Programação especial reforça a inclusão de crianças com autismo

Nesta terça-feira (2/4) é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) no ano de 2007 com o objetivo de levar informação à população para reduzir a discriminação e o preconceito contra os indivíduos que apresentam o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Nesta terça-feira (2/4) é comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) no ano de 2007 com o objetivo de levar informação à população para reduzir a discriminação e o preconceito contra os indivíduos que apresentam o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para celebrar a data, a Prefeitura de Montes Claros, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), preparou uma programação especial que será realizada durante todo o mês de abril, com o objetivo de reforçar a garantia aos diretos das crianças com TEA.

A programação será realizada em todas as unidades escolares municipais e inclui oficinas, palestras, rodas de conversa, exposição de trabalhos realizados pelos alunos e sessão de cinema com vídeos alusivos ao tema. Secretária municipal de Educação, a professora Rejane Veloso Rodrigues explica que as crianças com autismo enfrentam desafios relacionados a habilidades sociais, comportamentos repetitivos, fala e comunicação não-verbal, e os cuidados adequados podem auxiliar a melhorar sua relação com o mundo.

“Indivíduos com TEA têm aptidões e talentos específicos em determinadas áreas do conhecimento. Muitos podem, por exemplo, concentrar-se fortemente em apenas uma coisa. E muitas vezes as pessoas não compreendem. Então, teremos um mês dedicado à conscientização e à informação da comunidade escolar a fim de quebrar tabus e eliminar preconceitos”, destaca.

De acordo com a secretária, atualmente são 861 crianças autistas entre os 1.846 estudantes com deficiência matriculados no Sistema Municipal de Ensino de Montes Claros. “É um público muito especial e demanda um trabalho educativo organizado e adaptado para atender as suas necessidades”, observa a secretária.

Para atender a esse público específico, Rejane Veloso explica que o Município se estruturou e, hoje, oferta serviços especializados para garantir a acessibilidade e a inclusão nas unidades escolares. “O Sistema Municipal de Ensino conta com cerca de 1000 Auxiliares de Docência, além de Psicopedagogos, Psicólogos, Assistentes Sociais, Tradutores e Intérpretes de Libras, Supervisores Educacionais e Professores que atuam com atendimento educacional especializado para assistir os alunos com necessidades educacionais específicas.

Os serviços da Psicologia e Assistência Social que atuam em cada unidade de ensino realizam acompanhamento no processo educacional, orientação e acolhimento aos alunos e seus familiares, atuando de forma multidisciplinar com a Rede Intersetorial. Segundo a secretária, os espaços físicos das escolas também estão sendo adaptados para receber os alunos. “As unidades escolares estão sendo reformadas e recebendo salas equipadas com recursos multifuncionais, garantindo o acesso do aluno a informações que o ajudem a construir seu conhecimento de forma eficiente. Já os novos prédios estão sendo construídos com todos os recursos e equipamentos necessários para oferecer uma educação de qualidade e acolher a todos os alunos da maneira adequada”, completa.

Além da equipe que atua nas escolas, a SME conta com uma Coordenadoria de Educação Inclusiva formada por equipe multidisciplinar. De acordo com a coordenadora Meirielle Duarte Pereira, o trabalho do setor se baseia no princípio da individualização do atendimento, buscando atender as necessidades específicas de cada estudante com deficiência.

A coordenadora destaca que quando se fala sobre inclusão da criança com autismo na escola de ensino regular, deve-se pensar também no professor, para que ele esteja preparado para receber os alunos. “O professor é um mediador no processo inclusivo. É ele quem promove o contato inicial da criança DIA DE CONSCIENTIZAÇÃO com a sala de aula e é o responsável por incluí-la nas atividades com toda a turma”, observa.

Para garantir que o profissional esteja preparado para realizar esse acolhimento, a Secretaria Municipal de Educação mantém um programa de formação permanente. “Não só para os professores, mas para todos os profissionais da escola, para orientar e acompanhar esse processo, buscando garantir, assim, o desenvolvimento da autonomia, da criatividade e da comunicação dos estudantes autistas”, completa.

A Educação Inclusiva também atua como mobilizadora do Selo Unicef 2020/2024, com atividades e campanhas nas escolas, em cumprimento ao Plano Municipal da Primeira Infância e à Lei da Escuta Especializada (Lei nº 13.431, de 4 de abril de 2017), em parceria com a Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher (REVICOM), com reuniões semanais para atuação na Rede Intersetorial, que integra os Centros de Referência de Assistência Social – CRAS, Centros de Referência de Atendimento Especializado de Assistência Social – CREAS e Conselhos Tutelares.

Além disso, o setor conta com uma psicopedagoga, membro da Junta de Regulação do Serviço de Reabilitação em Deficiência Intelectual e Autismo (SERDI), que faz a interlocução, com encaminhamento e acompanhamento do fluxo. “Mesmo com todos os serviços ofertados nas unidades de ensino, as famílias têm acesso a atendimento personalizado na Coordenadoria de Educação Inclusiva, caso haja algum desconforto com o atendimento da unidade de ensino”, finaliza a coordenadora.

Programação especial reforça a inclusão de crianças com autismo
EDUCAÇÃO celebra Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Entidades empresariais realizam o Acelera 3.0 na cidade no dia 22
Entidades empresariais realizam o Acelera 3.0 na cidade no dia 22
Com uso de drone, homem desaparecido é encontrado
Com uso de drone, homem desaparecido é encontrado
Obra da ponte do JK avança e deverá ser concluída em maio
Obra da ponte do JK avança e deverá ser concluída em maio
MÉDICO RECEBE HOMENAGEM NA CÂMARA
MÉDICO RECEBE HOMENAGEM NA CÂMARA
Soterramento em obra deixa um homem morto e outro ferido
Soterramento em obra deixa um homem morto e outro ferido
RFB retém R$ 300 mil em mercadorias
RFB retém R$ 300 mil em mercadorias
Dnocs realiza pavimentação em municípios do Norte de Minas
Dnocs realiza pavimentação em municípios do Norte de Minas
Zona eleitoral da cidade conquista Selo Ouro
Zona eleitoral da cidade conquista Selo Ouro
Amams promoverá encontro para discutir assistência social
Januária passará por inspeção técnica na Comarca
Lançamento será em Montes Claros no dia 18
Secretário exalta relevância de programa que atende a região
TJMG realiza Mutirões do Júri em comarcas do interior de MG
Pintor cai de andaime após receber descarga elétrica
Copasa inicia obras para ampliar oferta de esgotamento sanitário
Prefeituras recebem primeiro FPM de abril
Estado consolida liderança nacional em energia solar
Jovem é agredido e amarrado dentro de casa durante assalto
Roubada carga de 20 toneladas enviada para prédio interditado
Motociclista bate em carro e é arremessado em avenida
Carro furtado em SP é apreendido na MGC-122