PM cancela concurso que limita vagas para mulheres

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) cancelou os concursos públicos de formação de oficiais e soldados da corporação que limitavam a concorrência de mulheres para 10% das vagas.

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) cancelou os concursos públicos de formação de oficiais e soldados da corporação que limitavam a concorrência de mulheres para 10% das vagas. Uma das provas que aconteceria no próximo 10 de março já estava suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF) desde a semana passada.

Em notas divulgadas pelas redes sociais nessa terça-feira (5), a instituição afirmou que o cancelamento dos processos seletivos leva em consideração uma medida cautelar concedida na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7.488, pelo ministro Nunes Marques. Ainda segundo a PM, um novo edital será “publicado oportunamente”. O curso para admissão de oficiais previa 180 vagas, sendo 162 para homens e 18 para mulheres. Já o curso para formação de soldados, com 2.901 postos, estipulava 290 vagas femininas.

SUSPENSÃO DA PROVA – Na última quinta-feira (29), o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu a aplicação da prova do concurso de formação de soldados da PMMG que estava agendada para 10 de março. Atendendo a um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), o ministro Nunes Marques entendeu que o edital feria os princípios de “isonomia e igualdade” ao limitar o número de vagas para mulheres em apenas 10%.

“A reserva desse percentual às candidatas afronta os ditames [princípios] constitucionais relativos à isonomia e à igualdade entre homens e mulheres, à proteção do mercado de trabalho da mulher, sobretudo no tocante ao acesso a cargos públicos, e à proibição de discriminação em razão do sexo quando da admissão”, disse em trecho da decisão.

A sentença ainda citou decisões anteriores semelhantes do Supremo, para forças de segurança do Distrito Federal e de estados como Goiás, Pará, Mato Grosso, Santa Catarina e Piauí.

LEIS ESTADUAIS SUSPENSAS – A liminar também suspendeu os efeitos de duas leis estaduais de 2016 que restringem em até 10% o número de mulheres nos quadros de oficiais e de praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG).

No entendimento do ministro, a limitação contribui para “reforçar a histórica exclusão das mulheres nos ambientes profissional e educacional” e que a Constituição estabelece que é dever do poder público atuar “em prol da redução das desigualdades”. Ele argumentou, ainda, que a garantia às mulheres não interfere na disputa com os homens e que o concurso deve selecionar os mais aptos, independente do gênero.

O QUE DIZ A POLÍCIA MILITAR – “Considerando a medida cautelar concedida na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) n° 7.488 – Minas Gerais, pelo relator, Ministro Nunes Marques, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), por meio do Centro de Recrutamento e Seleção CRS/ DRH, comunica aos candidatos o CANCELAMENTO do Concurso Público para admissão ao Curso de Formação de Oficiais da PMMG – CFO/2024, e a REVOGAÇÃO do Edital n. 16/2023/ DRH/CRS, de 29 de dezembro de 2023. Novo Edital será publicado oportunamente”.

PM cancela concurso que limita vagas para mulheres
PMMG cancela concurso que limita vagas para mulheres; aplicação da prova estava suspensa pelo STF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Pedestre fica ferido ao ser atropelado por carro
Pedestre fica ferido ao ser atropelado por carro
Vítimas de acidente em estradas federais caem 60% em Minas Gerais
Vítimas de acidente em estradas federais caem 60% em Minas Gerais
Criminosos rendem motorista de coletivo e tentam incendiar veículo
Criminosos rendem motorista de coletivo e tentam incendiar veículo
Casos de ‘stalking’ crescem 40% em um ano em Minas Gerais
Casos de ‘stalking’ crescem 40%em um ano em Minas Gerais
Homem condenado a 166 anos por abusos sexuais contra quatro filhas
Homem condenado a 166 anos por abusos sexuais contra quatro filhas
PRF faz operação com 800 policiais nas rodovias de MG
PRF faz operação com 800 policiais nas rodovias de MG
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
Forças de segurança protestam por reajuste
Cegonheira apreendida e motorista detido por direção perigosa na 251
Assaltantes levam mochila com R$ 38 mil
Bandidos invadem casa em Janaúba e roubam R$ 100 mil
Criminosos fingem ajudar motociclista para assaltá-lo
PC investiga suposto envenenamento de duas irmãs de 3 e 6 anos em Jaíba
Operação Corpus Christi nas rodovias do Norte de Minas
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste