Oito em cada 10 empresários mineiros são impactados pela estação de inverno

A estação do inverno se aproxima e faz com que 8 em cada 10 empresários do seguimento de vestuário e acessórios, tecidos e artigos de cama, mesa e banho, e calçados e artigos de viagem sejam impactados positivamente pelo período, conforme pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa e Inteligência da Fecomércio MG.

A estação do inverno se aproxima e faz com que 8 em cada 10 empresários do seguimento de vestuário e acessórios, tecidos e artigos de cama, mesa e banho, e calçados e artigos de viagem sejam impactados positivamente pelo período, conforme pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa e Inteligência da Fecomércio MG.

O inverno que ocorre no período de 21 de junho e termina em 23 de setembro, impactará mais empresas desses setores frente a 2023, de acordo com a expectativa dos empresários. Atualmente 77,1% dos empresários esperam impacto positivo com o inverno, 12,7 pontos percentuais superior ao último ano, quando o impacto positivo foi de 65,0%.

Os empresários do varejo que são impactados pela data acreditam que as vendas serão melhores ou iguais a última temporada em 60,4%, proporção menos expressiva que em 2023, quando 74,6% dos varejistas esperavam vendas iguais ou melhores que o inverno anterior. Os motivos que levam 6 em cada 10 comerciantes crerem melhora nas vendas são o inverno rigoroso (36,6%), otimismo (32,1%), consumidor está comprando mais (13,0%), diversidade de produtos (10,7%) e esperança (10,7%).

Com as vendas no período de inverno, 40,0% dos empresários esperam um impacto em suas vendas entre 10,1% e 30,0%, já para 24,5% dos pesquisados, o incremento é mais intenso, entre 30,1% e 60,0%.

Para Gilson Machado, economista da Fecomércio MG, o período de inverno é uma excelente oportunidade para o aumento das vendas entre os meses de junho e setembro, já que os consumidores tendem a ir ao comércio para comprar itens para o período que a temperatura fica mais amena no país.

Ainda de acordo com nosso economista “mesmo que as mudanças climáticas façam com que o inverno não seja de temperaturas mais baixas como já foi no passado, o período ainda tem a incidência de sensação térmica mais baixa, costumes estabelecidos e a estação tem o seu charme, o que contribui com as vendas de inverno”. Destaca Machado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Conab promove o fortalecimento da biodiversidade brasileira
Conab promove o fortalecimento da biodiversidade brasileira
3º Festival gastronômico e cultural valoriza sabores e saberes do sertão mineiro
3º Festival gastronômico e cultural valoriza sabores e saberes do sertão mineiro
Quatro projetos de APLs do Norte receberão recursos da Fapemig
Quatro projetos de APLs do Norte receberão recursos da Fapemig
Artesãos movimentam R$ 115 mil em vendas
Artesãos movimentam R$ 115 mil em vendas
Minas tem novo avanço em energia solar
Minas tem novo avanço em energia solar
Rodas de conversas são realizadas em várias comunidades rurais de Monte Azul
Rodas de conversas são realizadas em várias comunidades rurais de Monte Azul
DLI oferece descontos em produtos e serviços
DLI oferece desconto sem produtos e serviços
Projeto sobre a política de agricultura irrigada gera divergências
Projeto sobre a política de agricultura irrigada gera divergências
Cresce o mercado pet no Estado
Minas tem saldo positivo na geração de empregos
Programa Moeda Pública é uma das soluções desenvolvidas pelo Sebrae
Perfil de venda atrai consumidor
Oito em cada 10 empresários mineiros são impactados pela estação de inverno
Desafios enfrentados pelas fazendas leiteiras contra a mastite
Mais de 300 pessoas já foram capacitadas pelo Norte Empreendedor em menos de dois meses
Dia do apicultor comemorado com boas perspectivas e muitos desafios
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste