“Embrião do SUS” completa 50 anos

Ex-ministro da Saúde, Saraiva Felipe lança livro que conta a história do Projeto Montes Claros

O “Projeto Montes Claros”, implantado na cidade-polo do Norte de Minas em 1973, é considerado o berço do Sistema Único de Saúde (SUS). A história é contada no livro “SUS – Conquista do Povo Brasileiro – narrativa de um sujeito em ação”, de autoria do ex-ministro da Saúde, José Saraiva Felipe, que será lançado no Centro Cultural Hermes de Paula, em Montes Claros, nesta quinta-feira (9/11), às 19h30.

Há exatos 50 anos, o ex-ministro Saúde participou ativamente do “Projeto Montes Claros”, experiência pioneira de acesso amplo aos serviços de saúde pela população, que serviu de modelo para a implantação do SUS, consolidado com a promulgação da Constituição Federal em 1988. Em 1973, quando o projeto foi idealizado e implantado na cidade-polo do Norte de Minas, com a atuação de uma equipe de renomados sanitaristas e técnicos, Saraiva Felipe era diretor regional de Saúde de Montes Claros.

“O Projeto Montes Claros teve uma importância fundamental na construção do Sistema Único de Saúde. O SUS não seria o maior sistema de saúde público do mundo se não fosse o pioneirismo de Montes Claros”, afirma Saraiva Felipe, que também foi secretário de Saúde de Minas Gerais e deputado federal por seis mandatos.

Em seu livro, Saraiva Felipe relata a importância e o pioneirismo de Montes Claros na construção do projeto de saúde que se expandiu para toda a região norte-mineira, com o combate a endemias, vacinação de crianças e adultos, além de intensificar a implantação de unidades de saúde, o treinamento de pessoal de formação de nível técnico, assim como a contratação de médicos e enfermeiros para o atendimento a uma população superior a um milhão de pessoas.

O autor da obra salienta que a implantação do Projeto Montes Claros teve a participação efetiva de médicos, professores e servidores da Diretoria Regional de Saúde (antigo Centro Regional de Saúde de Montes Claros), tendo como um dos principais líderes o médico sanitarista Francisco de Assis Machado, o que resultou na ampliação e melhoria da assistência à saúde em todo o Norte de Minas.

O ex-ministro e autor do livro ressalta que o Projeto Montes Claros teve destacada participação da Faculdade de Medicina do Norte de Minas (Famed), unidade da antiga Fundação Norte-Mineira de Ensino Superior (FUNM), atual Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Por intermédio do projeto, foi criado o estágio rural, com os estudantes do curso de Medicina se deslocando para contribuir na assistência à saúde da população dos pequenos municípios, iniciativa pioneira no país.

“Os atuais estudantes da área da saúde não fazem a menor ideia da importância de Montes Claros e do Norte de Minas na construção do SUS. Por isso, é muito importante o resgate da história do Projeto Montes Claros”, afirma o autor do livro.

Saraiva Felipe lembra que, além de renomados sanitaristas, o Projeto Montes Claros teve como destaque a participação de dois profissionais que, tempos depois, assumiram o Ministério da Saúde: ele próprio e o ex-ministro Agenor Álvares da Silva. Este fato contribuiu ainda mais para que o projeto implementado há meio século projetasse o nome de Montes Claros em níveis nacional e internacional como “embrião do SUS”.

TESE DE DOUTORADO

O livro “SUS: conquista do povo brasileiro – narrativa de um sujeito em ação”, tem origem na tese de doutorado do ex-ministro Saúde José Saraiva Felipe defendida na Universidade de Brasília (UnB), no final de 2021. Para essa edição, o texto acadêmico foi revisto e ampliado, incorporando novos assuntos e um espaço de memória visual abrangendo os 50 anos de construção de um dos mais importantes sistemas de saúde do mundo, o SUS.

Para o sanitarista e consultor em Saúde Pública, Eugênio Vilaça, “Saraiva Felipe mostra nesse livro que o SUS não é um problema sem solução, mas uma solução com problemas que podem ser enfrentados por meio de um processo permanente de reconstrução”. Aproveitando uma nova metodologia, a Pesquisa Narrativa, o autor-pesquisador põe em confronto suas ideias e iniciativas com as de outros personagens que deram uma contribuição importante para a configuração do SUS.

SARAIVA Felipe lança livro sobre a história do SUS nesta quinta-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
Piso da Enfermagem será de R$ 3 milhões
População de Jaíba recebe reforço na saúde
População de Jaíba recebe reforço na saúde
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Secretaria alerta sobre malefícios do consumo de cigarro
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Inaugurado Hospital do Câncer de Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Roda-Hans atende mais de 200 pacientes em Janaúba
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Região vai receber R$ 750 mil para custear imunobiológicos especiais
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Santa Casa realiza 2º Encontro de Planejamento Estratégico
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Cievs alerta o Norte de Minas sobre casos de Febre Oropouche
Saúde lança campanha de prevenção ao uso de cigarros eletrônicos no País
Semana de formação do Projeto Integra Chagas movimenta profissionais
Governo recebe aeronaves que vão reforçar transporte de órgãos vitais e a segurança
Laudo aponta morte de menina por parada cardiorrespiratória
Exames de câncer bucal serão realizados no Major Prates
Aprovado projeto sobre uso de bactéria para controle do mosquito da dengue
Salas de Vacinação em Montes Claros
Governo antecipa parcelas da dívida com municípios
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste