[views count="1" print="0"]

Comissão cancela debate sobre o RRF

Deputados criticam governo estadual pela falta de informações sobre o projeto

A Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) esperava tomar conhecimento, em audiência na última quinta-feira, do plano de recuperação fiscal encaminhado pelo governo à Secretaria do Tesouro Nacional no último dia 31 de maio. Com essa finalidade, representantes da Secretaria de Estado de Fazenda foram convidados para a reunião e compareceram, mas sem uma cópia do documento, o que impossibilitou o debate.

O plano é uma exigência do Ministério da Fazenda, responsável pela homologação da adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), que oferece melhores condições para o pagamento da dívida do governo estadual com a União. Como contrapartida, Minas deve adotar medidas para conter o crescimento de suas despesas, ainda não explicadas aos deputados e à população.

Ao ser informado pela assessora-chefe da Assessoria de Recuperação Fiscal, Maria Conceição Ladeira, de que ela não trazia uma cópia do plano, o qual deve ser entregue à Presidência da Assembleia nos próximos dias, o deputado Sargento Rodrigues, do PL, que solicitou a audiência, lembrou que a legislação determina que o governo deve encaminhar o plano de recuperação aos chefes de Poderes e órgãos autônomos, como o Ministério Público, além de publicá-lo na internet.

“Não podemos discutir um processo dessa envergadura sem ter uma cópia. Como debater as consequências do RRF para a população sem sequer conhecer quais os termos que o governo tratou com a União? Haverá alteração do regime jurídico dos servidores? Está prevista a venda de estatais? Quais garantias foram dadas, quais políticas públicas serão afetadas?”

Para Sargento Rodrigues e o colega Ricardo Campos, do PT, o governo mais uma vez desrespeitou a Assembleia, inclusive ao não responder requerimento com a cobrança de informações sobre o plano de recuperação. “Não é possível esta Casa até hoje não ter conhecimento de uma proposta levada ao ministério no dia 31 de maio”, observou Ricardo Campos. Ambos inclusive sugeriram providências do comando da Assembleia em relação ao que consideram negativas do governo em prestar informações solicitadas pelo Parlamento mineiro. Na Reunião Ordinária de Plenário da última terça-feira, o Projeto de Lei (PL) 1.202/19, de autoria do governador Romeu Zema, do Novo, que autoriza a adesão do Estado ao RRF, foi desarquivado pela Mesa da ALMG. Na mesma reunião, foi recebida mensagem do governador com proposta de emenda à Constituição (PEC) que viabiliza a privatização de empresas públicas sem a exigência de se realizar um referendo popular, medida adicional ao RRF. Em entrevista coletiva à imprensa, o presidente da ALMG, Tadeu Martins Leite, do MDB, também lembrou a necessidade do envio, pelo governador, do plano de recuperação fiscal ao Parlamento mineiro para que o RRF possa tramitar. Sem o conhecimento do seu conteúdo, segundo ele, não é possível avaliar em que termos o Executivo pretende renegociar a dívida do Estado com a União.

Comissão cancela debate sobre o RRF
Deputados suspendem debate sobre projeto e criticam o governo do estado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendadas a você

Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Municípios terão recursos para retomar obras paradas
Deputado libera recursos para mobilidade urbana
Deputado libera recursos para mobilidade urbana
Câmara defende atenção à saúde e infraestrutura
Câmara defende atenção à saúde e infraestrutura
Maurício recebe convites para disputar a Prefeitura
Maurício recebe convites para disputar a Prefeitura
Deputado vê omissão com recursos hídricos
Deputado vê omissão com recursos hídricos
Governo vai retomar obra rodoviária na região
Governo vai retomar obra rodoviária na região
Deputado comemora renegociação das dívidas
Deputado comemora renegociação das dívidas
Governo garante obras para a região
Governo garante obras para a região
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
TSE vai iniciar análise das resoluções na terça
Governo pagará parcelas da dívida com os municípios
Assembleia recebe vetos parciais ao PPAG e ao Orçamento de 2024
Prefeituras recebem segundo decênio do FPM de fevereiro
Programa Jovem Senador 2024 já recebe inscrições
Projeto define regras para proteger aposentado no crédito consignado
Câmara aprova PL que institui a Semana de Prevenção ao Bullying
BANNER 2
Rotary repassa recursos ao Lar Padre Henrique
Projeto aprovado pelo Senado vai novamente para a Câmara Federal
PF recaptura condenado a 96 anos que participou da Chacina de Unaí
Mulher baleada no rosto e braço em São João do Paraíso com 38
Retido ônibus com mercadorias avaliada sem R$ 200 mil na BR-135 em Montes Claros