SES-MG e microrregião de Francisco Sá iniciam ações para o rastreamento com eletrocardiograma

Seis municípios que integram a microrregião de saúde de Francisco Sá iniciam na segunda quinzena deste mês a implementação do Projeto de Rastreamento da Doença de Chagas por meio da realização de exames de Eletrocardiograma (ECG)

Seis municípios que integram a microrregião de saúde de Francisco Sá iniciam na segunda quinzena deste mês a implementação do Projeto de Rastreamento da Doença de Chagas por meio da realização de exames de Eletrocardiograma (ECG). A decisão foi tomada quarta-feira (7), durante reunião preparatória realizada em Francisco Sá envolvendo gestores municipais, o coordenador de atenção à saúde da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros (SRS), João Alves Pereira, e da referência técnica do Centro Ambulatorial de Especialidades Tancredo Neves (Caetan), Ariela Mota. O Centro é administrado pelo Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF).

A previsão é de que os exames para o rastreamento da doença de Chagas por meio de ECG sejam realizados até fevereiro de 2024, contemplando além de Francisco Sá pessoas residentes em Grão Mogol, Botumirim, Cristália, Capitão Enéas e Josenópolis. Todas as pessoas que forem submetidas a exame de eletrocardiograma terão os laudos analisados por sistema de inteligência artificial.

Quando forem identificadas alterações sugestivas para a doença de Chagas, um sistema de alerta informará esse resultado aos serviços de vigilância epidemiológica do município de residência do paciente. A partir daí a secretaria municipal de saúde deverá proceder a busca ativa do paciente para a SRS/MOC coleta de sorologia e encaminhamento de material para análise no laboratório da Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte.

Para os casos com resultados de sorologia positivos para a doença de Chagas, o município deverá realizar o registro no Sistema de Agravos de Notificação (Sinan), mantido pelo Ministério da Saúde. Em seguida, caso seja recomendado, o município deverá ofertar ao paciente o tratamento antiparasitário, além de acompanhamento médico.

Trabalho piloto realizado em Monte Azul

Após o trabalho piloto realizado em abril de 2023 em Monte Azul, o Projeto começou a ser implementado no segundo semestre em cinco municípios da microrregião de Coração de Jesus. A proposta do Caetan é a de que em março deste ano o Projeto de Rastreamento da Doença de Chagas seja apresentado aos gestores das demais microrregiões de saúde de Montes Claros, Bocaiúva, Janaúba/Monte Azul, Salinas e Taiobeiras, a fim de que a realização de exames de ECG seja ampliado para estas localidades ainda neste semestre.

“Trata-se de uma iniciativa muito importante para o Norte de Minas pois, assim como outros agravos negligenciados, a doença de Chagas está associada a situações de pobreza, envolvendo pessoas que residem em imóveis em situações precárias. O Projeto constitui uma grande oportunidade para o Norte de Minas contribuir para o avanço do diagnóstico, acompanhamento e tratamento de pacientes, além de viabilizar a eficácia e a introdução de novas tecnologias no Sistema Único de Saúde (SUS)”, frisa João Alves Pereira, coordenador de Atenção à Saúde na SRS de Montes Claros.

TRANSMISSÃO – A doença de Chagas é transmitida por diferentes vias, sendo a vetorial que envolve espécies de triatomíneos, insetos chamados popularmente de barbeiros. Estima-se que, no mundo, entre 6 e 8 milhões de pessoas têm a doença e mais de 75 milhões moram em áreas de risco de contágio. Menos de 10% dos casos são diagnosticados precocemente e menos de 1% dos pacientes são tratados e acabam evoluindo para formas crônicas da doença, com comprometimento cardíaco e digestivo.

O Projeto de Rastreamento da Doença de Chagas por meio de ECG é coordenado pelo Centro São Paulo-Minas Gerais para Tratamento da Doença de Chagas (SaMi-Trop) realiza, desde 2013, pesquisas envolvendo doenças negligenciadas. O Centro é composto por cientistas colaboradores de quatro instituições de ensino: Unimontes; Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Universidade Federal de São João Del Rey e a Universidade de São Paulo (USP).

Os trabalhos são financiados pelo National Institute of Health, um conglomerado de centros de pesquisa que formam a agência governamental de pesquisa biomédica do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos. Está sediado em Bethesda, Maryland, e constitui o maior centro de pesquisa biomédica do mundo.

SES-MG e microrregião de Francisco Sá iniciam ações para o rastreamento com eletrocardiograma
Seis municípios que integram a microrregião de saúde começam as ações na segunda quinzena deste mês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Saúde repassa R$ 2,4 milhões para a prevenção de doenças
Saúde repassa R$ 2,4 milhões para a prevenção de doenças
HDG conscientiza colaboradores sobre a segurança no trabalho
HDG conscientiza colaboradores sobre a segurança no trabalho
Santa Casa Montes Claros recebe oficina de libras
Santa Casa Montes Claros recebe oficina de libras
Ministério destina R$ 23,3 mi à região
Ministério destina R$ 23,3 mi à região
Deputada repassa R$ 500 mil em emenda ao HDG
Deputada repassa R$ 500 mil em emenda ao HDG
Maçonaria busca apoio para o Hospital do Trauma
Maçonaria busca apoio para o Hospital do Trauma
Abril Verde e Azul é realizado na Santa Casa
Abril Verde e Azul é realizado na Santa Casa
Setor de endemias promove palestra na Apae de Monte Azul
Setor de endemias promove palestra na Apae de Monte Azul
Quase 4 bilhões de pessoas correm risco de infecção pelo mosquito Aedes
CRAS realiza campanha nas escolas da sede e zona rural para conscientizar mulheres
Guerra contra o Aedes aegypti chega ao Planalto nesta quinta
Comissão de Saúde é favorável a uso de bactéria no combate à dengue
Unicef faz apelo aos municípios para a vacinação dos estudantes
Consumo de serviços de saúde avança 10,3% após pandemia
Inscrições para o Concurso da Saúde terminam nesta quinta
Mutirão de Prevenção do Câncer será nesta sexta
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos