[views count="1" print="0"]

Aneel aprova o Poste Legal para disciplinar o compartilhamento

Para implementar as diretrizes da Portaria assinada pelos ministérios das Comunicações e Minas e Energia, que institui a Política Nacional de Compartilhamento de Postes

Para implementar as diretrizes da Portaria assinada pelos ministérios das Comunicações e Minas e Energia, que institui a Política Nacional de Compartilhamento de Postes – Poste Legal, o Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou, nesta terça-feira (24/10), o regulamento sobre compartilhamento de postes entre distribuidoras de energia elétrica e prestadoras de serviços de telecomunicações. O documento será encaminhado para aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

“Com essa regulamentação, será possível garantir a expansão dos serviços a partir de uma gestão isonômica e transparente do acesso aos postes, com remuneração baseada em custos”, avalia o ministro das Comunicações, Juscelino Filho. O Conselho Diretor da Anatel também aprovou a realização de uma Consulta Pública que definirá a proposta de metodologia para Precificação dos Pontos de Fixação nos postes pelo prazo de 45 dias. Esse chamado deverá ser feito em conjunto com a Aneel.

A proposta que será submetida à Consulta Pública buscou um equilíbrio entre o estímulo e o fomento, a adaptação dos contratos, e a liberdade de negociação atualmente em vigor para os contratos em andamento. O objetivo é incentivar a adaptação às condições do novo regulamento sem impor o rearranjo compulsório e nem a rescisão dos atuais contratos.

A crescente demanda por serviços de telecomunicações tem levado à uma grande ocupação de postes de distribuição de energia elétrica, que acabam sendo compartilhados entre as empresas. Para regulamentar essa situação, os ministros das Comunicações, Juscelino Filho, e de Minas e Energia, Alexandre Silveira, assinaram a Portaria Interministerial 10.563/2023 que institui a Política Nacional de Compartilhamento de Postes – Poste Legal.

Com a regulamentação da ocupação dos postes, será possível garantir que os cabos e equipamentos estejam devidamente instalados e organizados, evitando qualquer risco à população e minimizando o impacto visual. A política também incentivará a inclusão digital, já que a conectividade em áreas remotas é uma das prioridades do Governo Federal.

Essa medida também é essencial para viabilizar os prestadores de pequeno porte que correspondem a cerca de 52% do mercado de banda larga brasileiro. Com o Poste Legal, o objetivo é expandir serviços a partir de uma gestão isonômica e transparente do acesso aos postes, com remuneração baseada em custos.

Aneel aprova o Poste Legal para disciplinar o compartilhamento
Aneel aprova o Poste Legal para disciplinar o compartilhamento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Fadenor organizará concurso público da área administrativa
Fadenor organizará concurso público da área administrativa
Montes Claros ganhará loja da rede Anjos Colchões & Sofás
Montes Claros ganhará loja da rede Anjos Colchões & Sofás
Norte de Minas conta com 7 projetos finalistas no Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora
Norte de Minas conta com 7 projetos finalistas no Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora
Miro Vídeo recebe título de Cidadão Honorário
Miro Vídeo recebe título de Cidadão Honorário
Obras do Anel Viário serão inauguradas em setembro
Obras do Anel Viário serão inauguradas em setembro
Moradores promovem protesto na MGC-122 neste sábado
Moradores promovem protesto na MGC-122 neste sábado
Crédito do BNB para as micro e pequenas empresas subiu 23%
Crédito do BNB para as micro e pequenas empresas subiu 23%
Câmara da Mulher Empreendedora realiza Café Conexão na terça-feira
Câmara da Mulher Empreendedora realiza Café Conexão na terça-feira
Copasa participa das ações do Ministério Público Itinerante
Começam inscrições para ajudantes de serviços gerais
Rotary presta homenagens ao comemorar 30 anos
Dino toma posse como ministro do STF
Cartórios eleitorais do interior estão com telefones alterados
Caixa lança concurso com 2 vagas apenas para M. Claros
ADI questiona artigo do Código de Ética e Disciplina dos Militares de Minas Gerais
Várzea da Palma divulga chamada pública
BANNER 2
Governo autoriza contratação de 68 profissionais para o HU
PC prende padrasto por abusos cometidos contra enteada
Homem desaparece em Espinosa
Cão ajuda PM a encontrar drogas
Preso acusado de espancamento no Santo Inácio por causa de dívida em boteco