Polícia cumpre 11 mandado sem operação que apura roubos

A Polícia Civil deflagrou, na manhã dessa quarta-feira (27), uma operação para apurar dois roubos ocorridos em Montes Claros.

A Polícia Civil deflagrou, na manhã dessa quarta-feira (27), uma operação para apurar dois roubos ocorridos em Montes Claros. Durante a ação, 11 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Os crimes ocorreram nos dias 10 e 16 de janeiro, na região conhecida como Facela.

Segundo a delegada Francielle Drumond Figueiredo, responsável pela operação Colt, as vítimas dos assaltos foram mantidas reféns e sofreram ameaças. Uma das residências pertence a um Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC).

Sobre a finalidade da ação, a delegada explicou que os objetivos foram: “Apreender celulares dos investigados para dar continuidade às investigações, coletar mais elementos informativos, recuperar os objetos subtraídos das residências das vítimas e apreender drogas, já que esses investigados também são autores do crime de tráfico de drogas em Montes Claros.”

Durante a operação, a Polícia Civil aprendeu crack, maconha e objetos levados das vítimas. Três homens, entre eles um adolescente, foram detidos em flagrante. De acordo com Francielle Drumond Figueiredo, da casa do CAC, foram levadas oito armas e diversas munições, algumas já recuperadas.

“Da forma como foi, diretamente na residência de uma vítima específica, que tinha muitas armas de fogo, [entende-se que] foi algo planejado e estudado.” A delegada destaca que alguns dos autores se apresentaram na delegacia após o assalto na casa do CAC e negaram envolvimento nos crimes. Dias depois, dois foram mortos em confronto com a Polícia Militar. Na época, foram apreendidos objetos das vítimas e um homem foi preso por receptação.

“No dia 19 de janeiro, três dias depois do roubo na residência do CAC, a Polícia Militar recebeu informações de que dois dos autores estavam em determinada localidade e esses autores entraram em confronto com a PM e vieram a óbito”, detalhou.

ROUBO DO DIA 16 – Seis criminosos armados e encapuzados invadiram um sítio por volta de 20h30 do dia 16 de janeiro. As vítimas relataram que foram agredidas e amarradas durante a ação criminosa.

Segundo a Polícia Militar, um dos moradores contou que foi surpreendido pelos homens armados já dentro da residência. Ele tinha diversas armas devidamente registradas e, assim que foi rendido, os criminosos já o obrigaram a entregar a chave do cofre, onde o armamento estava guardado.

Posteriormente, três criminosos se deslocaram para uma outra casa, que fica na mesma propriedade, e renderam e agrediram um casal. Em seguida, roubaram um revólver e outros objetos do imóvel. O casal foi levado para a primeira residência onde permaneceu sobre ameaças juntamente com os outros moradores. Entre as vítimas, estavam duas crianças.

Segundo a PM, além das armas, os bandidos levaram um carro, televisões, joias e outros objetos. Uma das vítimas também disse que foi obrigada a fazer um PIX no valor de R$ 1 mil. Antes da fuga, eles danificaram os celulares de todas as vítimas e roubaram a central de monitoramento de câmeras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Pássaros da fauna silvestre apreendidos
Pássaros da fauna silvestre apreendidos
PC incinera mais de 200 kg de droga em Taiobeiras
PC incinera mais de 200kg de droga em Taiobeiras
Operação contra desmatamento ilegal gera R$ 15 mi em autuações
Operação contra desmatamento ilegal gera R$ 15 mi em autuações
Alvo de bandidos na 251, carreta dos Correios é localizada pela PM
Alvo de bandidos na 251, carreta dos Correios é localizada pela PM
Cantor morre ao ser atropelado por moto
Cantor morre ao ser atropelado por moto
Governo entregou novas viaturas para Polícia Civil
Governo entregou novas viaturas para Polícia Civil
Carro furtado em SP é apreendido na MGC-122
Carro furtado em SP é apreendido na MGC-122
Caminhão frigorífico cai em ribanceira na BR-251
Caminhão frigorífico caiem ribanceira na BR-251
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Polícia Civil investiga furto em casa após interdição de prédio
Furto de veículos volta a crescer no Estado
Igreja arrombada e armários são revirados
Foragido da Justiça recapturado após perseguição a motociclista
Jovem é agredido e amarrado dentro de casa durante assalto
Roubada carga de 20 toneladas enviada para prédio interditado
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos