SES antecipa repasse de mais R$ 32 mi para conter o avanço das arboviroses

Nessa segunda-feira (4) em que Minas Gerais contabilizou 423 mil 368 casos prováveis de arboviroses; 170 mil 945 casos confirmados; 53 óbitos confirmados e 291 em investigação, a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciou a liberação de mais R$ 32 milhões para o enfrentamento da epidemia de dengue, chikungunya e zika.

Nessa segunda-feira (4) em que Minas Gerais contabilizou 423 mil 368 casos prováveis de arboviroses; 170 mil 945 casos confirmados; 53 óbitos confirmados e 291 em investigação, a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciou a liberação de mais R$ 32 milhões para o enfrentamento da epidemia de dengue, chikungunya e zika. O anúncio foi feito em Montes Claros pelo subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Eduardo Campos Prodoscimi, durante a abertura do Seminário Qualificação das Arboviroses – Manejo Clínico e Planos Municipais de Contingência.

Ao falar sobre as ações que a SES-MG tem implementado no enfrentamento das arboviroses, Eduardo Prodoscimi observou que “Minas Gerais passa por um cenário atípico em que, pela primeira vez, em janeiro houve um crescimento das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, atingindo todas as regiões do Estado. Em número de casos notificados só estamos atrás do Distrito Federal e, por esse motivo, a SES-MG vai antecipar o repasse de recursos financeiros aos municípios, totalizando R$ 112 milhões divididos em parcelas que começaram a ser liberadas em 2023”.

Devido ao agravamento da situação das arboviroses, com a circulação dos sorotipos 1, 2 e 3 da dengue, o subsecretário revelou que além do Governo do Estado, 114 municípios já publicaram decretos de emergência em saúde, visando agilizar as providências.

“As ações de eliminação de focos de proliferação do Aedes aegypti precisam ser diárias. Essa é a estratégia mais eficaz a ser implementada não só pelos serviços de saúde do Estado e dos municípios, mas pelos demais segmentos governamentais e, principalmente por parte da população, uma vez que 80% dos focos de proliferação do mosquito estão dentro de residências”, salientou Eduardo Prodoscimi.

O subsecretário lembrou que os “Dias D” de mobilização contra as arboviroses são importantes e servem para reforçar o alerta à população para os problemas causados pelo Aedes aegypti, porém o trabalho diário contra as arboviroses precisa ter continuidade durante todo o ano”.

Entre outras medidas já adotadas pela SES-MG de apoio aos municípios, está o repasse de R$ 30,5 milhões para a contratação de empresas especializadas na identificação e eliminação de focos do Aedes aegypti em locais de difícil acesso. O trabalho será realizado com a utilização de drones. Municípios com população acima de 80 mil habitantes farão a contratação direta do serviço. As demais localidades serão atendidas por meio de consórcios de saúde.

A superintendente regional de saúde de Montes Claros, Dhyeime Thauanne Pereira Marques reforçou a importância da união de esforços entre o Governo do Estado, municípios e a população nas ações voltadas para conter o avanço das arboviroses, levando em conta que o Estado enfrenta situação preocupante desde o início do ano.

O presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais – (Cosems), Edvaldo Farias da Silva Filho observou que “o enfrentamento às arboviroses constitui sério desafio para os gestores e técnicos da área da saúde e, nesse contexto, o manejo clínico correto de pacientes constitui uma das medidas mais importantes a serem observadas visando evitar o aumento de óbitos”.

Além disso, Edvaldo Farias reforçou que “o trabalho de eliminação de focos do Aedes aegypti precisa ser contínuo e, para isso, os municípios precisam investir em planejamento e organização das equipes de trabalho evitando, inclusive, a rotatividade de profissionais. Não podemos nos acomodar nos períodos de seca e trabalhar apenas a partir do momento que chove”.

SES antecipa repasse de mais R$ 32 mi para conter o avanço das arboviroses
O anúncio foi feito durante a abertura do Seminário Qualificação nessa terça-feira em Montes Claros, pelo subsecretário Eduardo Campos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Ministério destina R$ 23,3 mi à região
Ministério destina R$ 23,3 mi à região
Deputada repassa R$ 500 mil em emenda ao HDG
Deputada repassa R$ 500 mil em emenda ao HDG
Maçonaria busca apoio para o Hospital do Trauma
Maçonaria busca apoio para o Hospital do Trauma
Abril Verde e Azul é realizado na Santa Casa
Abril Verde e Azul é realizado na Santa Casa
Setor de endemias promove palestra na Apae de Monte Azul
Setor de endemias promove palestra na Apae de Monte Azul
Dia “D” de mobilização do Vacina Mais Minas mobiliza a região
Dia “D” de mobilização do Vacina Mais Minas mobiliza a região
Resposta às emergência em saúde pauta oficina de preparação em BH
Resposta às emergência em saúde pauta oficina de preparação em BH
SRS conclui oficina com foco na atenção primária e assistência às gestantes
SRS conclui oficina com foco na atenção primária e assistência às gestantes
CRAS realiza campanha nas escolas da sede e zona rural para conscientizar mulheres
Guerra contra o Aedes aegypti chega ao Planalto nesta quinta
Comissão de Saúde é favorável a uso de bactéria no combate à dengue
Unicef faz apelo aos municípios para a vacinação dos estudantes
Consumo de serviços de saúde avança 10,3% após pandemia
Inscrições para o Concurso da Saúde terminam nesta quinta
Mutirão de Prevenção do Câncer será nesta sexta
Modernização do SUS fácil pauta audiência na Assembleia Legislativa
Estado consolida liderança nacional em energia solar
Jovem é agredido e amarrado dentro de casa durante assalto
Roubada carga de 20 toneladas enviada para prédio interditado
Motociclista bate em carro e é arremessado em avenida
Carro furtado em SP é apreendido na MGC-122