Documentário de Murilo Antunes será exibido no Museu Regional

O 37º Festival Psiu Poético, que começou na última quarta-feira (4/ 10), também terá atividade no Museu Regional do Norte de Minas (MNM), vinculado à Unimontes.

O 37º Festival Psiu Poético, que começou na última quarta-feira (4/ 10), também terá atividade no Museu Regional do Norte de Minas (MNM), vinculado à Unimontes. Na próxima quarta-feira (11/10), às 19 horas, será exibido no Museu Regional o documentário “Como se a vida fosse música”, com entrada gratuita. A produção conta a trajetória do compositor Murilo Antunes, que estará presente no evento.

Natural de Pedra Azul, Murilo Antunes é um dos poucos letristas do Clube da Esquina. Ao lado de Fernando Brant, Márcio Borges e Ronaldo Bastos, ele verbalizou músicas de ícones como Beto Guedes, Milton Nascimento, Lô Borges, Márcio Borges e outros nomes do grupo de amigos que conquistou o Brasil e o mundo nos anos 1970.

A relação de Murilo com Montes Claros é antiga. Ele já residiu na cidade por 10 anos. Ainda adolescente, conheceu em Montes Claros o jovem Beto Guedes, de quem se tornaria companheiro inseparável. Compositor de clássicos como “Besame”, “Nascente”, “Tesouro da Juventude”, dentre outros, Murilo faz questão de destacar o papel de Montes Claros na construção de sua obra.

“A coisa foi crescendo, o Beto Guedes cresceu e integrou o Clube da esquina. É impressionante como Montes Claros aceita a música que nós fazemos e bate palmas pra ela. É muito importante para nós ter essa cidade como inspiração”, completa. Quanto ao documentário que será exibido, Murilo Antunes explica que é um grande resumo do trabalho de uma vida inteira. A projeção do filme com a discussão da obra já foi realizada em cidades como Uberaba e Uberlândia.

“Ele faz um apanhado sobre o meu trabalho e a música do Clube da Esquina. Ele tem a participação dos meus parceiros Beto Guedes, Milton Nascimento, João Bosco, Mônica Salmaso, entre outros. O meu filho João Antunes faz a direção musical, junto com Flávio Henrique. Será um privilégio levar para Montes Claros esta obra”, relata.

Documentário de Murilo Antunes será exibido no Museu Regional
MURILO Antunes traz “Como se a vida fosse música” à cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Cidade participa da 22ª Semana Nacional dos Museus até amanhã
Cidade participa da 22ª Semana Nacional dos Museus até amanhã
Cultura norte-mineira perde Téo Azevedo, que deixa um grande legado
Cultura norte-mineira perde Téo Azevedo, que deixa um grande legado
Murucututu promove mudanças na rotina das crianças nesta semana
Murucututu promove mudanças na rotina das crianças nesta semana
Escritora participa do FLAN e publica poemas
Escritora participa do FLAN e publica poemas
Norte-mineiro Téo Azevedo, um artista multifacetado
Norte-mineiro Téo Azevedo, um artista multifacetado
Professora municipal recebe 1º Troféu Wanderlino Arruda
Professora municipal recebe 1º Troféu Wanderlino Arruda
Bendita Feira quer projetar artesanato em nível nacional
Bendita Feira quer projetar artesanato em nível nacional
Artesãos expõem trabalhos em MOC
Artesãos expõem trabalhos em MOC
Câmara homenageou a Associação dos Catopês
Estado tomba Centro Histórico de Januária
Cidade realiza 1° Fórum para Pontos de Cultura
Semdecult incentiva acultura em Monte Azul
Rede Sesc de Leituras traz o Arte da Palavra à cidade
BNB propaga a música mineira e apoia a cadeia produtiva cultural
6º Beagá Psiu Poético homenageia Hélio Pellegrino
Semdecult participa de I Chá com Bordado
Saúde reforça prevenção e enfrentamento às doenças respiratórias
Sindicato da PP ameaça ‘parar’ visita a detentos
Bombeiros realizam captura de serpente em área urbana
Sejusp intensifica acesso à documentação para detentos
CB participa de ação preventiva em escola contra acidentes de trânsito