Município investe em qualificação para o aperfeiçoamento do Ensino

O ano letivo começou no dia 15 de fevereiro nas unidades de ensino municipais de Montes Claros.

O ano letivo começou no dia 15 de fevereiro nas unidades de ensino municipais de Montes Claros. São mais 33 mil alunos matriculados em 111 escolas, sendo 22 unidades na zona rural e 89 na sede do município, no Maternal, Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos. Durante todo este mês de fevereiro, a Secretaria Municipal de Educação (SME) está promovendo cursos de formação para os profissionais que atuam nas unidades de ensino, com o objetivo de aprimorar e qualificar ainda mais o processo pedagógico.

“Esse período inicial do ano letivo é o momento de alinhamento das estratégicas, para que os projetos e programas previstos na agenda pedagógica sejam executados com efetividade”, destaca a secretária municipal de Educação, professora Rejane Veloso. De 5 a 9 de fevereiro, os cerca de 6 mil servidores que atuam nas unidades escolares e na sede da Secretaria de Educação participaram da Jornada Pedagógica, como preparação e aprimoramento para a execução de suas atividades ao longo do ano e para compartilhamento de experiências para enfrentar os desafios do período letivo que se inicia.

Na sexta-feira (16/2), psicólogos e assistentes sociais que atuam nas unidades de ensino municipais participaram de uma formação para alinhamento das ações previstas para o ano letivo. “Os serviços da Psicologia e da Assistência Social realizam acompanhamento no processo educacional, orientação e acolhimento aos alunos e seus familiares, atuando de forma multidisciplinar com a rede intersetorial”, explica Meirielle Duarte Pereira, coordenadora de Educação Inclusiva da SME. Durante a formação, os profissionais foram orientados a participar dos cursos disponibilizados pelo Selo UNICEF 2020-2024 e sobre a Lei da Escuta Especializada.

Nesta sexta-feira (23/2), a formação será para os supervisores pedagógicos que atuam na Educação Inclusiva e nos anos iniciais do Ensino Fundamental. O curso será realizado na Escola Municipal Dona Vidinha Pires, no Bairro Vargem Grande.

Neste ano terá continuidade o Plano de Recomposição das Aprendizagens, para acompanhar e monitorar as ações de fortalecimento e melhoria da aprendizagem dos estudantes. Entre as estratégias estão o reforço escolar, intervenção pedagógica, projeto estratégico de incentivo à leitura e escrita, além de uma série de ações com foco no desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita com todos os estudantes.

Dentro das atividades previstas na agenda pedagógica para efetivação do plano de recomposição, o período de 26 de fevereiro a 8 de março será dedicado ao monitoramento de aprendizagem, quando será aplicada a primeira avaliação diagnóstica dos estudantes do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos. Nesse período, também será realizado o monitoramento do plano anual de trabalho dos psicólogos e assistentes sociais, e lançado o projeto semestral para diretores e supervisores pedagógicos da Educação Infantil.

Essa preparação vai possibilitar a implementação do Programa de Educação Ampliada em Tempo Integral, buscando a formação integral dos alunos no que se refere à cognição, convivência social e afetividade. O Ensino em Tempo Integral será implementado em todas as unidades escolares que dispuserem de espaço para as atividades, e nas unidades que não tiverem essa estrutura será realizado o Tempo Semi-Integral, em dias alternados.

O cronograma será divulgado logo após o período de matrículas e acolhimento dos estudantes.

PROFISSIONAIS que atuam na Educação passam por capacitação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Mostra Sua UFMG Montes Claros terá mais de 2,6 mil participantes
Mostra Sua UFMG Montes Claros terá mais de 2,6 mil participantes
O bom desempenho da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) no Índice Geral de Cursos (IGC), medido pelo Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), foi enaltecido pelo governador Romeu Zema, do Novo. A qualidade do ensino teve a qualidade do ensino reconhecida com o recebimento do conceito 4 no IGC, que varia de 1 a 5. Em mensagem de vídeo, o governador destaca que o resultado da avaliação realizada pelo MEC, relativa a 2022, é uma demonstração da qualidade do ensino na Unimontes. “Eu fico muito feliz com esse resultado”, afirmou o governador. “Isso só reforça a qualidade de ensino que a Unimontes oferece e que foi considerada de excelência, nível que é alcançado por pouco mais do que 27% das instituições de ensino superior do Brasil”, declarou o governador. Esse reconhecimento, com toda certeza, é resultado do empenho da Unimontes na aplicação de metodologias inovadoras na qualificação continuada do corpo docente e também na ampliação das políticas de assistência estudantil e dos projetos de pesquisa. Por todo esse trabalho e por essa grande conquista, ficam aqui os meus parabéns a todos que compõem a Unimontes. Os alunos, professores e servidores”, afirmou o governador. A boa avaliação da Universidade no IGC/2022 também foi enaltecida pelo reitor da Unimontes, professor Wagner de Paulo Santiago. Ele lembrou que o percentual de 27,7% das instituições de ensino superior brasileiras obteve as notas 4 e 5 na avaliação promovida pelo MEC. “Com o conceito alcançado, a Unimontes ficou entre as melhores universidades do país, em um nível de excelência. Isso é um mérito dos nossos professores, alunos e servidores técnico-administrativos, os quais cumprimentamos por esse feito extraordinário”, observou o reitor. Ao comentar sobre a importância do desempenho da Unimontes na avaliação do MEC, o reitor Wagner de Paulo Santiago também ressaltou o apoio do Governo do Estado que também contribui para o resultado no IGC. “Na oportunidade, agradecemos o empenho de todo a equipe do Governo do Estado, nas pessoas do governador Romeu Zema e do vice-governador Mateus Simões, que não tem medidos esforços para atender as demandas da nossa universidade”, afirmou. Por sua vez, a presidente da Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Unimontes, professora Viviane Carrasco, salienta que a boa posição da instituição no sistema avaliativo do MEC é uma conquista coletiva, envolvendo toda a comunidade acadêmica, e serve como referência para a universidade aprimorar suas ações. “Trata-se de um reconhecimento à instituição, fortalecendo o seu compromisso de seguir as diretrizes de educação no país segundo o INEP/ MEC, buscando melhorias para ensino, pesquisa e extensão de excelência”, afirma a educadora.
Governador destaca desempenho da Unimontes
IFNMG inicia em Salinas a operação do Centro Colaborador de análises laboratoriais
IFNMG inicia em Salinas a operação do Centro Colaborador de análises laboratoriais
IFNMG abre as inscrições para a Olimpíada Brasileira de Robótica
IFNMG abre as inscrições para a Olimpíada Brasileira de Robótica
Proerd promove campanha de combate ao bullying no ambiente escolar
Proerd promove campanha de combate ao bullying no ambiente escolar
Mostra Sua UFMG no campus Montes Claros será no dia 13
Mostra Sua UFMG no campus Montes Claros será no dia 13
Município amplia oferta de vagas na EJA
Município amplia oferta de vagas na EJA
DPU apoia parecer do CNE sobre educação de pessoas com autismo
DPU apoia parecer do CNE sobre educação de pessoas com autismo
Abertas inscrições para pré-vestibular municipal
Governo publica último lote de nomeações de excedentes
Servidores federais de educação paralisam suas atividades em 360 unidades de ensino
Unimontes recebe nota 4 em avaliação do Inep
IFNMG-Campus Januária abre inscrições
O promotor de justiça Paulo Cesar Dias, o juiz da Comarca, Marcos Antônio Ferreira, e a servidora do Cejusc Rosane Rabelo
Parfor Equidade vai abrir 100 vagas pelo IFNMG e Unimontes
Colégio Sesc comemora 10 anos em Minas
Governo mapeia demandas do mercado de trabalho
Lava-jato era usado com o ponto de tráfico de drogas
Recurso vai definir se polícia pode criar site para identificar envolvidos
Vaca cai em reservatório de 4 metros de profundidade
TJMG realiza Mutirões do Júri em comarcas do interior de MG