I Encontro do Café será realizado nesta segunda

Nesta segunda-feira (29) acontece o I Encontro Café com Prosa, na Fazenda WD, município de Grão Mogol, no Norte de Minas, das 8h30 às 16 horas. São oferecidas 20 vagas através da Emater também para os dois municípios vizinhos de Botumirim e Cristália.

Nesta segunda-feira (29) acontece o I Encontro Café com Prosa, na Fazenda WD, município de Grão Mogol, no Norte de Minas, das 8h30 às 16 horas. São oferecidas 20 vagas através da Emater também para os dois municípios vizinhos de Botumirim e Cristália.

O encontro tem apoio do poder público municipal, Procampo, Emater, que por sua vez, abordará para os agricultores sobre o cultivo do café no Norte de Minas.

MUNICÍPIOS – Um raio X da cafeicultura de Minas Gerais. Essa é a proposta com o mapeamento do parque cafeeiro do Estado. Iniciada em 2016 e concluída em 2018, a iniciativa vai oferecer informações precisas sobre o setor, contribuindo com o desenvolvimento e a implantação de políticas públicas.

A ação é do Governo de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater), Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e Fundação João Pinheiro. Conta ainda com a parceria da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Embrapa.

O mapeamento do parque cafeeiro mineiro obteve informações precisas sobre o tamanho e a distribuição geográfica da produção de café no estado. Primeiro foi feito o levantamento da área plantada em 463 municípios produtores de café, com o uso de imagens de satélite. Em seguida houve a validação desses dados em campo, trabalho realizado pelos extensionistas da Emater.

No total, Minas Gerais tem uma área cultivada de 1,2 milhão de hectares. A macrorregião Norte e Vales do Jequitinhonha e Mucuri possuem 77 municípios produtores e uma área plantada de 37,8 mil hectares. Já o Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Nordeste somam 51 municípios e uma área cafeeira de 211,9 mil hectares. Na Zona da Mata mineira, Vale do Rio Doce e região Central são 181 municípios e uma área cultivada de 322 mil hectares. As regiões Sul e Centro-Oeste juntas possuem a maior área. São 649,9 mil hectares plantados em 154 municípios.

Minas Gerais é o maior produtor de café do Brasil, produzindo mais de 50% da safra nacional. Além de fornecer informações precisas sobre a safra mineira de café, o mapeamento ainda será útil no levantamento de custos de produção.

“A partir da conclusão do mapeamento, algumas metodologias já propostas de estimativa de produtividade, e outras a serem desenvolvidas, deverão ser implementadas para obtenção das previsões de safras, através de critérios mais objetivos e precisos”, explica o assessor especial de Cafeicultura da Seapa, Niwton Moraes.

Outra ação do mapeamento do parque cafeeiro é a caracterização das regiões produtoras. Com a utilização da metodologia Caracterização das Unidades de Paisagem foi possível conhecer as potencialidades, limitações e aptidões de cada uma delas. O trabalho permitiu a integração e o estabelecimento das correlações entre as variáveis ambientais: geologia, relevo e solo.

Essa metodologia, por exemplo, foi utilizada para caracterizar a macrorregião Norte e Vales do Jequitinhonha e Mucuri. E a conclusão é de que nesta macrorregião há restrições para o cultivo de café arábica, devido às condições térmicas e hídricas. Porém, observou-se aptidão da macrorregião para o desenvolvimento da variedade Café Robusta.

“É uma grande ferramenta para tomada de decisões do produtor e para a geração de políticas públicas na implantação de novas lavouras”, afirma o coordenador estadual de Planejamento e Gestão da Emater-MG, Edson Logato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Comércio espera um aumento de 5% nas vendas do Dia das Mães
CDL reforça a importância de comprar no comércio local
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Três franquias miram Montes Claros
Três franquias miram Montes Claros
Governo foca micro e pequenas empresas
Governo foca micro e pequenas empresas
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Pequenos agricultores repassam alimentos para a merenda escolar
BNB detalha soluções para micro e pequenas empresas em encontros
Apiário de Riachinho produz mel para o mercado norte-mineiro
Salário médio dos trabalhadores em Montes Claros é de R$ 2,5 mil
I Encontro do Café será realizado nesta segunda
Emater realizará seminário sobre fruticultura no dia 3
Mercado estima PIB de 1,9%, revela boletim Focus
Setor de seguros cresce no Brasil
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito