[views count="1" print="0"]

Videoconferência da SES-MG reforça atualização de profissionais sobre sífilis

Como parte das ações do Outubro Verde, voltado para o enfrentamento da transmissão congênita da sífilis, a Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros (SRS) realizou nessa quarta-feira (25), videoconferência de atualização de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Como parte das ações do Outubro Verde, voltado para o enfrentamento da transmissão congênita da sífilis, a Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros (SRS) realizou nessa quarta-feira (25), videoconferência de atualização de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. O evento foi direcionado a profissionais que atuam em 54 municípios da área de atuação da SRS. Entretanto, está sendo organizado pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde com a participação da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, por meio do Serviço Ambulatorial Especializado (SAE).

A referência técnica em sífilis na Superintendência Regional de Saúde, Adriana Barbosa Amaral destaca que “a atualização dos profissionais de saúde é de fundamental importância para que sejam intensificadas as ações voltadas para o diagnóstico precoce e o tratamento da doença, a fim de conter a transmissão do agravo”.

A capacitação que será conduzida pelas médicas Janer Silveira e Ana Paula Holzmann, que atuam no Serviço Ambulatorial Especializado, reforçará a importância da realização da testagem rápida para o diagnóstico da doença; no manejo clínico; tratamento e utilização da técnica de aplicação de penicilina.

A sífilis é transmitida por meio de relações sexuais desprotegidas, sangue ou produtos sanguíneos (agulhas contaminadas ou transfusão com sangue não testado), além da transmissão da mãe para o filho em qualquer fase da gestação, no momento do parto ou pela amamentação. O tratamento é estendido aos parceiros sexuais e é feito com antibióticos, além de ser acompanhado com a realização de exames clínicos e laboratoriais para avaliar a evolução da doença.

“A sífilis é uma infecção curável, com tratamento relativamente simples, mas pegar uma vez não promove imunidade. Nas formas mais graves da doença, como na fase terciária, o não tratamento adequado pode levar à morte. O uso de preservativos (tanto femininos como masculinos) durante todas as relações sexuais é a maneira mais segura de prevenir a doença. O acompanhamento das gestantes e dos parceiros sexuais durante o pré-natal contribui para o controle da sífilis congênita”, explica a coordenadora de vigilância em saúde da SRS, Agna Soares da Silva Menezes.

Entre 2016 e 2021 a frequência da sífilis adquirida no país foi de 78,5 casos por 100 mil habitantes e em Minas Gerais a taxa ficou em 74,8 casos/100 mil habitantes. Entre 54 municípios que compõem a área de atuação da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros a taxa de frequência da sífilis adquirida ficou em 32,5 casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

Já a frequência da sífilis congênita, transmitida da mãe para o bebê durante a gestação ou amamentação apresentou o seguinte cenário em 2021: No Brasil, 9,9 casos por mil nascidos vivos; em Minas Gerais, 8,9 casos; e na área de jurisdição da SRS, 10,8 casos por mil nascidos vivos.

“Estamos num período de tendência de aumento de casos de sífilis. Por isso, a ampliação da testagem rápida, inclusive com a realização de ações fora das unidades de saúde e o investimento na qualidade do pré-natal com a realização da testagem da gestante, tratamento e monitoramento dos casos positivos, incluindo os parceiros, são medidas de fundamental importância para controle da doença. Combater a sífilis adquirida tem impacto importante na contenção da transmissão da doença, inclusive das gestantes para os bebês”, reforça Adriana Amaral.

Outras medidas importantes que os municípios devem manter durante todo o ano são as ações de educação sexual envolvendo as diversas faixas etárias da população. Entre as atividades o foco deve ser direcionado ao planejamento familiar; ao pré-natal; ações voltadas para o público presente nas salas de espera das unidades de saúde, escolas e universidades, além dos grupos de maior vulnerabilidade, constituído por pessoas do sexo masculino com idade entre 20 e 29 anos.

Videoconferência da SES-MG reforça atualização de profissionais sobre sífilis
O evento foi direcionado a profissionais que atuam em 54 municípios da área de atuação da SRS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Enfermeiros adotam protocolo antirrábico humano nas unidades de saúde da região
Enfermeiros adotam protocolo antirrábico humano nas unidades de saúde da região
Brasil Saudável prioriza Montes Claros
Brasil Saudável prioriza Montes Claros
Campanha de Vacinação contra a Gripe começa no dia 25 de março
Campanha de Vacinação contra a Gripe começa no dia 25 de março
Seminário sobre arboviroses vai reunir mais de 400 profissionais
Seminário sobre arboviroses vai reunir mais de 400 profissionais
Projeto defende mais apoio às famílias
Projeto defende mais apoio às famílias
Mutirão do Glaucoma deverá atender cerca de mil pessoas
Mutirão do Glaucoma deverá atender cerca de mil pessoas
Casos de dengue aumentam 96,52%
Casos de dengue aumentam 96,52%
Escolas realizam ações de combate à dengue
Escolas realizam ações de combate à dengue
Dados do CCZ apontam que foram capturados 27 morcegos portadores do vírus da raiva
Assembleia espera sensibilizar a população sobre Doenças Raras
Casos de dengue disparam e CCZ fará outro mutirão neste sábado
Projeto prevê obrigatoriedade de mamógrafo em municípios
Proposta cria programa para monitorar saúde e prevenir doença em idosos
Secretário e coordenador de Saúde explicam que município passa por momento atípicos de casos
Minas Gerais abre inscrições para curso de Trabalho e Saúde Mental
Publicados avisos de licitação para construção de duas UPAs
BANNER 2
Escola supera marca de quase 700 mil certificações
Jovem preso com drogas em Janaúba
PC conclui inquérito sobre desvio de verbas públicas
Acusado de matar jovem no dia do aniversário pega 16 anos de prisão
Jovem baleado pula muro de casa e é socorrido por populares