Número de crianças mortas por afogamento em um ano dobra

Com a proximidade do verão, cresce a preocupação com os afogamentos em Minas Gerais.

Com a proximidade do verão, cresce a preocupação com os afogamentos em Minas Gerais. O estado é conhecido por belas cachoeiras, lagos e rios, em que muitos mineiros aproveitam para nadar e relaxar. Um levantamento do Corpo de Bombeiros mostrou que, até o dia 15 de outubro, 11 crianças entre 0 e 11 anos haviam morrido afogadas no estado. O número é mais que o dobro do que foi registrado em 2022 inteiro: cinco mortes por afogamento.

A corporação informou, por nota, que não há uma explicação única para o aumento deste número. Segundo os Bombeiros, as altas temperaturas registradas neste ano, aliada aos feriados prolongados, podem ser explicar o crescimento de crianças vítimas de afogamento.

“Não há como precisar as causas que levaram a esse aumento porque esse registro é um recorte que pertence apenas aos atendimentos dos Bombeiros. Cada região do estado tem uma característica diferente e os afogamentos têm diversas causas. Podemos inferir que a onda de calor que tivemos esse ano, somado aos feriados prolongados, pode ter alguma relação, mas não temos como afirmar isso, é uma possibilidade”, informou o órgão.

E pelos números apurados até agora, a tendência é que 2023 tenha mais mortes por afogamento, no geral, do que o registrado em 2022 por causa do forte calor. Neste ano, já foram 246 vítimas. No ano passado inteiro, 259 pessoas morreram afogadas no estado. Apesar de não haver uma explicação única para esse aumento no número de mortes de crianças por afogamento, os Bombeiros trazem uma série de dicas para os pais e responsáveis.

CUIDADOS:

– Oriente as crianças para que elas nunca saltem de locais elevados para dentro da água. Sobretudo em piscinas em que não é possível ver a profundidade real;

– Não deixe as crianças nadarem sozinhas, seja qual for o local;

– Fique sempre em supervisão quando as crianças estiverem na água;

– Oriente as crianças para que evitem brincadeiras como caldos;

– Forneça boias para as crianças e verifique se estão em condições adequadas de uso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Corregedoria-Geral de Justiça realiza 2ª Semana Nacional do Registro Civil
Corregedoria-Geral de Justiça realiza 2ª Semana Nacional do Registro Civil
Líder comunitário arrecada cestas básicas e material de construção na cidade
Líder comunitário arrecada cestas básicas e material de construção na cidade
Nova praça recebe o nome do fotógrafo Aldemário Collares
Nova praça recebe o nome do fotógrafo Aldemário Collares
Mais de 16 mil litros de leite humano são doados em MG
Mais de 16 mil litros de leite humano são doados em MG
Evento para mulheres no Espaço OAB debate empreendedorismo e desenvolvimento pessoal
Evento para mulheres no Espaço OAB debate empreendedorismo e desenvolvimento pessoal
Encontro de inovação vai aproximar meio acadêmico das empresas
Encontro de inovação vai aproximar meio acadêmico das empresas
HDG arrecada donativos para vítimas das enchentes
HDG arrecada donativos para vítimas das enchentes
Cobras de quase 2 metros são capturadas em áreas urbanas
Cobras de quase 2 metros são capturadas em áreas urbanas
Morador em situação de rua morre ao se engasgar
Aberto concurso da Polícia Militar com salários chegando a R$ 7 mil
CB participa de simulado de incêndio em frigorífico
Associação promove festa em Santana
Instituto Cidade Legal inaugura nova sede em Montes Claros
PC e Azul Linhas Aéreas recebem doações para o RS
Municípios são reconhecidos em premiação nacional da Rede de Atendimento
Mostra fotográfica tem apelo para fim daprescrição de casos de abusos sexuais
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito