[views count="1" print="0"]

Festas de Agosto das ventanias e das fitas coloridas

A “NAU CATARINETA” ATRACOU NO CAIS CATRUMANO, ENCANTOU E SE DESPEDIU COM A VENTANIA.

A Igreja Nossa Senhora do Rosário e as ruas de Montes Claros celebraram mais uma vez a festa da

Congada catrumana. Uma das mais importantes manifestações da cultura popular do Brasil – com mais de 200 anos – encantou a nossa população por uma semana. O FESTEJO com muita devoção à Nossa Senhora do Rosário, São Benedito e ao Divino Espírito Santo, como manda a tradição, subdividiu com os seus Ternos representados pelos Catopês, Marujadas e Caboclinhos.

Na chegada da “Nau Catarineta” foi observado, com tristeza, a falta dos mestres Joaquim Poló, Anísio, João Faria, Miguel Sapateiro, Zanza, Zé Expedito e de outros que foram para o oriente eterno e estão alegrando os anjos e outros seres celestiais.

A nos dias de cortejos, a festa teve até transmissão ao vivo, desencadeando certo frenesi entre os telespectadores montes-clarenses aqui, e principalmente os ausentes. Muitos ligaram soluçando!

Enxurradas de mensagens de texto vindas de várias partes do mundo, evidenciando, obviamente, a empolgação com as grandes apresentações dos artistas da “congada” pelas ruas da Princesa do Norte. O mesmo comportamento era percebido pelo público atento que margeava as ruas.

Eles, os foliões, alunos dos mestres e foliões como Sr. Anísio do Roxo Verde, João Faria, Joaquim Poló, Miguel Sapateiro, Zanza e Zé Expedito, evidenciaram que os nortemineiros estão fortemente ligados ao folclore de forma empírica. Aliás, Montes Claros é obviamente um reduto da cultura.

É por meio da Arte e da Cultura impregnadas nos “Ternos da Congada” de Agosto que os turistas que chegam a Montes Claros têm o prazer de conhecer a nossa gastronomia. É a melhor maneira de experimentar comidas  diferentes em um só lugar. Desde o feijão tropeiro até o tradicional arroz com pequi nas barraquinhas da Praça da Matriz.

Lembrando que é na baixada e na Praça Matriz (marco da história de Montes Claros), onde os turistas têm oportunidade de conhecer os locais, aprender sobre a nossa história e tradições.

Finalizando, nas últimas horas das Festas de Agosto, que Nossa Senhora do Rosário, São Benedito e o Divino Espírito Santo se despediram se manifestando com uma forte ventania. Suas bandeiras na ponta dos mastros fervorosamente tremulando ao vento.

Salve João Farias; salve Zé Expedito; salve Zanza; Salve Anísio do Roxo Verde; salve Joaquim Poló; salve Miguel Sapateiro; salve Tone cachoeira; salve Tim Marujo e salve Mestra Socorro (a primeira mulher a conduzir um terno).

“Ô, Montes Claros, ô Montes Claros, terra de grande beleza, foi Arraial de Formigas e se transformou numa linda princesa”.


(*) José Ponciano Neto é escritor, historiador, membro-diretor financeiro da Academia Maçônica de Letras do Norte de Minas e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros (IHGMC).

Festas de Agosto das ventanias e das fitas coloridas
A “NAU CATARINETA” ATRACOU NO CAIS CATRUMANO, ENCANTOU E SE DESPEDIU COM A VENTANIA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Festival de Cinema começa nesta quinta
Festival de Cinema começa nesta quinta
Sesc Dramaturgias traz oficinas de encenações a Montes Claros
Sesc Dramaturgias traz oficinas de encenações a Montes Claros
Músico norte-mineiro presta homenagem a Téo Azevedo
Músico norte-mineiro presta homenagem a Téo Azevedo
Projeto Raízes Mineiras celebra a cultura e a história de Grão Mogol
Projeto Raízes Mineiras celebra a cultura e a história de Grão Mogol
Cidade participa da 22ª Semana Nacional dos Museus até amanhã
Cidade participa da 22ª Semana Nacional dos Museus até amanhã
Cultura norte-mineira perde Téo Azevedo, que deixa um grande legado
Cultura norte-mineira perde Téo Azevedo, que deixa um grande legado
Murucututu promove mudanças na rotina das crianças nesta semana
Murucututu promove mudanças na rotina das crianças nesta semana
Escritora participa do FLAN e publica poemas
Escritora participa do FLAN e publica poemas
Secretaria promove Festival de Cinema a partir de quinta-feira
Campanha Vire Carranca mobiliza população da bacia do Velho Chico
MPMG lança concurso de cartuns ‘Educação, Justiça e Arte’ para alunos
Cimams realiza oficina sobre a Lei Aldir Blanc
Téo Azevedo recebe homenagem do IHGMC
Artistas homenageiam Téo Azevedo neste sábado em Montes Claros
Câmara homenageou a Associação dos Catopês
Estado tomba Centro Histórico de Januária
Prefeituras recebem R$ 3,9 bilhões de FPM
Minas cobra recursos de concessões ferroviárias proporcionais à sua malha
Vereadorese revela clima árido na região
Minas Gerais larga na frente rumo à COP 30
Região já tem municípios no clima árido