IEF apresenta ações de fomento e conservação da Serra do Espinhaço

Vários representantes do Instituto Estadual de Florestas (IEF) participaram, terça-feira (21/5), de audiência pública na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) que debateu ações de fomento, promoção e conservação da Serra do Espinhaço, que corta os municípios de Botumirim, Grão Mogol, Itacambira, Porteirinha, Mato Verde, Monte Azul, Espinosa, Olhos D´Água, depois de Bocaiúva, Diamantina, Serro, entre outros no Estado.

Vários representantes do Instituto Estadual de Florestas (IEF) participaram, terça-feira (21/5), de audiência pública na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) que debateu ações de fomento, promoção e conservação da Serra do Espinhaço, que corta os municípios de Botumirim, Grão Mogol, Itacambira, Porteirinha, Mato Verde, Monte Azul, Espinosa, Olhos D´Água, depois de Bocaiúva, Diamantina, Serro, entre outros no Estado.

A diretora de Conservação e Recuperação de Ecossistemas do IEF, Marina Fernandes Dias, destacou o Plano de Ação Territorial (PAT) para conservação de espécies ameaçadas de extinção do Espinhaço Mineiro como uma das principais ações do instituto no Norte de Minas.

O trabalho está inserido no âmbito do projeto Pró-Espécies: todos contra a extinção. O plano busca conciliar a proteção da biodiversidade e dos serviços ambientais com o desenvolvimento socioeconômico das comunidades locais do território. A coordenadora do PAT em Minas, Gabriela Brito, apresentou o vídeo institucional do plano, e explicou que a elaboração e implementação do PAT Espinhaço Mineiro conta com diversos atores estratégicos da sociedade civil, setor produtivo, órgãos públicos e pesquisadores.

“A construção do PAT e sua execução é feita por várias mãos, e é isso que tem possibilitado os resultados positivos que estamos alcançando, atuando conjuntamente em diversas frentes e buscando atender aos objetivos do plano”, afirma.

No evento, também foi lançado oficialmente o vídeo “Tributo ao Espinhaço Mineiro” que apresenta as belezas e as particularidades da biodiversidade desse território, sendo uma produção do PAT para alavancar as atividades de mobilização social.

Também participaram da audiência, representantes da Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), PUC-MG, além de organizações não governamentais.

O território do PAT Espinhaço Mineiro abrange uma área com 105.251 quilômetros quadrados, perpassando os biomas Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica.

São alvo do PAT 24 espécies criticamente em perigo, e atualmente não contempladas por nenhum instrumento de conservação oficial, sendo 19 espécies da flora, três de peixes e duas de invertebrados.

Entretanto, os efeitos positivos das ações do plano também serão refletidos em, pelo menos, 1.787 outras espécies ameaçadas presentes no território (espécies beneficiadas).

Em Minas, o PAT é coordenado pelo IEF. Seu objetivo é aumentar a conservação dos habitats, das espécies e da sociobiodiversidade no território, com o engajamento dos diversos atores sociais.

PROJETO

Coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, no âmbito da Estratégia Nacional para a Conservação de Espécies Ameaçadas, o projeto Pró-Espécies: todos contra a extinção é financiado pelo Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF, da sigla em inglês para Global Environment Facility Trust Fund).

Sua implementação é feita pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), e a agência executora é o WWF-Brasil.

IEF apresenta ações de fomento e conservação da Serra do Espinhaço
Plano de Ação Territorial (PAT) do Espinhaço Mineiro é uma das principais ações na região norte-mineira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Seminário apresenta projetos nesta quinta
Seminário apresenta projetos nesta quinta
Município adia início do prazo de inscrições para o dia 1º de julho
Montes Claros poderá registrar temperatura mínima de 12ºC
Temperaturas entram em declínio no Norte de Minas
Temperaturas entram em declínio no Norte de Minas
Deputado exalta reunião sobre energia limpa
Deputado exalta reunião sobre energia limpa
Minas celebra redução no desmatamento
Minas celebra redução no desmatamento
Irrigantes se reúnem em Nova Porteirinha e Jaíba
Irrigantes se reúnem em Nova Porteirinha e Jaíba
Parceria projeta potencializar o extrativismo em Montes Claros
Parceria projeta potencializar o extrativismo em Montes Claros
Parque Estadual de Botumirim inaugura novas estruturas
Parque Estadual de Botumirim inaugura novas estruturas
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Cerrado e caatinga apresentam índices de 43% e 37% em Minas
Programa da Prefeitura investe em sustentabilidade e inclusão
Estado entrega 81 novos carros para unidades regionais do IEF
Defesa Civil faz alerta para nova onda de calor em Minas Gerais
Simpósio acontecerá em Salvador
Membros do CBHSF participam do encontro de comitês em BH
Dnocs participa de evento de apresentação do prognóstico de chuvas e seca no semiárido
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste