Deputado aponta futuro do país com energia solar

Gil Pereira diz que Minas tem participação decisiva no crescimento do crescimento do setor em nível nacional

O Brasil subiu duas posições no ranking de potência instalada em energia solar fotovoltaica no mundo, atingindo o 6º lugar em 2023, com 37,40 gigawatts (GW), informou a Agência Internacional para as Energias Renováveis (Irena).

“Minas Gerais é referência e tem papel decisivo nesta conquista, pois saímos na frente e mantemos a liderança nacional na produção desta energia limpa e renovável, considerando tanto a geração centralizada (GC), das grandes usinas, quanto a geração distribuída (GD), dos painéis dos telhados e pequenos terrenos, graças ao trabalho que iniciei há mais de 10 anos, a partir de quando criei e a nossa Assembleia Legislativa aprovou a legislação de incentivo à energia solar”, ressaltou o deputado Gil Pereira.

Em números atuais, o país acumula 41,63 GW em geração de energia fotovoltaica, sendo MG responsável por percentual de 19,43% deste total (8,09 GW), segundo levantamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

LEI DA ENERGIA SOLAR – Presidente da Comissão de Minas e Energia, Gil Pereira criou inovadoras leis estaduais de incentivo, propiciando o excelente crescimento ao setor fotovoltaico, desde 2012, especialmente, a Lei Estadual da Energia Solar (nº 22.549/17), primeira no país, que isenta de ICMS usinas com potência de até 5 MW.

“Continuo trabalhando com afinco para o avanço do setor, parte fundamental da transição energética em curso, cobrando por exemplo de modo constante, do Ministério de Minas e Energia e da Cemig, a construção de subestações e linhas de transmissão de energia elétrica no Estado, infraestrutura necessária ao escoamento da energia solar gerada e à implantação de novas megausinas. Assim como, a nossa comissão parlamentar está no caminho correto para o estímulo a todas as energias renováveis”, explicou Gil Pereira.

POSIÇÃO DE DESTAQUE – A sexta colocação coloca o país em posição de destaque na geopolítica global na transição energética, sendo resultado dos cerca de 11,9 gigawatts (GW) adicionados da fonte no ano passado, informou em nota a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar). Ao analisar a potência adicionada somente no último ano, a Irena coloca o Brasil como o quarto maior mercado de energia solar no mundo. Somente no período, o setor solar brasileiro atraiu mais de R$ 59,6 bilhões em novos investimentos, crescimento de 49% em relação aos aportes acumulados até o final de 2022.

Entretanto, o Brasil ainda está distante do 5º colocado, a Índia, que possui potência acumulada de energia solar de 72,7 GW. O ranking é liderado pela China (609,3 GW), seguida pelos Estados Unidos (137,7 GW), Japão (87,1 GW) e Alemanha (81,7 GW). Abaixo do Brasil estão Austrália (33,6 GW), Itália (29,8 GW), Espanha (28,7 GW) e República da Coreia (27 GW), de acordo com a Irena.

Deputado aponta futuro do país com energia solar
Gil Pereira é um dos principais defensores e incentivadores da exploração de energia renovável do país

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Emenda que amplia salário será votada
Emenda que amplia salário será votada
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Presidente da Amams é homenageado pela AMM
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Prefeitura entrega certidões de regularização fundiária urbana
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Governo aumenta reajuste salarial para 4,62%
Cidade terá programa Governança Corporativa
Cidade terá programa Governança Corporativa
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Projeto prevê proteção à mulher vítima de violência
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Montes-clarense assume o TSE pela segunda vez
Prefeitura presta contas na Câmara
Prefeitura presta contas na Câmara
Zema exalta posse de montes-clarense no TSE
Congresso destaca apoio do Governo às prefeituras
Estado apresenta soluções inovadoras para municípios
Vereadores pedem fim do lixão no bairro Canelas
Deputada do PL vai assumir Secretaria no governo Zema
TRE trabalha com foco nas eleições municipais
Último FPM de maio tem aumento de 20%
Deputados aprovam revisão dos salários para servidores
PC alerta para notícias falsas sobre carteira de identidade
TJMG participa do anúncio das obras de quartel dos Bombeiros
Polícia Civil lança site sobre desaparecimento de pessoas
Polícia de Meio Ambiente lança Operação “Curupira”
Forças de segurança protestam por reajuste