Lideranças regionais voltam a reivindicar recuperação urgente da MGC-122 no NM

As lideranças regionais de Monte Azul, Espinosa e Mamonas vêm intensificando esforços para chamar a atenção do Governo do Estado em relação à crítica situação da estrada que dá acesso aos municípios começando de Janaúba até Espinosa - divisa com a Bahia.

As lideranças regionais de Monte Azul, Espinosa e Mamonas vêm intensificando esforços para chamar a atenção do Governo do Estado em relação à crítica situação da estrada que dá acesso aos municípios começando de Janaúba até Espinosa – divisa com a Bahia. A via, frequentemente utilizada por moradores, comerciantes, empresas e visitantes, encontra-se em condições precárias, repletas de buracos que representam um risco iminente para a segurança dos usuários.

A denúncia é feita pelo coordenador da Defesa Civil de Monte Azul, Robson Pereira, o presidente da Câmara, Sílvio Luiz Araújo, Alex Fabiane Miguel da Silva, o Alex do Hospital, Valmir Luiz da Silva, além de outros colegas vereadores monteazulenses, à reportagem do NOVO JORNAL DE NOTÍCIAS, nesta semana, e pretendem levar a questão aos presidentes da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), prefeito de Padre Carvalho, Nilson Bispo de Sá, o Nilsinho, do Consórcio Intermunicipal Multinfinalitáario da Área Mineira da Sudene (Cimams), prefeito de Patis, Valmir Morais de Sá e Ainda a Associação Mineira de Municípios (AMM), prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinícius da Silva Bizarro, o Dr. Marcos Vinícius.

TRÁGICO ACIDENTE – Nessa quinta-feira (29) de manhã, um motociclista que rodava de Porteirinha para Monte Azul, perdeu a vida, ao bater em um carro na MGC-122, ao desviar de buracos e bater no veículo que vinha em sua mão de direção. Além da morte trágica do rapaz de 35 anos, houve feridos no carro de passeio. O acidente é atribuído a quantidade de buracos existentes na pista.

FLUXO – A estrada, que desempenha um papel vital na ligação entre Monte Azul e cidades vizinhas, tem enfrentado um crescente fluxo diário de veículos, incluindo veículos de carga, ônibus de transporte escolar, veículos pesados de diversas empresas, entre outros, segundo informam as lideranças ao NJN. O longo trecho entre Janaúba, Porteirinha, Mato Verde, Monte Azul, Espinosa, é o mais crítico, sobretudo, na ocasião de carnaval, no mês passado com muitas chuvas, quando o governador Romeu Zema foi cobrado junto com a Secretaria de Infraestrutura e Obras, além do Departamento de Edificações de Estradas de Rodagens (DER). Segundo Robson Pereira, há mais de 35 anos, a população das Serra Geral espera pelo recapeamento da MGC-122.

No último sábado (24), o vice-governador de Minas, Professor Mateus Simões foi cobrado também para que faça esforços junto ao governador Zema para que execute a obra da MGC-122 e não fique apenas no trecho de Nova Porteirinha até Janaúba e entrada da BR-251, de jurisdição do Dnit, da Polícia Rodoviária Federal e Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT).

No entanto, a deterioração do pavimento resultou em uma superfície esburacada, causando danos a veículos e colocando em risco a integridade física de todos que a utilizam. Os prejuízos são incalculáveis, conforme diz o comerciante e fazendeiro de Monte Azul Francisco de Assis Carvalho, que aguarda a recuperação da rodovia estadual.

O prefeito de Monte Azul, Paulo Dias Moreira, o Dr. Paulo, em contato com o NJN, expressou sua preocupação com a situação, destacando que a segurança da população é a principal prioridade. “Não podemos mais esperar. A situação da estrada é inaceitável e está colocando vidas em perigo todos os dias. Nossos cidadãos merecem estradas seguras e de qualidade para se deslocar”, declarou. A Bancada do Norte de Minas já foi comunicada, pelos vereadores e pelo vice-prefeito e médico de Monte Azul, Edilson Rocha, O Xau, entre eles, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Tadeuzinho Martins, Arlen Santiago, Oscar Teixeira, ex-prefeito de Mato Verde, Gil Pereira, a 1ª vice-presidente da Casa, Leninha Alves, outros deputados da base norte-mineira, além dos parlamentares federais Paulo Guedes, Delegado Marcelo Freitas, entre outros representantes na Câmara Federal em Brasília.

Condição da estrada afeta
Condição da estrada afeta

Condição da estrada afeta diretamente a economia local

Além das questões de segurança, a condição da estrada também afeta diretamente a economia regional e local. Comerciantes e produtores locais têm enfrentado dificuldades para escoar seus produtos devido à precariedade da via, o que resulta em atrasos e perdas financeiras, afirma o presidente do União Brasil de Monte Azul, Geraldo Teixeira, o Gêra Despachante, que utiliza a estrada há vários anos.

O motorista Glermerson Costa afirma que a estrada ficou pior após as chuvas e as consequências são veículos danificados e grandes prejuízos, entre as localidades de Pajeú, Trevo de Monte Azul – Mato Verde até chegar em Espinosa e Estado baiano Urandir e Guanambi, além de romarias para Bom Jesus da Lapa, Licínio de Almeida, entre outras cidades vizinhas e turísticas como Montezuma, Rio Pardo de Minas, Gameleiras, Santo Antônio do Retiro, entre outros municípios encrustados na Serra Geral do Norte de Minas.

Diante dessa situação crítica, os vereadores e prefeitos da Serra Geral no NM têm cobrado insistentemente do Governo do Estado e já estiveram na semana passada em Belo Horizonte solicitando ações imediatas de recuperação da estrada. O apelo busca uma intervenção efetiva para garantir a segurança dos cidadãos e impulsionar o desenvolvimento econômico da região, que inclusive, desperta o potencial turístico já que os municípios são cercados de cachoeiras e atraentes rios.

A população de Serra Geral espera que suas vozes sejam ouvidas e que as providências necessárias sejam tomadas para solucionar o problema da estrada MGC-122 esburacada. A situação se torna cada vez mais urgente, e a comunidade aguarda ansiosamente por uma resposta positiva das autoridades competentes do Estado, inclusive, do DER, pois remendos não resolvem nada e os buracos voltam a reaparecer, principalmente, no período chuvoso.

Lideranças regionais voltam a reivindicar
Situação da MGC-122 ficou pior depois das chuvas que caíram na região

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
DPMG realizará mutirão em São Francisco
DPMG realiza Mutirão das Famílias nesta sexta
Fórum abordará influência das redes na carreira profissional
Fórum abordará influência das redes na carreira profissional
Lote sujo preocupa moradores e comerciantes
Lote sujo preocupa moradores e comerciantes
Empresa vencedora vai executar obra de cratera
Empresa vencedora vai executar obra de cratera
Entidades empresariais realizam o Acelera 3.0 na cidade no dia 22
Entidades empresariais realizam o Acelera 3.0 na cidade no dia 22
Com uso de drone, homem desaparecido é encontrado
Com uso de drone, homem desaparecido é encontrado
Obra da ponte do JK avança e deverá ser concluída em maio
Obra da ponte do JK avança e deverá ser concluída em maio
Jovem que ingeriu colher deixa hospital sem finalizar tratamento
Projeto MP em Movimento será lançado hoje em MOC
TRE instala posto temporário na Assembleia Legislativa
Amams promoverá encontro para discutir assistência social
Januária passará por inspeção técnica na Comarca
Lançamento será em Montes Claros no dia 18
Secretário exalta relevância de programa que atende a região
TJMG realiza Mutirões do Júri em comarcas do interior de MG
Emater investe R$ 2,6 mi em qualificação de colaboradores
Reforço na fiscalização ambiental em Minas
Dupla detida suspeita de tráfico de drogas
Homem condenado a 14anos de prisão por homicídio
Pássaros da fauna silvestre apreendidos