[views count="1" print="0"]

Montes Claros tem quase 80 denúncias

Com a chegada do período chuvoso e alertas geológicos mais frequentes, eleva a preocupação quanto à necessidade de redobrar o cuidado nas construções.

Com a chegada do período chuvoso e alertas geológicos mais frequentes, eleva a preocupação quanto à necessidade de redobrar o cuidado nas construções. Obras sem acompanhamento técnico, ausência de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e empresas sem registros no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) não apenas flertam com a ilegalidade, mas também se tornam potenciais palcos de tragédias.

De janeiro a setembro, Montes Claros registrou 78 denúncias de obras e serviços irregulares, segundo o Crea-MG. Durante os três primeiros trimestres deste ano, foram contabilizadas 3.994 queixas de infrações no Conselho em Minas Gerais. Dessas, 355 foram feitas por meio do aplicativo Conecta Crea, que empodera os cidadãos, permitindo-lhes denunciar anonimamente irregularidades em projetos de engenharia, agronomia e geociências.

APOIO SOCIAL

“É muito importante contarmos com o apoio de toda a sociedade. Assim, aprimoramos ainda mais o nosso trabalho, que é o de coibir o exercício ilegal das profissões, preservando vidas e patrimônio”, afirma o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Fernando Borges.

O aplicativo, disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOS, não é apenas uma ferramenta de denúncia. Ele também serve como um portal para os usuários verificarem a integridade de profissionais e empresas, além de acessar protocolos de solicitação de serviços. Para os profissionais, o aplicativo oferece um espaço dedicado, permitindo-lhes monitorar as ARTs, boletos gerados, certidões solicitadas e relatórios de infração.

“Essa é mais uma ferramenta para a população ter certeza de que está contratando serviços de profissionais e empresas registrados e devidamente habilitados. A população não deve ficar exposta aos riscos advindos de serviços técnicos sendo desempenhados por pessoas sem atribuição e sem habilitação legal”, ressalta o presidente do Crea-MG.

Montes Claros tem quase 80 denúncias
MONTES CLAROS registra 78 denúncias de obras e serviços irregulares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Rotary repassa recursos ao Lar Padre Henrique
Rotary repassa recursos ao Lar Padre Henrique
Cimams quer acelerar reconstrução de ponte
Cimams quer acelerar reconstrução de ponte
Região terá a maior usina solar do país
Região terá a maior usina solar do país
DER vai recuperar ponte interditada na MGC-122
DER vai recuperar ponte interditada na MGC-122
Idoso morre atropelado por carro na avenida João XXIII
Idoso morre atropelado por carro na avenida João XXIII
“Cemig na Praça” chega à cidade
“Cemig na Praça” chega à cidade
Bolsa Família e Auxílio Gás pagam R$ 18,4 mi no município este mês
Bolsa Família e Auxílio Gás pagam R$ 18,4 mi no município este mês
Governo inicia obras de recuperação de rodovia
Governo inicia obras de recuperação de rodovia
ADI questiona artigo do Código de Ética e Disciplina dos Militares de Minas Gerais
Várzea da Palma divulga chamada pública
Prazo para solicitar ou renovar Fies no BNB termina no dia 29
Receita alerta microempreendedor sobre erro na declaração anual
Bombeiros usam técnica de rapel para resgatar corpo em grota em Olhos D´Água
Município de Jaíba assina termos para fortalecer projetos sociais
Instituto Erize abre inscrições gratuitas
Seminário da Mulher Empresária Divinópolis terá Centro de Especialidades será realizado no próximo dia 5
BANNER 2
Rotary repassa recursos ao Lar Padre Henrique
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
PF recaptura condenado a 96 anos que participou da Chacina de Unaí
Mulher baleada no rosto e braço em São João do Paraíso com 38
Retido ônibus com mercadorias avaliada sem R$ 200 mil na BR-135 em Montes Claros