Governo foca micro e pequenas empresas

BDMG lança linha de crédito com taxa reduzida para estimular classe produtiva

O Governo de Minas e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) anunciaram nessa terça-feira (7/5) a criação da linha “BDMG Crédito para Crescer”, destinada a micro e pequenas empresas localizadas nos municípios que estão no grau intermediário do programa Minas Livre para Crescer, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede-MG).

Os empresários dessas localidades terão acesso a taxas reduzidas de financiamento – 5,75% ao ano + Selic, prazo de 48 meses para pagar, sendo 12 meses de carência – para reforma, capital de giro, pagamento de dívidas, compra de equipamentos, entre outras iniciativas.

O objetivo do banco e da Sede-MG com a nova linha de crédito é apoiar as empresas de menor porte e, assim, impulsionar a geração de emprego e renda nesses locais, afinal, conforme dados do Sebrae, em 2023, 80% das vagas com carteira assinada do país foram geradas pelos pequenos negócios. Além disso, é uma forma de incentivar que as prefeituras avancem nas políticas voltadas à liberdade econômica, como a dispensa de alvarás para atividades.

“Queremos contribuir para que as micro e pequenas empresas sejam prósperas e tenham longevidade. Essa linha tem potencial para impactar as cidades como um todo, principalmente no interior, impulsionando o comércio local, gerando oportunidades e renda para a população em todas as regiões do Estado”, afirma o presidente em exercício do BDMG, Antônio Claret Júnior.

Ainda segundo Claret, a linha “BDMG Livre para Crescer” fortalece a proposta do Governo de Minas de simplificar a burocracia nas atividades econômicas, visando facilitar o processo de abertura de empresas no estado, aumentar a competitividade dos empreendimentos mineiros, atrair novos investimentos e otimizar a atividade do governo municipal.

MINAS LIVRE PARA CRESCER – O programa Minas Livre Para Crescer foi criado em 2019 e propõe a redução da burocracia no estado por meio da adesão dos municípios à legislação de Liberdade Econômica. Até este mês, 442 prefeituras já publicaram atos normativos aderindo à iniciativa, o que representa mais da metade do estado, impactando na vida de e mais de 11 milhões de habitantes. O desafio, agora, é que as cidades que já começaram a adotar as medidas avancem dentro dos patamares de maturidade da iniciativa.

Os dados da Sede-MG, como aponta o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, mostram o potencial do programa. “Dos mais de 140 mil empregos gerados no estado em 2023, 56% foram em municípios que adotaram essas medidas. Além disso, entre as 100 cidades mineiras que mais criaram postos de trabalho no ano passado, 66 implementaram políticas de liberdade econômica. Nossa expectativa é de que esses números melhorem quanto mais os municípios avançarem o grau de maturidade no Minas Livre Para Crescer”, afirma Passalio.

Considerando os dez municípios de pequeno porte (com até 50 mil habitantes) que mais contribuíram para a geração de empregos em Minas Gerais no ano anterior, nove adotaram essas regulamentações. Outra vantagem é que, onde o programa foi implementado, o tempo médio de viabilidade de empresas reduziu para 23 horas.

SEGUNDA FASE – Os municípios que já avançaram para o grau intermediário do Minas Livre para Crescer passam a integrar o Redesim + Livre, iniciativa da Sede-MG em parceria com a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg). Por meio dessa plataforma, as prefeituras conseguem automatizar todas as etapas de legalização de empresas, no âmbito municipal, para empreendimentos de baixo e médio risco. Desde a implantação do Minas Livre, o Governo já ampliou para 730 o número de atividades classificadas como de baixo risco e, por isso, dispensadas de alvará de funcionamento para iniciar as operações.

Governo foca micro e pequenas empresas
Reunião em que o governo de Minas e o BDMG lançaram nova linha de financiamento para atender micro e pequenas empresas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Conab promove o fortalecimento da biodiversidade brasileira
Conab promove o fortalecimento da biodiversidade brasileira
3º Festival gastronômico e cultural valoriza sabores e saberes do sertão mineiro
3º Festival gastronômico e cultural valoriza sabores e saberes do sertão mineiro
Quatro projetos de APLs do Norte receberão recursos da Fapemig
Quatro projetos de APLs do Norte receberão recursos da Fapemig
Artesãos movimentam R$ 115 mil em vendas
Artesãos movimentam R$ 115 mil em vendas
Minas tem novo avanço em energia solar
Minas tem novo avanço em energia solar
Rodas de conversas são realizadas em várias comunidades rurais de Monte Azul
Rodas de conversas são realizadas em várias comunidades rurais de Monte Azul
DLI oferece descontos em produtos e serviços
DLI oferece desconto sem produtos e serviços
Projeto sobre a política de agricultura irrigada gera divergências
Projeto sobre a política de agricultura irrigada gera divergências
Cresce o mercado pet no Estado
Minas tem saldo positivo na geração de empregos
Programa Moeda Pública é uma das soluções desenvolvidas pelo Sebrae
Perfil de venda atrai consumidor
Oito em cada 10 empresários mineiros são impactados pela estação de inverno
Desafios enfrentados pelas fazendas leiteiras contra a mastite
Mais de 300 pessoas já foram capacitadas pelo Norte Empreendedor em menos de dois meses
Dia do apicultor comemorado com boas perspectivas e muitos desafios
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste