem como caminhadas, passeios ciclísticos e atividades físicas.

Também de autoria de Elair Gomes, outros dois projetos instituem o ‘Junho Violeta’, dedicado às ações de conscientização e prevenção da violência contra a pessoa idosa. Ele destacou que a medida visa promover a conscientização aos direitos da pessoa idosa e possibilitará o desenvolvimento de políticas públicas destinada a estas pessoas.

O tema é tão importante que a Câmara está apreciando o projeto de resolução que cria a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, que visa o interesse de proteção à vida familiar em Montes Claros. O outro projeto de lei cria o Dia Municipal de Conscientização e Combate ao Assédio Moral no Local de Trabalho, a ser lembrado, anualmente, no dia 15 de outubro.

Outro projeto aprovado, de autoria da Mesa Diretora, prevê a alteração do art. 2° da Lei 5.656 de 27 de fevereiro deste ano. Com a mudança, o limite de pontos de cada gabinete de vereador e do gabinete da presidência da Câmara Municipal, previsto na Lei Municipal n° 3.906, de 14 de março de 2008, e suas posteriores alterações, fica acrescido de 272 pontos e de 286 pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Unimontes lamenta a morte de ex-deputado
Unimontes lamenta a morte de ex-deputado
Prefeitura anuncia investimentos de R$ 31 mi
Prefeitura anuncia investimentos de R$ 31 mi
VEREADOR
Câmara quer mudar seguro obrigatório
Lula e ministro assinam MP que garantirá novos investimentos
Lula e ministro assinam MP que garantirá novos investimentos
O que se sabe sobre retorno do DPVAT e como funcionará
O que se sabe sobre retorno do DPVAT e como funcionará
Governo mapeia demandas do mercado de trabalho
Governo mapeia demandas do mercado de trabalho
CIMAMS
Cimams reforça pedido de pavimentação de estrada
Prefeitos pressionam pela rejeição de projeto
Prefeitos pressionam pela rejeição de projeto
Reunião na AL destaca avanço do Plano Safra
Governo garante R$ 872 mi para transporte escolar
Urna eletrônica terá nova voz para eleitores cegos ou com baixa visão
PL apresenta pré-candidato à Maçonaria
Prazo para filiação a partido político acaba neste sábado
Audiência na Assembleia aponta entraves para pacientes em Minas
AMM promove webinário sobre eleições municipais
CNM celebra manutenção da desoneração da folha
Estado consolida liderança nacional em energia solar
Jovem é agredido e amarrado dentro de casa durante assalto
Roubada carga de 20 toneladas enviada para prédio interditado
Motociclista bate em carro e é arremessado em avenida
Carro furtado em SP é apreendido na MGC-122