[views count="1" print="0"]

Mulheres dominam número de habitantes

Maior município da região geográfica imediata (32 municípios), quinto maior de Minas Gerais (853) e 58º maior do Brasil (5.570), Montes Claros fechou 2022 com uma população de 414.240 habitantes, segundo o Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Maior município da região geográfica imediata (32 municípios), quinto maior de Minas Gerais (853) e 58º maior do Brasil (5.570), Montes Claros fechou 2022 com uma população de 414.240 habitantes, segundo o Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O documento revelou ainda que a densidade demográfica é de 115,39 habitantes por km2 (3.590 km2). Assim como em todo o País, as mulheres dominam a população em Montes Claros. De acordo com o Censo, o município tem 215.465 mulheres (52%) e 198.775 homens (48%). São 16.690 mulheres a mais que os homens. No País, são 6,0 milhões a mais.

A faixa etária com maior número de habitantes em Montes Claros é a de 20 a 24 anos, com 35.434 pessoas, das quais 18.227 mulheres (4,40%) e 17.207 homens (4,15%). Em seguida vem a de 25 a 29, com 34.790 residentes, sendo 17.753 mulheres (4,29%) e 17.037 homens (4,11%). Na terceira posição vem a faixa de 30 a 34 anos, com 34.183 moradores, dos quais 17.572 mulheres (4,24%) e 16.611 homens (4,01%).

Montes Claros tem ainda 80 pessoas com 100 anos ou mais, sendo 15 homens e 65 mulheres. Na faixa de 95 a 97, são 297 moradores, sendo 97 homens e 201 mulheres. Na faixa de 90 a 94 anos, são 1.012 habitantes, sendo 331 homens e 681 mulheres. Na de 85 a 89 anos, são 2.287 pessoas, das quais 838 homens e 1.449 mulheres. São 3.677 pessoas com mais de 85 anos.

BRASIL

Em 2022, o total de pessoas com 65 anos ou mais no país (22.169.101) chegou a 10,9% da população, com alta de 57,4% frente a 2010, quando esse contingente era de14.081.477, ou 7,4% da população. É o que revelam os resultados do universo da população do Brasil desagregada por idade e sexo, do Censo Demográfico 2022. Esta segunda apuração do Censo mostra uma população de 203.080.756 habitantes, com 18.244 pessoas a mais do que na primeira apuração.

“Após a divulgação dos primeiros resultados foi necessário realizar, pontualmente, alguns procedimentos de revisão, que acarretaram nessa diferença ínfima em termos percentuais”, explica o gerente técnico do Censo, Luciano Duarte. Em relação aos resultados do Censo 2022 divulgados anteriormente, 566 municípios sofreram alteração de população.

O aumento da população brasileira de 65 anos ou mais em conjunto com a diminuição da parcela da população de até 14 anos no mesmo período, que passou de 24,1% para 19,8%, evidenciam o franco envelhecimento da população brasileira.

“Ao longo do tempo a base da pirâmide etária foi se estreitando devido à redução da fecundidade e dos nascimentos que ocorrem no Brasil. Essa mudança no formato da pirâmide etária passa a ser visível a partir dos anos 1990 e a pirâmide etária do Brasil perde, claramente, seu formato piramidal a partir de 2000. O que se observa ao longo dos anos, é redução da população jovem, com aumento da população em idade adulta e também do topo da pirâmide até 2022”, analisa a gerente de Estudos e Análises da Dinâmica Demográfica do IBGE, Izabel Marri.

Em 1980, o Brasil tinha 4,0% da população com 65 anos ou mais de idade. Os 10,9% alcançados em 2022 por essa parcela da população representa o maior percentual encontrado nos Censos Demográficos. No outro extremo da pirâmide etária, o percentual de crianças de até 14 anos de idade, que era de 38,2% em 1980, passou a 19,8% em 2022.

“Quando falamos de envelhecimento populacional, é exatamente a redução da proporção da população mais jovem em detrimento do aumento da população mais velha”, destaca.

REGIÕES

Ainda avaliando as proporções desses grupos etários específicos, agora para grandes regiões, a região Norte é a mais jovem do país, com 25,2% de sua população com até 14 anos, seguida pelo Nordeste, com 21,1%. As regiões Sudeste e Sul apresentam estruturas mais envelhecidas, com 18% e 18,2% de jovens de 0 a 14 anos, e as maiores proporções de idosos com 65 anos e mais (12,2% e 12,1%, respectivamente). O Centro-Oeste possui uma estrutura intermediária, com distribuição etária próxima da média do país.

“Podemos perceber que a queda da fecundidade ocorreu primeiramente no Sudeste e no Sul do Brasil, o que as faz as regiões mais envelhecidas, com menor proporção de jovens. A região Norte, embora também tenha registrado uma redução da fecundidade ao longo dos últimos anos em todos os estratos socioeconômicos, ainda se mantém a região proporcionalmente mais jovem. Também é na região Norte que observamos a menor proporção de pessoas adultas e idosas em relação às outras regiões”, pontua a gerente.

Mulheres dominam número de habitantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Lideranças regionais voltam a reivindicar
Lideranças regionais voltam a reivindicar recuperação urgente da MGC-122 no NM
PARÓQUIA DO SANTOS REIS OFERECE ATENDIMENTO PSICOLÓGICO GRATUITO
Paróquia do Santos Reis oferece atendimento psicológico gratuito
Bombeiros promoveram mobilização de combate à dengue
Bombeiros promoveram mobilização de combate à dengue
Vela acesa provoca incêndio em geladeira dentro de apartamento
Vela acesa provoca incêndio em geladeira dentro de apartamento
Homem morre eletrocutado enquanto recarregava bateria
Homem morre eletrocutado enquanto recarregava bateria
Incêndio atinge 14 caminhonetes que presta serviço para a Cemig
Incêndio atinge 14 caminhonetes que presta serviço para a Cemig
Psiquiatra que cuida de ex-BBB ministrará palestra na Câmara
Psiquiatra que cuida de ex-BBB ministrará palestra na Câmara
OAB lança projeto 'Café com o Presidente & Diretoria' para promover diálogo na região
OAB lança projeto "Café com o Presidente & Diretoria" para promover diálogo na região
Semana da Mulher começa nesta segunda em Monte Azul
Presidente da CDL participa de passagem do comando
Condomínio responsabilizado por acidente com criança
Caixa abre inscrições para concurso com 4 mil vagas
MPMG lança projeto para fomentar resolução extrajudicial de conflitos
TSE aprova resoluções que vão reger o pleito
Cidade avança em Indicadoresde Impacto Social no ano 2023
Emater realizará evento sem Glaucilândia e Botumirim
BANNER 2
Escola supera marca de quase 700 mil certificações
Jovem preso com drogas em Janaúba
PC conclui inquérito sobre desvio de verbas públicas
Acusado de matar jovem no dia do aniversário pega 16 anos de prisão
Jovem baleado pula muro de casa e é socorrido por populares