Engie compra cinco usinas de energia solar por R$ 3,2 bi

A Engie Brasil Energia adquiriu cinco complexos de energia solar da Atlas Renewable Energy por R$ 3,2 bilhões.

A Engie Brasil Energia adquiriu cinco complexos de energia solar da Atlas Renewable Energy por R$ 3,2 bilhões. A operação envolve conjuntos fotovoltaicos Lar do Sol em Pirapora, no Norte de Minas, Juazeiro (BA), São Pedro (BA), Sol do Futuro (CE) e Sertão Solar (BA), que totalizam 545 MW de capacidade instalada. A informação foi passada no último dia 30 ao mercado.

Conforme a companhia, o valor será dividido entre o preço da compra, no montante de até R$ 2,269 bilhões, e o endividamento líquido da Atlas, no valor aproximado de R$ 971 milhões, que passa a ser consolidado.

A Engie afirma que, nos últimos seis anos, investiu mais de R$ 20 bilhões na transição energética, incluindo aportes em energia limpa e implantação de linhas de transmissão no período. “Este é mais um passo alinhado à execução da estratégia do Grupo ENGIE de continuar crescendo em energia renovável no Brasil”, declarou o presidente da Engie Brasil Energia, explica Eduardo Sattamini.

“A forma como conduzimos processos de aquisição é orientada por uma ampla análise de riscos, que leva em consideração os aspectos ambientais, sociais, de governança e da nossa disciplina financeira, tendo como objetivo a continuidade de geração de resultados positivos de forma sustentável”, acrescentou o executivo.

Com a decisão de investir nestes ativos, a empresa espera assegurar a energia contratada em nível compatível com o retorno requerido, impactando positivamente as margens EBITDA. “A aquisição de ativos operacionais, com energia contratada, que possam se beneficiar de sinergias com nossas operações, tornou-se uma opção atrativa para expandir com eficiência nossos negócios nesse momento do mercado”, comentou o diretor Financeiro e de relações com investidores da Engie Brasil Energia, Eduardo Takamori.

INVESTIMENTOS – A Atlas Renewable Energy informou que, com a transação, a empresa buscará reinvestir no desenvolvimento de novos projetos renováveis no Brasil, fortalecendo o posicionamento de longo prazo da empresa na região.

Após o negócio, a Atlas ainda manterá um portfólio de mais de 1,8 GW de capacidade instalada no Brasil, o qual inclui dois parques fotovoltaicos em construção no estado de Minas Gerais, e dois outros projetos já em operação. Além disso, a empresa possui um portfólio de mais de 15 GW de energia sustentável em desenvolvimento no Brasil, incluindo solar e eólica, em distintas fases.

“A Atlas está crescendo significativamente no Brasil, e essa transação nos permitirá desenvolver mais projetos no país, que continua a ser um dos principais mercados da empresa, com foco contínuo no desenvolvimento de soluções personalizadas de energia renovável para clientes de diferentes setores da economia nacional”, afirmou country manager da Atlas Renewable Energy no Brasil, Fábio Bortoluzo.

O fechamento da operação está sujeito à satisfação de determinadas condições precedentes negociadas entre as partes por meio do Contrato, incluindo a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), dentre outras condições suspensivas usuais para operações dessa natureza.

Engie compra cinco usinas de energia solar por R$ 3,2 bi
Projetos estão localizados em Pirapora, no Norte de Minas, Bahia, Ceará e totalizam 545 MW de capacidade instalada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Sicoob Credinor participará mais um ano da FERARP em Taiobeiras
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Cidade chega a 46,3 mil empresas ativas
Comércio espera um aumento de 5% nas vendas do Dia das Mães
CDL reforça a importância de comprar no comércio local
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Norte-mineira Coteminas entra em processo de recuperação judicial
Três franquias miram Montes Claros
Três franquias miram Montes Claros
Governo foca micro e pequenas empresas
Governo foca micro e pequenas empresas
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Produtores se preparam para enfrentar o período de seca
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Rural faz lançamento da Expomontes e apresenta Rainhas nesta segunda
Pequenos agricultores repassam alimentos para a merenda escolar
BNB detalha soluções para micro e pequenas empresas em encontros
Apiário de Riachinho produz mel para o mercado norte-mineiro
Salário médio dos trabalhadores em Montes Claros é de R$ 2,5 mil
I Encontro do Café será realizado nesta segunda
Emater realizará seminário sobre fruticultura no dia 3
Mercado estima PIB de 1,9%, revela boletim Focus
Setor de seguros cresce no Brasil
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito