Região receberá 28,3 mil doses de vacina

Montes Claros, Claro dos Poções, Itacambira, Glaucilândia, Juramento e Mirabela são os seis primeiros municípios do Norte de Minas que receberão a primeira remessa de 28.329 doses de vacinas contra a dengue.

Montes Claros, Claro dos Poções, Itacambira, Glaucilândia, Juramento e Mirabela são os seis primeiros municípios do Norte de Minas que receberão a primeira remessa de 28.329 doses de vacinas contra a dengue. A decisão foi tomada na quinta-feira (26/4), pelo Ministério da Saúde, que expandiu a vacinação a mais 625 municípios em seis Estados. A quarta remessa de 986,5 mil doses será destinada aos entes anteriormente incluídos como prioritários na vacinação contra a dengue, por apresentarem alta incidência de transmissão da doença.

Para municípios da área de atuação da Superintendência Regional de Saúde (SRS), o primeiro repasse será da seguinte forma: Montes Claros (26.309 doses), Mirabela (850), Claro dos Poções (474), Itacambira (277), Juramento (248) e Glaucilândia (171). Coordenadora de vigilância em saúde e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), na SRS de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes destaca a importância da inclusão de municípios do Norte de Minas na vacinação contra a dengue, levando em conta a alta incidência de transmissão da doença na região.

“Neste ano, dos 86 municípios da macrorregião Norte de Minas, somente Verdelândia apresenta média taxa de incidência de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. As demais localidades estão com alta ou muito alta taxa de incidência”, observa a coordenadora. Agna Menezes alerta que a vacina abre boas perspectivas para o controle da doença. “Mas os municípios e a população em geral não poderá abrir mão da eliminação de focos de proliferação do Aedes aegypti. Além da dengue, o mosquito transmite várias outras doenças, entre elas chikungunya, zika e febre amarela”.

Segundo o Ministério da Saúde, com a expansão dos municípios que passarão a ter vacinas contra a dengue, 1 mil 300 localidades em todo o país estarão sendo contempladas com o recebimento de imunizantes. “Importante destacar que estamos seguindo a lista de regiões previamente pactuada com os gestores de saúde dos estados e municípios”, explica a secretária de vigilância em saúde e ambiente do Ministério da Saúde, Ethel Maciel.

DISTRIBUIÇÃO

A distribuição das doses nos municípios foi determinada com base em três critérios: ranqueamento das regiões de saúde e municípios; quantitativo necessário de doses conforme a disponibilidade prevista pelo fabricante e o cálculo do total de doses a serem entregues em uma única remessa aos municípios. As vacinas destinadas para aplicação da segunda dose serão enviadas aos municípios considerando o intervalo recomendado de três meses para completar o esquema de vacinação.

País é o 1º do mundo a ofertar a vacina no sistema universal

O Brasil é o primeiro país do mundo que, a partir de fevereiro deste ano, passou a oferecer a vacina contra a dengue no sistema público universal. O Ministério da Saúde incorporou a vacina ao Sistema Único de Saúde (SUS) em dezembro de 2023. Inicialmente, a vacina começou a ser aplicada na população de regiões endêmicas, em 521 municípios. O processo foi organizado com a participação do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), seguindo as recomendações da Câmara Técnica de Assessoramento em Imunizações (CTAI) e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A metodologia utilizada teve como ponto de partida os municípios de grande porte (população igual ou maior do que cem mil habitantes) com alta transmissão de dengue nos últimos dez anos. As regiões de saúde nas quais estes municípios estavam incluídos foram selecionadas e ordenadas de acordo com os seguintes critérios: predominância do sorotipo 2 (dezembro de 2023) e maior número de casos no monitoramento 2023/ 2024. Com isso, 16 estados e o Distrito Federal tiveram municípios que preencheram os requisitos para a vacinação a partir deste ano.

Estão sendo vacinadas as crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, faixa etária que concentra maior número de hospitalizações por dengue (16,4 mil de janeiro de 2019 a novembro de 2023), depois das pessoas idosas, grupo para o qual a vacina não foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O esquema vacinal é composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

A definição de um público-alvo e regiões prioritárias para a imunização foi necessária em razão da capacidade limitada de fornecimento de doses pelo laboratório fabricante da vacina. A primeira remessa com cerca de 757 mil doses chegou ao Brasil no dia 20 de janeiro. Para este ano o Ministério da Saúde adquiriu o quantitativo total disponível pelo fabricante: 5,2 milhões de doses, que serão entregues até dezembro deste ano. Para 2025 o Ministério da Saúde já contratou a compra de mais nove milhões de doses de vacinas.

Região receberá 28,3 mil doses de vacina
NORTE DE MINAS receberá 28.3 mil doses de vacinas contra a dengue nos próximos dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
População de Jaíba recebe reforço na saúde
População de Jaíba recebe reforço na saúde
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Saúde lança campanha de prevenção ao uso de cigarros eletrônicos no País
Semana de formação do Projeto Integra Chagas movimenta profissionais
Governo recebe aeronaves que vão reforçar transporte de órgãos vitais e a segurança
Laudo aponta morte de menina por parada cardiorrespiratória
Exames de câncer bucal serão realizados no Major Prates
Aprovado projeto sobre uso de bactéria para controle do mosquito da dengue
Salas de Vacinação em Montes Claros
Governo antecipa parcelas da dívida com municípios
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste