BNB propaga a música mineira e apoia a cadeia produtiva cultural

A pluralidade musical é um dos traços mais característicos da cultura de Minas Gerais.

A pluralidade musical é um dos traços mais característicos da cultura de Minas Gerais. O projeto Ecossistema Musical, do Banco do Nordeste Cultural, quer contribuir para a valorização dos artistas do Estado e o fortalecimento da cadeia produtiva do setor. Para isso, a instituição convidou especialistas da área para construírem listas de canções de artistas mineiros. O resultado soma mais de 10 horas de música e está disponível para acesso gratuitamente nos aplicativos Deezer, Spotify e YouTube.

“Minas são muitas. Num estado cercado de terras, o mar é do lado de dentro”. Assim os curadores Edson Lima (o Edssada), Gabriel Murilo e Pedro Cezar abrem a carta de apresentação da proposta do trabalho, publicada no site do Banco do Nordeste. O trio apostou na diversidade.

“Aproveitando as características fronteiriças em cada área de divisa do estado, a música de Minas Gerais mantém suas raízes com forte presença da cantoria, da viola caipira armorial, das congadas e moçambiques, incorporando, sem medo, o jazz, o samba, o rock, o rap, o pop, a música eletrônica e outros estilos urbanos. O momento é de liberdade criativa e de pluralidade de protagonismos. O presente trabalho é um convite para adentrar o universo de nossa musicalidade, em constante transformação. Deixar o coração bater sem medo. Boa audição!”, convidam Gabriel, Edssada e Pedro Cezar.

BNB CULTURAL – O Ecossistema Musical preparou também playlists de artistas dos nove estados do Nordeste e do Espírito Santo, que formam o denominado no projeto “Nordeste Expandido”. A coordenadora do Banco do Nordeste Cultural Juliana Coelho conta que os curadores se debruçaram sobre a produção musical de cada estado e apostaram na diversidade, com a seleção desde clássicos a canções poucos conhecidas e lançamentos, dos todos os estilos. “O Ecossistema Musical tem o objetivo fortalecer o elo da difusão da produção musical dos 11 estados pertencentes à área de atuação do Banco do Nordeste e possibilitar a articulação e a conexão entre as cenas musicais, bem como o estímulo à criação de redes”, explica Juliana.

O Banco do Nordeste Cultural é uma estratégia de fortalecimento das cadeias produtivas da cultura. Para isso, as ações do BNB com o segmento são desenvolvidas de forma integrada, envolvendo os Centros Culturais, os acervos artístico, histórico e bibliográfico, a ocupação de equipamentos culturais e o patrocínio cultural, ampliando a disponibilização de atividades nos estados que não possuem equipamentos da instituição.

CURADORES MINEIROS – Gabriel Murilo é músico, ator e gestor cultural. Também é sócio de produtoras e já realizou festivais. É mestre em Música pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e mestrando em Economia e Política da Cultura e Indústrias Criativas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Já circulou pelo Brasil e exterior com os grupos Serelepe, Confeitaria e Macaco Bong.

Edson Lima é natural produtor e agitador cultural, performer musical e pesquisador da cultura popular. Atua no cenário das artes integradas no Norte de Minas Gerais. Cofundador e participante de grupos como A Outra Banda da Lua, Orquestra Catrumana do Groove Solto, Baru Sonoro, Instituto Cultural Faminguê e de companhias de teatro.

Pedro Cezar é músico, bacharel em Música Popular, compositor, produtor e gestor cultural. Já excursionou pelo Brasil e participou de festivais na Bolívia e na Argentina. Foi coordenador de planejamento do Coletivo Corrente Cultural, esteve à frente de projetos em prol da música independente local e do aprimoramento das políticas públicas para a cultura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Ação proposta pelo MPMG visa a recuperação de casarão histórico
Ação proposta pelo MPMG visa a recuperação de casarão histórico
Unimontes homenageia escritores
Unimontes homenageia escritores
Museu Regional recebe a exposição Tons da Mulher
Museu Regional recebe a exposição Tons da Mulher
Jornalista Heberth Halley lança livro Coisas do Esporte no dia 12
Jornalista Heberth Halley lança livro Coisas do Esporte no dia 12
Profissionais participam de feira na Itália
Profissionais participam de feira na Itália
MCom autoriza novos canais de TV para quatro cidades da região
MCom autoriza novos canais de TV para quatro cidades da região
PARTE da programação do Festival nas Trilhas do Velho Chico será no Museu Regional do NM
“Pelas Trilhas do Velho Chico” resgata cultura norte-mineira
Artistas fazem tributo a Amelina Chaves nesta terça
Artistas fazem tributo a Amelina Chaves nesta terça
BNB propaga a música mineira e apoia a cadeia produtiva cultural
6º Beagá Psiu Poético homenageia Hélio Pellegrino
Semdecult participa de I Chá com Bordado
Filme “U omi qui casô cua mula” será apresentado nesta sexta
Inscrições para participar do evento na capital mineira seguem até o final do mês
Programa Minas para Sempre avança e contempla dez projetos
Drama “Faça a coisa certa” encerra as sessões do Cinema Comentado
Cinemaracas exibirá filme sobre negritude e o combate ao racismo
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos